Terror na Mostra do Filme Livre


Mostra do Filme Livre exibe filme de terror brasiliense no fim de semana, Brasília está representada na mostra pelo longa metragem de terror trash “A Capital dos Mortos II, de Tiago Belotti, evento inclui ainda sessão de curtas para a garotada e um documentário sobre uma instituição psiquiátrica, que será seguido de debate com especialistas no domingo

O último fim de semana da 15ª edição da Mostra do Filme Livre em Brasília traz muitos filmes inéditos, debates e curtas para a garotada. Com entrada franca e mais de 170 filmes de todos os gêneros e formatos, a 15ª edição do evento fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB Brasília) até 2 de maio. A mostra tem patrocínio do Centro Cultural Banco do Brasil por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

A tradicional Mostrinha vem novamente com curtas voltados ao público infantil , incluindo um filme realizado por crianças. As sessões voltadas para a garotada acontecem sábado e domingo, sempre às 11h da manhã.

Terror no DF – Representante único do DF na MFL, o filme “A Capital dos Mortos II”
É a segunda parte da saga de terror trash do cineasta Tiago Belotti. Após a sessão do sábado, dia 30/4, Belottii participa de um debate aberto ao público com mediação de Christian Caselli, curador da mostra e expert em cinema trash.

Loucura – No domingo, dia 1 de maio, às 19h30, após a sessão do filme “A loucura entre nós”, documentário de Fernanda Fontes Vareille passado em corredores e grades de um hospital psiquiátrico, o público está convidado a participar de um debate sobre os limites da insanidade. Participam Marcelo Veras, psicanalista, membro da Escola Brasileira de Psicanálise e autor do livro “A loucura entre nós”, e Eva Falheiro, coordenadora do Movimento Pró-saúde Mental do DF e Diretora da Inverso, sob mediação de Giovanna Quaglia, psicanalista, membro da Delegação Geral GO/DF e da Escola Brasileira de Psicanálise.

A PROGRAMAÇÃO COMPLETA PODE SER ACESSADA NO http://mostradofilmelivre.com/16/agenda.php

Serviço

Cinema CCBB
até 2 de maio de 2016
Horários / Classificação Indicativa: consultar programação nos sites: mostradofilmelivre.com e bb.com.br/cultura
Ingressos: entrada franca – mediante retirada de senha com uma hora de antecedência
Lotação: 70 lugares
Horários da Bilheteria: 13h às 21h, de quarta a segunda-feira
Acesso para pessoas com deficiência: Sim
Horários e classificação indicativa disponíveis no site www.bb.com.br/cultura e no facebook.com/ccbb.brasilia

Anterior Gustavo Mendes em Brasília
Próximo O samba elegante de Carlos Navas