Teatro dos Sentidos realiza experiência às cegas na Feira do Guará para capacitar elenco brasiliense

Agora com elenco brasiliense, a “Mostra Comemorativa – Transferência do Núcleo do Teatro dos Sentidos para Brasília” se prepara para estrear dois espetáculos no DF após temporada de sucesso no Rio de Janeiro.

A direção do Teatro dos Sentidos estará realizando no próximo dia 02 (quinta-feira), a partir das 14h, um laboratório de atores na Feira do Guará com o intuito de preparar o elenco para as apresentações de dois espetáculos que se iniciam no dia 25 de fevereiro no Espaço Cultural Renato Russo. Durante a vivência, o grupo receberá orientações sobre mobilidade da pessoa cega com Cesar Ascar, artista plástico que possui baixa visão e é membro da Associação de Deficientes Visuais (ABDV).

Os espetáculos, que têm fomento do Fundo de Arte e Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, fazem parte da Mostra Comemorativa – Transferência do Núcleo do Teatro dos Sentidos para Brasília e acontecem entre os dias 25/02/23 a 05/03/23, no Espaço Cultural Renato Russo – 508 Sul. Durante a Mostra serão apresentados dois espetáculos: “Pluft, o Fantasminha vai ao Teatro dos Sentidos”, texto de Maria Clara Machado, adaptado por Paula Wenke, Sábado e Domingo, às 16h; e a peça “Feliz Ano Novo” de Paula Wenke, Sábado e Domingo, às 20h.

De acordo com Paula Wenke, criadora e diretora do projeto, durante o laboratório, os atores percorrerão o ambiente da Feira, ora vendados e ora como guias, para experienciar os aromas, texturas e gostos provocados pela diversidade de estímulos disponíveis no local. “A preparação do elenco propicia que os atores sintam na pele como é a percepção do mundo sem o sentido da visão; possibilitando que os sentidos da audição, tato, olfato e paladar sejam aguçados. Desta forma, saberão como lidar com uma plateia de pessoas cegas ou de olhos vendados”, explica Paula Wenke.

O primeiro laboratório, concluído no dia 25 de fevereiro, foi realizado no Jardim Sensorial do Jardim Botânico, onde o elenco vendado pôde experienciar os odores e a textura das plantas do local. Acompanhados pela nutricionista e Presidente da ABDV, Denise Braga, eles também realizaram um Pic Nic às cegas em que a representante da associação apresentou uma pesquisa que aborda sobre os hábitos alimentares de pessoas cegas. “Estou muito impactado com este novo universo que se apresenta. Ao retirar as vendas depois de percorrer o Jardim Sensorial, percebi que o imaginei infinitamente maior, tamanha a grandeza que a percepção através dos outros sentidos pode oferecer”, ressaltou o ator Elmo Ferrer após a conclusão do laboratório.

Teatro dos Sentidos

Criado por Paula Wenke em 1997 quando ainda não se falava em inclusão e a audiodescrição era desconhecida, o Teatro dos Sentidos teve sua primeira montagem em Brasília no ano de 2012 e contava com atores cariocas no elenco principal. Agora, após 25 anos habitando em sua cidade natal no Rio de Janeiro, Paula Wenke volta a residir na capital e conta com um elenco brasiliense fixo.

“A inspiração de criar o projeto veio da percepção de uma artista em relação à exclusão cultural da pessoa cega pois, sem as devidas adaptações de linguagem, perde-se informações necessárias para a compreensão da obra encenada. Hoje o Teatro dos Sentidos é verbete em dicionários de teatro contemporâneos no Brasil e no mundo”, ressalta a diretora que é formada em Teatro pela UNB.

No auge das apresentações durante a estadia no Rio de Janeiro, o Teatro dos Sentidos lotou a sala Maria Clara Machado, fazendo com que mais de 800 pessoas voltassem para a casa sem a chance de adquirir um ingresso para prestigiar o espetáculo. Após ganhar os holofotes em matérias vinculadas na mídia nacional, Paula Wenke acredita que o público tenha ficado naturalmente ainda mais interessado na peça por se tratar de um destaque midiático incomum.

“O pódio e o palco são lugares virtuosos, capazes. Esta é a importância da arte inclusiva na luta contra o capacitismo: revelá-los capazes, transformando o preconceito arcaico de uma sociedade em consciência cidadã a respeito das necessidades óbvias de acessibilidade em todas as áreas de convivência”, conclui a diretora.

Após a Mostra Comemorativa, Paula Wenke embarca para Fortaleza para participar de uma série de palestras e Workshops com atores cegos do grupo “Olho Mágico”, que se apresenta utilizando o método do Teatro dos Sentidos desde 2018.

Sobre o Teatro dos Sentidos – O Teatro dos Sentidos surgiu em 1997 sob a idealização da dramaturga, diretora, atriz e publicitária Paula Wenke, graduada em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília (UnB), com o intuito de promover uma experiência única para o público comum e promove a total compreensão de uma plateia de cegos ou de olhos vendados.

Serviço

Laboratório do Teatro dos Sentidos na Feira do Guará
Data: 02 de fevereiro, quinta-feira
Horário: 14h
Site: www.paulawenke.com/index.htm
Matéria sobre o Teatro dos Sentidos no Jornal Nacional: https://globoplay.globo.com/v/5341664/

Serviço

Mostra Comemorativa – Transferência do Núcleo do Teatro dos Sentidos para Brasília
Datas: 25/02/23 a 05/03/23
Local: Espa̤o Cultural Renato Russo Р508 Sul
Espetáculo Infantil: “Pluft, o Fantasminha vai ao Teatro dos Sentidos” texto de Maria Clara Machado e adaptação de Paula Wenke, Sábado e Domingo, às 16h
Espetáculo Adulto: “Feliz Ano Novo” de Paula Wenke, Sábado e Domingo, às 20h