O badalado beauty artist Walter Leal, que cuida dos fios de uma constelação de celebs e é o responsável pela caracterização das produções da TV Record, agora oferece seu time de talentos para o cinema, teatro, publicidade, além do público em geral. “É preciso entender o subjetivo das pessoas”, diz.

Com a proposta ousada de imprimir sua marca no dia-a-dia das pessoas, o hairstilyst Walter Leal acaba de lançar a agência de beleza e caracterização Leal Visagismo. Trata-se de um modelo de negócio misto. Isso porque Leal e seu time vão assinar campanhas publicitárias, produções para teatro, cinema e TV, além de atender ao público final. E não só: cursos de formação profissional também estão na pauta da marca.

Com apenas 26 anos de idade, o profissional é um verdadeiro menino-prodígio da área da beleza. Afinal, ele tem no currículo doze anos de profissão, oitos dos quais no badalado Studio W, rede de salões de Wanderley Nunes.

Com um talento aguçado para compreender necessidades e encontrar uma harmonia precisa entre cabelos e rosto, Walter logo despontou entre os famosos. Hoje, atende uma constelação de celebs, como Alice Braga, Bianca Comparato, Mônica Carvalho, Marcela Muniz, Chris Ubach, Cristiana Oliveira e Dudu Azevedo, além de empresárias e socialites paulistanas.

O embrião da Leal Visagismo surgiu há três anos, quando Walter começou a ser constantemente chamado para diversos trabalhos de caracterização de personagens, espalhando sua arte por novelas e séries como 3% (Netflix), Jesus (Record) e Assédio (TV Globo), entre outras. “Com tudo isso acontecendo, a Leal Visagismo acabou sendo uma consequência natural. Achei que já era hora de expandir”, conta ele.

Os mais de doze anos dedicados a buscar harmonia entre cabelos e rosto dos clientes levou Leal a se especializar no visagismo. “Beleza tem a ver com autoestima elevada e com uma sensação plena de bem-estar diante do espelho”, explica ele. “E é isso que procuro em cada pessoa que se senta na minha cadeira”, diz. “Tem sido muito gratificante.”

Como surgiu a caracterização

Graças à personalidade inquieta, movida por desafios, e uma sensibilidade aguçada, Walter Leal tem transformado sua jornada em uma trilha de caminhos ousados. Foi assim que encarou a primeira caracterização, em 2016, para a atriz Chris Ubach viver a personagem Joana Souza, na série A Garota da Moto (uma coprodução do SBT com a Fox Networks Group Brasil). “É fascinante interpretar o subjetivo das pessoas”, conta.

Por conta do grande talento e olhar apurado que emergiu na caracterização, Walter Leal foi escolhido pela Rede Record para ser o responsável de toda a teledramaturgia da emissora, incluindo telenovelas, minisséries e macrosséries. “Nesses trabalhos, eu mergulho no contexto da história, cenário e figurino, para, então, desenvolver o cabelo e o make dos personagens, enfatizando os traços mais importantes e a ideia central do que quero transmitir.”

Nos últimos três anos, criou a imagem de diversos personagens: fortes, alegres, profundos, dramáticos, divertidos, de época, bíblicos, urbanos etc.

Ao todo, são trinta pessoas na equipe da Leal Visagismo, que seguem o que Walter Leal desenvolve para cada personagem das tramas.

Para uma caracterização acontecer, o ponto de partida é a criação de um conceito para cada ator. A partir daí a equipe Leal Visagismo — com cabeleireiros, maquiadores, barbeiros e até terapeuta capilar — trata da execução e manutenção das caracterizações, desenvolvidas pelo próprio Walter Leal. “Temos na equipe verdadeiros artistas, escolhidos por mim a partir de um criterioso processo de seleção e que, depois, passaram por amplo treinamento.”

Do set de filmagem para as ruas

Já quando a ideia é atender ao público final, a Leal Visagismo atua na produção de make e cabelos para homens e mulheres, tanto no seu dia a dia, como em eventos sociais. Casamentos e festas de formatura, entre tantas ocasiões que merecem uma produção cuidadosa, são alguns deles.

“Quero facilitar o acesso à beleza e aos talentos da minha equipe”, diz Walter. “Desde sempre a televisão é uma referência e tem sido um modo democrático de acompanhar as tendências que estão em alta”, diz. “Queremos imprimir na nossa marca essa via de mão dupla, da TV para as ruas, e vice-versa.”

O cuidado é tão primoroso que na próxima superprodução bíblica da TV Record, Jezabel, com estreia prevista para o próximo 23 de abril, o visagista lançou mão de estratégias que conquistaram um resultado fidedigno para os personagens da trama, fugindo de imagens caricatas. “Na televisão, o melhor é buscar o atemporal, com uma linguagem que não fique datada. Com essa identidade própria, a história faz mais sentido”, conclui Walter.

Empresa voltada para o segmento da beleza

A Leal Visagismo busca também inspirar os profissionais do segmento, propondo um novo jeito de se trabalhar. Além de promover um modelo de negócios inédito no mundo da beleza, a empresa propõe ao time a melhoria contínua e a quebra de paradigmas. Por isso, já estão previstos cursos de especialização, capacitação e treinamentos. “Vamos definir áreas de atuação e investir pra valer no upgrade dos profissionais”, explica Leal.

Para Walter Leal, atuar na formação e na educação voltada para o segmento é mais que uma missão: é o verdadeiro propósito e a razão de ser de sua trajetória. “Com poucas exceções, de modo geral, os profissionais da beleza não são tão bem remunerados. Por causa, ou como consequência disso, muitos talentos são perdidos no meio do caminho”, diz. “Eu quero mudar essa cultura para que todos consigam desenvolver suas habilidades ao máximo, com foco e determinação. A ‘minha receita’ é essa”, destaca ele.

Anterior Livro O Silêncio dos Livros de Fausto Luciano Panicacci
Próximo Natália Casassola retorna ao Bella da Semana nesta quarta-feira