A sambista Kika Ribeiro promete encantar o público com clássicos do samba de raiz e com canções autorais no evento Samba Insano

“Eu não nasci no samba, mas o samba nasceu em mim”. Brasiliense de talento nato, Kika Ribeiro descobriu o samba há cerca de seis anos, quando ainda cantava em uma banda de reggae de Brasília. E o samba veio para ficar. A artista comandou no pré-carnaval 2019 o bloco Samba da Mulher Bonita e hoje se destaca apresentando em eventos e noites de Brasília. O Samba da Mulher Bonita é um bloco de sua autoria.

Agora, Kika retorna com sua banda para se apresentar neste domingo (23), a partir das 16h, no Mel Bar (Rua das Pitangueiras – Lote 5 e 6 – Edifício Easy – Ao lado da estação Arniqueiras de Águas Claras). No evento Samba Insano, a sambista trará canções de Cartola, Clara Nunes, Beth Carvalho, dentre outros. Couvert artístico: R$ 5.

O repertório contará ainda com músicas autorais como Negra de Fé, A Receita de Ser Feliz e Me Deixa no Samba. As músicas foram compostas por Kika em parceria com o músico Thiago Castro.

A banda da cantora é formada por Caio Melão (cavaco), Mariana Sardinha (cavaco), Matheus (pandeiro), Flavinho Dias (sete cordas) e Missô (surdo e tantam) “Será um dia de muito samba, para ninguém ficar parado”, garante Ribeiro.

O samba de Kika Ribeiro 

Kika tem o samba nas veias. Em Brasília, a artista começou o evento Samba da Mulher Bonita no Cruzeiro Velho. Ela se apresentava todos os domingos no Divinu’s Pub e, depois, passou uma temporada no Sambistrô. E nunca mais parou. “Foi com o grande sucesso deste samba que surgiu a ideia de fazermos o Bloco Samba da Mulher Bonita, que virou oficialmente um bloquinho. Saímos no Cruzeiro no pré-carnaval de 2019”, conta Kika. A sambista já tocou na Lapa, no Cacique de Ramos, no Samba do Trabalhador e na Pedra do Sal, todos points badalados do Rio de Janeiro.

Ela participou ainda de um projeto autoral de samba em Brasília, onde deu luz às suas composições. “Participo também de um coletivo de samba de mulheres da capital federal, que existe há três anos. Na próxima edição do bloco Samba da Mulher Bonita, queremos reunir todas estas mulheres”, coloca, animada.

Agora, ela chega para se apresentar no Samba Insano no Mel Bar, point badalado de Águas Claras.

Sobre o Mel Bar 

O Mel Bar é um bar inovador, disposto a ser mais que um bar, mas uma ideia. Localizado dentro do Cowmeia, um coworking acima do padrão e fora do comum em Águas Claras, o local conta com galeria de arte, tênis de mesa, sinuca, totó, fliperama e, o melhor de tudo, pessoas.

Um enxame de boas energias e novas amizades. Com uma proposta audaciosa de oferecer todos os dias uma opção diferente, o Mel Bar convida músicos e DJs da cidade para tocar e embalar as tardes e noites brasilienses. No cardápio eclético é possível encontrar desde drinks especiais, cervejas, chopes e um bom churrasquinho para acompanhar.

Serviço

Samba Insano, com Kika Ribeiro e banda
Data: 23 de junho, domingo
Horário: 16h
Entrada: R$ 5, o couvert artístico
Local: Mel Bar (Rua das Pitangueiras – Lote 5 e 6 – Edifício Easy – Ao lado da Estação Arniqueiras de Águas Claras)
Não recomendado para menores de 18 anos
Informações: 99837-4020

Anterior No Guará começa a mais charmosa festa junina da cidade
Próximo Comidas típicas de festa junina harmonizam com tintos