Vencedores do Bar em Bar


Bar em Bar: vencedores são conhecidos em noite de festa

Foram 20 dias de festival, 41 bares e restaurantes e mais de 10 mil petiscos vendidos: esse é o resultado de sucesso do Bar em Bar 2016. A festa de encerramento do festival que celebra a gente, que ocorreu na noite de terça-feira (29), no Iate Clube, consagrou nove participantes como os melhores do Bar em Bar. Destaque para os restaurantes Armazém 21 Carne de Sol (Gama) e Universal Diner (210 Sul) que levaram para casa dois prêmios cada.

A categoria cerveja ou chop mais gelado foi conquistada pela Cervejaria Godofredo (408 Norte). O prêmio de Garçom Destaque, definido pelo voto popular por meio do site do festival, foi vencido pelo Vicente de Sousa, do restaurante Supremo (Gama). A categoria Melhor Atendimento, que avalia o estabelecimento como um todo, teve empate na votação e duas casas levaram o prêmio: a Cantina da Massa (302 Sul) e o Armazém 21 Carne de Sol (Gama). O Universal Diner levou dois prêmios para casa, o restaurante venceu nas categorias Melhor Ambiente e Melhor Drink. Já o prêmio de Melhor Barman foi conquistado pelo Del Silva, do Dudu Bar (303 Sul).

As novidades da edição 2016 do Bar em Bar foram duas novas categorias: Melhor das Redes, que se refere ao vídeo mais compartilhado na página da Abrasel-DF, e o Bar Revelação, para o estabelecimento com menos de um ano de fundação e que é sucesso na cidade. Os vencedores foram o Sarará Bar e Petiscaria (Gama), que obteve 139 compartilhamentos, e o 400Quatrocentos (410 Norte), aberto em 2015, e que já conta com clientes fiéis, ambiente agradável e petiscos deliciosos.

Para finalizar a noite, na categoria mais aguardada, a de Melhor Petisco, duas casas tiveram a mesma pontuação e receberam o prêmio de Melhor Petisco do Bar em Bar 2016: o Carpe Diem e o Armazém 21 Carne de Sol (Gama).

A Quadrilha, prato do Carpe Diem para o festival, foi formado por quatro tipos de petiscos: bolinho de risoto com gorgonzola e frutas vermelhas, bolinho de mandioca com brie e geleia de pimenta, linguiça de pernil com mostarda e mel, e polpetas com pesto de azeitona e servia três pessoas.”Todas as nossas quatro casas participaram do festival e tivemos uma grande procura pelos petiscos até mesmo nas casas que não tem perfil de bar. Muitos clientes pediram que mantivéssemos o prato no cardápio dos restaurantes e, por enquanto, continuaremos servindo o petisco no Carpe Diem La Cuccina (Terraço Shopping) pelas próximas semanas”, comentou Fernanda La Rocque, sócia-proprietária.

Para o vencedor em duas categorias e estreante no festival, Guilherme Viegas, sócio-proprietário do Armazém 21 Carne de Sol, no Gama, o festival deu maior visibilidade ao estabelecimento. “Tivemos um aumento de mais de 20% nas vendas e o sucesso foi tão grande que iremos manter o petisco no nosso cardápio. Os clientes já poderão experimentar o Cupim de Sol, que acompanha mandioca, a partir de hoje (30). O prêmio foi uma surpresa, mas fechou com chave de ouro nossa participação no Bar em Bar”.

Para o presidente da Abrasel-DF, Rodrigo Freire, o Bar em Bar foi positivo. “Cada casa vendeu, em média, 300 petiscos e tivemos um aumento significativo no movimento dos bares e restaurantes participantes. Estamos muito felizes com o resultado do festival”, disse.

Além da premiação, duas casas foram homenageadas no encerramento do Bar em Bar. O Beirute recebeu o troféu Bodas de Ouro em comemoração aos 50 anos de fundação da casa. Já o Carpe Diem ganhou o troféu Bodas de Prata pelos 25 anos do restaurante.

Para o presidente do Sindhobar, Jael Silva, o Bar em Bar mostrou, mais uma vez, a cultura gastronômica dos bares e restaurantes brasilienses. “Não é à toa que somos considerados o terceiro polo gastronômico do país. A Abrasel e o Sindhobar, juntas nesse festival, mostraram a força que a união das associações podem fazer pelo mercado de alimentação fora do lar. Com o festival ajudamos a fidelizar novos clientes para os bares e restaurantes e estamos muito contentes com o resultado”, completa.

Auditoria de qualidade

Durante a realização do festival, a Abrasel em parceria com o Sebrae realizaram o programa Auditoria de Qualidade. Os bares e restaurantes participantes do festival receberam a visita de dois auditores para melhorar a qualidade no atendimento, a redução dos custos, bem como eliminar desperdícios e aumentar os índices de produtividade.

Foram realizados trabalho in loco, com treinamento prático e operacional, para todas as equipes. “Esse ano, com o Bar em Bar, conseguimos introduzir a consultoria individual nas casas participantes e deixar um legado e agregar mais conhecimento a gestão dos bares e restaurantes, diminuindo o desperdício e melhorando o atendimento e produção”, afirma Rodrigo Freire, presidente da Abrasel-DF.

Confira as categorias e os vencedores

MELHOR PETISCO: Carpe Diem e Armazém 21 Carne de Sol (Gama)
CERVEJA CHOP MAIS GELADO: Cervejaria Godofredo (408 Norte)
MELHOR ATENDIMENTO: Cantina da Massa (303 Sul) e Armazém 21 Carne de Sol (Gama)
GARÇOM DESTAQUE: Vicente (Supremo – Gama)
MELHOR AMBIENTE: Universal Diner (210 Sul)
MELHOR DRINK: Universal Diner (210 Sul)
MELHOR BARMAN: Dudu Bar (303 Sul)
MELHOR DAS REDES: Sarará Bar & Petiscaria (Gama)
RESTAURANTE REVELEÇÃO: 400Quatrocentos (410 Norte)
BODAS DE OURO: Beirute
BODAS DE PRATA: Carpe Diem

Anterior Velhice Ponto G de Ruth Guimarães
Próximo Encomenda de Ceias de Natal Nebbiolo