De 28 de julho a 28 de agosto, a comida baiana será a vedete do 9º Festival Gastronômico Sabores de Itacaré. Organizado pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, o evento terá como tema central “Saúde, Bem-Estar e Vida”.

Tradicional e importante festividade do calendário oficial do município, o festival movimenta o trade turístico e a economia, além de atrair e encantar as pessoas que vêm à cidade para prestigiar a culinária baiana e suas releituras, valorizando sempre os aromas e sabores locais.

Inspirados no festival e na natureza que nos envolve e nosso estilo de comidas leves e afetivas trazemos essa combinação de técnicas que desenhamos sobre nosso lençol de barro preto; entre o rio e a mata atlântica nossa base de curry verde.

Uma mistura entre caldo de camarão e uma velouté de temperos verdes, uma quebra de sabores entre o carinho da selva que nos dá sua doçura na banana e nosso mar com seus camarões frescos, trazemos para você uma mistura Thai para esse encontro de “estar bem, comer bem”

Receita: rende 4 porções

Receita criada pelo chef Juan Ignacio Pérez Crespo do restaurante “@Nectar.Itacare” comida afetiva.
Caldo de legumes: lavar e higienizar todos os legumes.

Ingredientes:

1/2 cebola branca (sem pele)
1/2 cenoura com pele
1/2 abobrinha
2 colheres de talos de um maço de coentro
1 pimenta do cheiro
500ml de água
Colocar em uma panela com água fria, todos os elementos em 2cm de lado e deixar ferver por 4minutos, desligamos o fogo e reservamos o caldo de legumes.

Nhoque de banana assada:

5 u de banana da terra assada
200ml de caldo de legumes
50gr de amido

Assar as bananas com pele no forno por 40 minutos (si elas explode não tem problema porque queremos assar elas e concentrar o sabor da banana), depois processar elas até deixar uma pasta de banana bem homogênea, em uma panela dissolvemos em 200ml de caldo de legumes, 50 Gr de amido com ajuda de um fuet, incorporados nosso purê de banana processado e mexemos até ele desgrudar completamente da panela (como a massa de churros), levamos para nossa bancada de trabalho e deixamos descansar alí, vá ficar uma massa perfeitamente maleável, para fazermos nossos rolinho (futuros nhoques!)

Uma vez fria fazermos rolos de 2,5 cm e cortamos com uma faca molhada levemente com óleo (melhor usar óleo para não perder o protagonismo da banana, azeite rouba muitas vezes o protagonismo dos nossos pratos…) cortar moedas de 1 cm de espessura e reservar sobre folhas de bananeira limpas e com uma leve camada de óleo até o momento de usar (assim fazemos no @Néctar.Itacare)

Cada prato vai ter entre 10 a 11 rodelas de nhoque.

Bisque de Camarão e camarão:

Para essa receita vamos precisar de 28u de camarão pistola frescos.

Primeiro vamos a limpar nossos camarões, tiramos e reservamos as “peles e cabeças” dos nossos camarões e a única parte que jogamos fora dos nossos camarões vai ser a “tripinha”

Enxaguar levemente as cabeças e peles por água e reservar nossos camarões para deixar no nosso “tempero Bahiano”

Tempero Baiano: liquificar os ingredientes e reservar

½ cebola branca
1 dente de alho
2 pimenta do cheiro ou doce
Coentro e salsa ao gosto
2 colher chá de sal
4 colher de óleo

Uma vez feito isso, colocar 2 colher de nosso tempero baiano nos camarão e guardar até o momento da montagem na geladeira. O resto do tempero usarmos no geral para outras comidas.

Bisque:

As cascas e cabeças dos Camarões
1 cebola branca
1 cenoura
1 maço de talos de coentro ou folhas
4 pimentas doce ou do cheiro
3 cm de gengibre sem pele
5cm de alho porro
½ colher de sal
1 ½ LT de agua

Esquentei uma frigideira com um fio de óleo e colocar as cabeças e cascas de camarão, vamos a deixar de uma cor laranja sem queimar, logo adicionarmos todas as legumes cortadas e damos mais uma mexida para em fim colocar a água, deixar ferver por 10 minutos e peneirar (reservamos o caldo).

As cabeças e pele pode colocar me uma assadeira junto a 400 gr de sal e levar pro forno a 100°c até deixar elas crocantes novamente para logo procesar e usar no futuro como sal de camarão para temperar outras receitas que gostaríamos de ter esse sabor de camarão. Sem gastar muito dinheiro…

Curry Verde

400 ml caldo de camarão
250ml leite de coco
20 gr salsa
30 gr coentro (talo ou folhas, até pode usar a raiz se estiver bem limpa)
20gr de hortelã
30gr de manjericão

Passar todos eles no liquidificador rápido para não perder a cor verde (si demorarmos na hora de liquificar ele vira marrão) e peneirar.

Reservamos o líquido verde e descartar o bagaço.

No final vamos a adicionar 40gr de amido na hora da montagem.

Não c esqueça de passar no nosso perfil de instagram @nectar.itacare , nós seguir e compartilhar sua versão do nosso prato #pratonectarfestival

Legumes ( lembrei se sempre de higienizar seus produtos adequadamente tirando qualquer excedente ou sujeira)

Para está preparação vamos precisar de
1 abobrinha
1 cenoura com pele
8 u de vagem
5 u de quiabo
Cortamos as legumes no seguinte esquema
Abobrinha em bastonetes de 4cm de cumprimento

Corta sua abobrinha em dois cilindros de 4cm e da bora para o meio corta 1,5 cm para obter seus bastonetes que logo cortará o excedente até deixaram a 4cm x 1cm, lindas (não esqueça que a prática faz o maestro).

Cenoura vamos cortar moedas finas de 1mm a 2mm na faca ou com ajuda de um mandolin (eu prefiro na faca)… Conhecida como cenoura Vichy…

Vagem tiramos as pontinhas e cortamos em 3cm simplemente. Reservamos.
Quiabo cortar em (paysanne) diagonal em fatias de 3mm .

Passar na água quente de 1 a 2 minutos a cenoura e a vagem logo reservarmos, depende quanto cozida vc goste dos alimentos eu gosto de sentir a textura de cada uma e ter alimentos crocantes, mas cozidos..

Montagem

Esquentar uma frigideira, colocar um fio de óleo e pasar as abobrinhas com ajuda de uma pinça ou colher selar de cada lado da mesma e reservar. Mesmo cuidado na hora de fazermos o quiabo assim ele não vai soltar a “baba” recomendação é usar um fogo forte.

Esquentar nosso molho curry verde e adicionar os 40gr de Maizena (quando fomos incorporar Maizena em um líquido a mesma deve ser diluída em algum outro líquido fria, para não fazer pelotas) para dar essa textura desejada de Velouté, deixar no ponto colher.

Em uma frigideira grande vamos a colocar mais um fio de óleo e deixar esquentar bem, já que vamos a “fritar” nossos nhoques de banana (sim, esses nhoques não vão passar na água, são nhoques de frigideira), zelar eles por cada lado e reservamos na frigideira com uma tampa para não perder o seu calor.

Em outra frigideira vamos “fritar” nossos camarões que estavam no tempero baiano, colocar a frigideira no fogo alto, quando ela começa a fumaça colocamos nosso fio de óleo espalhamos bem ele em toda a superfície e logo colocamos fora do fogão nossos camarões (só e exclusivamente os camarões, sem água) rapidamente voltamos pro fogo, selamos por cada lado e agora sim vamos servir…

Em um prato colocar 1 ½ colher de curry verde, dispor 11 rodelas de nhoque por cada prato, colocar 7 camarões com o rabinho para acima, colocar 5 bastonetes de abobrinha, 6u vagem, o quiabo algumas cenouras para dar uma côr no prato, e pode finalizar com ramalhete de salsa ou coentro, brotos, flores comestíveis ao gostou de cada um.

E esse é o nosso prato do festival, mas não perca a oportunidade de passar nos visitar em Itacaré, um destino completo!

Rua Pedro longo 69, de Terça a Domingo de 9am a 22:30pm
Nos siga, no Instagram @Nectar.itacare e @periplogourmet
Curta nossas fotos e si gostou compartilha!
#pratonectarfestival
No restaurante irão experimentar uma versão levemente mais completa com tamarindo e pururuca de Camarão…

*ponto colher, quando vc passa uma colher e ao levantar da preparação passamos o dedo e colocamos ela do lado, e vemos que o molho não desce com facilidade pelo risco que fizermos com o dedo…