Wiki Loves Monuments 2016


Símbolo da política brasileira, o Palácio do Planalto foi o grande vencedor da etapa nacional do Wiki Loves Monuments 2016.

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, este patrimônio histórico é um dos cartões-postais mais famosos de Brasília, capital federal. A foto é de autoria de Gastão Guedes e representará o Brasil na etapa internacional do maior concurso fotográfico do mundo.

O segundo lugar foi conquistado pela Oca do Ibirapuera (SP), clique feito por Sergio Scripilliti, e, em terceiro, ficou o Forte dos Reis Magos (RN), da fotógrafa Carla Belke. Conforme o regulamento, os três primeiros colocados dividirão o prêmio de R$ 6 mil.

“Um dos nossos objetivos é fomentar a diversidade brasileira, que se reflete nos bens culturais que temos em nosso País. Na edição deste ano, tivemos o apoio do IPHAN [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional] para atualização dos bens nacionais e firmamos uma nova parceria com a Secretaria da Cultura do governo de São Paulo, que possibilitou a inclusão de 400 bens tombados estaduais na lista do concurso. Queremos ampliar as parcerias regionais em 2017”, destacou Juliana Monteiro, coordenadora de projetos GLAM (Galerias, Arquivos, Bibliotecas e Museus), do Grupo Wiki Educação Brasil.

Ao todo, concorreram 2.885 imagens feitas por 387 fotógrafos.O acervo está disponível para consulta no Wikimedia Commons. O resultado da etapa internacional será divulgado até o fim de novembro.

O Wiki Loves Monuments foi realizado pela primeira vez em 2010, na Europa. A etapa brasileira foi criada ano passado, pelo grupo Wiki Educação Brasil, filiado à Wikimedia Foundation. Para outras informações, acesse: http://www.wikilovesmonuments.org/

Sobre o Grupo Wiki Educação Brasil

Criado em 2015, o grupo é formado por professores, pesquisadores, estudantes e voluntários ligados a projetos da Wikimedia Foundation, dentre eles, a Wikipédia. Atualmente, conta com mais de 20 membros ativos e dezenas de colaboradores, vindos de diversas áreas do conhecimento, que defendem a popularização da ciência e a inclusão digital.

Anterior Athos Bulcão em sua casa
Próximo Clubinho do Pátio especial