Charlie Brown Jr anuncia turnê “Tamô aí na atividade”, com 23 shows já marcados em todo Brasil

A terça-feira, dia 9 de abril, foi escolhida a dedo pelos integrantes do Charlie Brown Jr. Nesta data o vocalista Chorão, que deu origem a banda, faria 49 de anos de vida e por esse motivo seu filho Alexandre Abrahão resolveu juntamente com os outros componentes.

Em uma apresentação memorável na Áudio, casa noturna de São Paulo, a banda cantou sucessos como “Os loucos sabem”, “Só por uma noite”, “Lugar ao Sol”, “Proibida pra mim”, “Papo Reto”, “Dias de Luta, Dias de Glóra”, “Lutar pelo que é meu”, entre outros hits inesquecíveis que a banda possui.

E para que tudo isso acontecesse, o Fábio Lopes da agência HIT, preparou uma estrutura fantástica com uma pista de skate atrás do palco, com os skatistas fazendo suas apresentações juntamente ao show, além dos bailarinos de strite dance, que dançaram com a banda no palco, levando o público ao delírio.

Está nova turnê está sendo produzida pelo filho do Chorão, Alexandre Abrahão, e estarão presentes na banda os músicos Marcão Britto (guitarra), Heitor Gomes (baixo) e Pinguim Ruas (bateria), que faziam parte da formação original do Charlie Brown Jr. No vocal, será feito um rodízio de músicos.

Antes de iniciar o show, os integrantes deram uma coletiva de imprensa contando que já tem 23 shows marcados pelo Brasil todo, e o primeiro será em São Paulo, no dia 13 de Junho, dia Mundial do Rock. Alexandre Abrahão, revelou também que “O intuito da turnê não é lançar disco, nada disso, é literalmente pegar a história do Charlie Brown, que é grande, linda e magnífica, e trazer para 2019, 2020, 2021″.

E para abrilhantar mais a noite, eles tiveram uma participação mais que especial, Mark Heylmun, do Suicide Silence, que era uma das grandes bandas de inspirações para Chorão. Assim, os músicos deixaram o público presente e imprensa muito emocionados e ansiosos para essa grande turnê “Tamô aí na atividade” que já se inicia este ano.

Charlie Brown Jr
Banda Charlie Brown Jr
Anterior Além do Bem e do Mal, publicada pela Editora Edipro
Próximo Nube Hub recebe o "As prisões: práticas de atenção em Brasília"