Com mergulho em conceito, o artista Wesley Poison revela sua poesia em formato de clipes trazendo complemento visual em suas declamações

Apostando em produção audiovisual, mediante o lançamento de sua saga poética, o artista conta que: “As poesias são muito visuais pra mim quando as escrevo, e flertar com nuances distintas desses elementos me dá mais liberdade para explorar a imaginação e unir esses mundos que se complementam. É uma maneira de trazer mais contraste em como é reportada a história, de modo que não se precise deixar o significado apenas na escrita”.

Sem poupar profundidade, o poeta introduz o público aos seus clipes versando suas ideias e fortalece a visão de onde pretende chegar. Ele declara que esse projeto faz parte de seu livro de poemas que será lançando nesse ano de 2021, ainda sem data oficial.

Wesley Poison também assina a composição das melodias, roteiro, tendo ainda dirigido os vídeos.

Ele explica que a poesia é sobre imagens moldadas: “A composição traz reflexão sobre termos imagens moldadas por outros mediante a conveniente dedução. Não temos controle sobre como somos vistos pelas pessoas, e às vezes nem sobre nós mesmos. É sobre não deixar que isso tenha influência em amarrar nossos caminhos, nos privando de prosseguir sendo nós mesmos.”

Acompanhe o artista: https://www.instagram.com/wesleypoison/

💬
ACESSE E DIVULGUE NOSSA PÁGINA DE FINANCIAMENTO COLETIVO DA REVISTA E SITE AQUI TEM DIVERSÃO 👇
Anterior Do Outro Lado do Mar 🎭 segue em cartaz, em formato digital
Próximo Dily Nicoluche, a musa retorna ao Bella da Semana