Bloco traz diversão em ambiente seguro para mulheres no Carnaval de Brasília. Atração promovida pela Coletiva Rebu gratuita integra programação oficial do carnaval de Brasília no dia 18 de fevereiro no Parque da Cidade

Uma celebração carnavalesca criada para ser um espaço divertido e acolhedor para mulheres e para toda a comunidade LGBTQIA+, essa é a proposta do Rebu, o Bloco. A atração integra o carnaval de rua de Brasília no dia 18 de fevereiro (sábado), a partir das 14h, na Praça das Fontes do Parque da Cidade. Com entrada gratuita, o bloco, que resgata clássicos contemporâneos do Carnaval, tem como atrações Karla Testa, Kika Ribeiro e Banda e o Trio Rebu.

Em sua quarta edição, o bloco tem a proposta de dar visibilidade a artistas mulheres lésbicas , bissexuais e transexuais. “Nossa intenção é possibilitar que ocupemos cada vez mais espaços no carnaval para nos fortalecer como artistas e produtoras. É uma forma de enfrentar o machismo estrutural ainda tão presente na nossa sociedade”, explica a DJ e produtora cultural Loly Alves, da Coletiva Rebu.

O bloco, uma das várias ações da Rebu, é precursor e impulsionador da cultura produzida por mulheres LBTs (lésbicas, bissexuais e transexuais) no Distrito Federal. Criada em 2019, a coletiva é guiada por Dayse Hansa, Loly Alves e Rafa Ferrugem, todas com ampla atuação na produção cultural da capital. O projeto já realizou festas, grito de carnaval e até um festival multicultural abre espaço para DJs, produtoras, cantoras, bandas e empreendimentos voltados para a comunidade LBT.

Atrações

Com a expectativa lá no alto para colocar o bloco na rua após o impedimento imposto pela pandemia de Covid-19, a coletiva convidou artistas da cidade que fazem parte da história da Rebu, como a DJ, cantora e artista performática Karla Testa. A brasiliense é destaque na cena noturna da capital e é conhecida por sets cheios de energia e performances contagiantes. Sua pesquisa musical relembra a Tropicália, passa pelo melhor do axé 90, além de contemplar a musicalidade de artistas contemporâneos que renovam a cena da música brasileira e de toda América Latina.

O samba abre alas no bloco com Kika Ribeiro e Banda, com canções autorais por meio de releituras de clássicos da música brasileira. Expoente do ritmo em Brasília, a artista integrou a roda de samba Samba da Mulher Bonita por três anos e seu talento rendeu convites para se apresentar em importantes casas e movimentos cariocas, como Cacique de Ramos, Samba do Trabalhador e Carioca da Gema.

Formado pelas integrantes da coletiva, o Trio Rebu tem a missão de representar a força da mulher lésbica, com a discotecagem das DJs D-Day, Loly e Rafa Ferrugem. Juntas, elas criam um set com axé, tecnobrega, funk e até pisadinha para unir o público dançante do bloco.

SERVIÇO

Rebu, o Bloco
18 de fevereiro, a partir das 14h
Pra̤a das Fontes РParque da Cidade
Entrada gratuita
Instagram: instagram.com/rebu_fbb
Classificação etária: livre