Para entender a disputa: inédito exclusivo, documentário ‘Israel, Uma Terra Duplamente Prometida’ estreia nesta sexta, 13, no Curta!

As disputas entre israelenses e palestinos pelo território onde hoje está o Estado de Israel e a Palestina se arrastam por mais de um século. A guerra que acaba de ser deflagrada é resultado disso. O documentário inédito e exclusivo “Israel, Uma Terra Duplamente Prometida”, que estreia no Curta! nesta sexta-feira,13, às 23h, é dividido em duas partes e aborda as origens desse confronto — desde quando ainda era apenas uma animosidade —, as consequências das duas guerras mundiais e chega a meados do século XX, quando as relações se tornam insustentáveis entre ambas as partes.

Produzido pela Arte France e pela Roche Productions e dirigida por William Karel e Blanche Finger, o filme já pode ser assistido no CurtaOn – Clube de Documentários, a primeira parte está disponível gratuitamente na Pasta Degustação da ClaroTv+, o antigo NOW.

Para falar sobre esse conturbado recorte histórico, a produção traz historiadores e demais especialistas israelenses e palestinos. As primeiras cenas mostram a Assembleia da ONU que decidiu pela divisão da Palestina em dois estados, a serem controlados por árabes e judeus. Em seguida, o documentário volta no tempo para contar o começo dessa história, quando o jornalista austro-húngaro Theodor Herzl, diante do avanço do antissemitismo na Europa, publica, em 1896, o livro “O Estado Judaico” (“Der Judenstaat”). Para ele, se o povo judeu possuísse um território próprio, seria visto de forma mais igualitária e o antissemitismo entraria em declínio. Theodor Herzl é considerado o fundador do movimento sionista, que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e a criação de um Estado próprio.

Décadas após a chegada dos primeiros judeus à Palestina, em assentamentos do século XIX, ocorre a Primeira Guerra Mundial e a derrota do Império Otomano. Territórios no Oriente Médio foram divididos entre as potências vencedoras, e a Inglaterra passa a dominar a Palestina e a declara como “lar” dos judeus, aumentando as tensões locais.

Outro argumento importante abordado nesta primeira parte do documentário é a consideração do Holocausto como a confirmação de que os sionistas teriam razão. “Um povo sem um país é um povo que é conduzido como ‘animais ao matadouro’”, diz o historiador israelense Elie Barnavi. Após esse acontecimento nefasto para os judeus, os países que compunham a ONU no pós-guerra formaram maioria para a criação do Estado de Israel. Os judeus comemoraram sem saber que, naquele momento, começaria um período violento e de grande turbulência política na região. O tema ganha abordagem na segunda parte do documentário.

“Israel, Uma Terra Duplamente Prometida” estreia no Curta! na Sexta da Sociedade, 13 de outubro, às 23h. O segundo episódio vai ao ar dia 20, no mesmo horário. No CurtaOn – Clube de Documentários – está disponível na Claro TV+ e em CurtaOn.com.br. Novos assinantes do site têm sete dias de degustação gratuita.

E, com o intuito de ampliar o debate sobre o assunto, o Curta! exibe nas duas sextas-feiras subsequentes, 27 de outubro e 3 de novembro. a série “Israel/Irã/EUA, A Longa Guerra”, com direção de Vincent De Cointet.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 13/10 (Parte 1: 1897 – 1947); 20/10 (Parte 2: 1948 – 1967)

23h – “Israel, uma terra duplamente prometida” (Série em duas partes) – INÉDITO

14 de maio de 1948. Israel declara independência. Para alguns, o sonho se tornou realidade. Para outros, permanece um antigo conflito. A série retorna à gênese do confronto no Médio Oriente e analisa este momento crucial da história contemporânea: dos projetos iniciais de Theodore Herzl ao turbulento nascimento do Estado; a guerra árabe-israelense de 1948 até a Guerra dos Seis Dias de 1967. Direção: William Karel e Blanche Finger. Duração: 52 min. Classificação: 10 anos.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 27/10 (Nas Origens do Confronto); 03/11 (Diálogo ou Guerra).

23h – “Israel/Irã/EUA, A Longa Guerra” (Série em duas partes)

Assassinatos, bombardeios e ataques militares não identificados estão se acumulando em todo o Oriente Médio. A “guerra secreta” entre Irã e Israel pode se transformar em um grande confronto regional, se não global? Os dois países são hoje, potências dominantes do Oriente Médio. O conflito entre eles se agrava quando Trump decide deixar o acordo nuclear. Esse documentário em duas partes faz uma retrospectiva dos 40 anos que seguiram a revolução islâmica no Irã, a invasão israelense do Líbano, a guerra civil na Síria, no intuito de oferecer chaves pertinentes para compreender o Oriente Médio na atualidade. Os dois países são hoje, potências dominantes do Oriente Médio. O conflito entre eles se agrava quando Trump decide deixar o acordo nuclear. Esse documentário em duas partes faz uma retrospectiva dos 40 anos que seguiram a revolução islâmica no Irã, a invasão israelense do Líbano, a guerra civil na Síria, no intuito de oferecer chaves pertinentes para compreender o Oriente Médio na atualidade. Direção: Vincent De Cointet. Duração: 52 min. Classificação: 16 anos.

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e de humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal Curta!), de plataformas de streaming, de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: mais de 125 longas documentais e 872 episódios de 77 séries, que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

• O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET/Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra; além de em operadoras associadas à NEO;

• O Curta!On, clube de documentários do Curta!, disponível na Claro TV+ e no site curtaon.com.br, conta com centenas de filmes e episódios de séries documentais organizadas por temas de interesse sobre cultura e humanidades. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais, inéditos e exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço. Os seis primeiros meses de assinatura tem o valor de R$ 9,90/mês e depois desse período passa para R$ 14,90/mês.

• O Porta Curtas, primeiro e maior site de catalogação e exibição de curtas-metragens do Brasil, tem em seu acervo desde clássicos do cinema nacional a obras recentes que se destacaram em festivais. Para ter acesso ao catálogo, basta assinar o plano através do site portacurtas.com.br ou via ClaroTV+, no valor de R$ 6,90/mês.

• O CurtaEducação, plataforma de streaming que une educação e entretenimento para promover ciência e cultura por meio do audiovisual. No site, as obras são classificadas por disciplinas e etapas de ensino, e são acompanhadas por ferramentas pedagógicas e materiais didáticos complementares.

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. Os pacotes Curta!On estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.