No Cine Brasília: “Meu Primeiro Cinema”, mostra de curtas-metragens em diversas linguagens para crianças de 0 a 11 anos, de 30 de maio a 4 de junho. De graça

Uma experiência imersiva dentro de uma programação cinematográfica inovadora e sensível, é o que o público de pequenos e pequenas irá vivenciar na mostra Meu Primeiro Cinema. Com sessões gratuitas, divididas por faixas etárias de 0 a 5 anos, no Foyer do Cine Brasília, e de 6 a 8 e de 8 a 11, no interior da Sala, a mostra fica em cartaz entre os dias 30 de maio e 4 de junho.

Para criar essa atmosfera, o emblemático Cine Brasília, sala de importantes mostras e festivais para o público adulto, ganhará uma decoração especial pensada para encantar o olhar das crianças, mães e pais. A experiência começa já na área externa, onde o público será recepcionado por uma encenação teatral, que irá conduzi-lo ao interior do Cinema criando uma ponte entre os mundos cotidiano e o extraordinário da arte. Esse jogo cênico musical tem no elenco Zé Regino, Elisa Carneiro, Matheus e Lucas Ferrari e Kelly Costty.

Assinam a curadoria, comprometida com a experimentação e sobretudo com o olhar poético das crianças, Vicky Romero, produtora em importantes canais de TV Infantil da Argentina, e Clarice Cardell, fundadora da La Casa Incierta, companhia de destaque, na Espanha e no Brasil, no campo do teatro para bebês. Sobre o público, ao qual a programação se dedica, Clarice comenta: “crianças exploram o mundo com uma delicadeza e uma beleza surpreendentes, de olhar livre dos conceitos que se têm em geral relacionados com o seu universo.”

As narrativas cinematográficas para a primeira infância, de 0 a 5 anos, apresentadas no Foyer do Cine Brasília em parceria com o BebeLume, são inovadoras e fogem dos padrões. “Buscamos, através de uma poesia visual, nutrir a inteligência emotiva, corporal e semântica das e dos bebês de maneira a colaborar com o desenvolvimento cognitivo de suas sensibilidades e competências”, destaca Clarice.

Enquanto na sala, projetados na grande tela do Cine e indicados para crianças de 8 a 11 anos de idade, serão exibidos filmes em animação 2D e 3D, stop motion, documentário e live action, com sessões às 9h30 e às 14h30. “Nessa programação diversificada, exploramos linguagens contemporâneas e experimentais que o público dificilmente teria acesso em outras mostras ou festivais, em razão disso acreditamos que adultos também irão se encantar”, ressalta Vicky.

Ainda inédita no DF, com programação desse porte, no Meu Primeiro Cinema serão exibidos 23 filmes, dos quais sete vêm dos países vizinhos Colômbia, Chile, Uruguai, República Dominicana e Argentina. A ideia em trazer produções latino-americanas, “é a de oferecer o reconhecimento de estéticas do nosso continente e uma abertura de repertório das crianças”, aposta Léo Hernandes, idealizador e coordenador geral do evento.

Os roteiros dos filmes, de realidades como a do Cariri, do morro do Vidigal, de infâncias ribeirinhas e indígena, buscam o fortalecimento da construção da identidade das crianças. Entre os destaques está a estreia de Kwat e Jaí: os heróis bebês do Xingu. Rodado no Parque Indígena do Xingu, o filme tem como trilha sonora canções de ninar indígenas, entoadas pela única Pajé mulher, Mapulu Kamayurá, e apresenta sua filha como protagonista e elenco de indígenas. No roteiro, as aventuras de dois gêmeos mitológicos – Kwat e Jaí – filhos do Sol e da Lua. O curta-metragem, com 18 minutos de duração, será exibido todos os dias na sessão das 14h30.

Com a realização da mostra pelo Instituto Bem Cultural – IBC, em parceria com o Canal BebeLume, e com recursos do Ministério da Cultura, por meio do Fundo Nacional da Cultural, e apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, “esperamos que todos e todas possam criar um respiro, uma suspensão no tempo e viver esse encontro mágico da arte cinematográfica com a infância”, convidam as curadoras. Programação completa em: www.institutobemcultural.org.br

Para que este formato de produções cinematográficas inovadoras e que fogem dos padrões atuais chegue a um público ainda mais amplo e dar a crianças a oportunidade de ir ao cinema pela primeira vez, algumas sessões serão destinadas a escolas públicas de ensino fundamental de diferentes Regiões Administrativas do DF.

A oficina, para o público jovem e adulto

Destinada a cineastas, realizadores e estudantes dos cursos de cinema e audiovisual em nível de graduação, na oficina “O audiovisual para a primeira infância” 20 participantes irão descobrir o mundo criativo de crianças de 3 a 5 anos, através de elementos da arte para a infância.

A metodologia está dividida em 4 tópicos que abordarão aplicáveis na produção de conteúdos audiovisuais, sendo:

РQuebrando pr̩-conceitos: a capacidade das crian̤as de 0 a 3 anos de observarem a arte;

РA primeira inf̢ncia e a beleza do real: discusṣo sobre o infantilismo colorista das prodṳ̵es audiovisuais e a pot̻ncia do drama do mundo concreto;

– Noções básicas de ritmo e atenção: o tempo de observação dos bebês; e

– O teatro de objetos e o Canal Bebe Lume: enquadramentos e cortes.

As inscrições devem ser feitas pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf-Bkruq3VasuiQWKZzJRhlmZyYNTQrZmNYuVgBADc6bg7CIQ/viewform e selecionados serão comunicados por e-mail. A oficina acontecerá dia 30 de maio (terça-feira), das 18:30 e 20:30, na UNB – Faculdade de Comunicação/FAC – Instituto Central de Ciências/ICC norte (minhocão) – Sala 9.

A oficina será ministrada por Clarice Cardell. Formada em artes cênicas pela Universidade de Brasília, com especialização em cinema no NIC (Núcleo de Investigacion Cinematográfica de Madri) e pós-graduada pela Real Escuela Superior de Arte Dramatico de Madri, Clarice é fundadora, diretora e atriz da companhia teatral, La Casa Incierta, que é a companhia com o nome de maior destaque no campo do Teatro para bebês na Espanha e no Brasil, com um repertório 12 espetáculos para crianças.

Serviço:

Mostra Meu Primeiro Cinema
Local: Cine Brasília
Endereço: Asa Sul Entrequadra 106/107
Dias: de 30 de maio a 4 de junho
Sessões: às 9h30 e às 14h30
Entrada franca e classificação indicativa livre para todos os público
Programação e mais informações: www.institutobemcultural.org.br