Apresentação inédita de Teago Oliveira na cidade acontece no dia 19 de dezembro na Cervejaria Criolina

Em setembro de 2019, Teago Oliveira, conhecido por ser o frontman da banda Maglore, lançou seu primeiro disco de carreira solo, Boa Sorte (Natura Musical). Muito bem recebido pela crítica e público, Teago fez a estreia ao vivo em Salvador, sua cidade natal, onde realizou dois shows no Teatro Castro alves, sendo que na última ocasião, ele abriu a noite para a Pitty, artista baiana, para uma platéia de cerca de 5 mil pessoas, capaz de lotar a Concha Acústica.

Em São Paulo, Teago desejou sua “Boa Sorte” aos fãs que foram ao Auditório Ibirapuera, prestigiar a primeira noite solo do artista na cidade onde vive atualmente. No dia 19 de dezembro, quinta-feira, será a vez do encontro com Brasília. O show começa às 20h na Cervejaria Criolina e os ingressos já estão à venda.

O disco, com 11 faixas inéditas, foi lançado em parceria com a Natura Musical e foi distribuído pela gravadora Deck. Exemplares físicos, em formato CD, estarão à venda no dia do show. Junto ao álbum, Teago Oliveira disponibilizou em seu canal do YouTube dois videoclipes: Corações em Fúria (Meu Querido Belchior) e Bora. Sua carreira solo aparece no momento em que seu nome é destaque na música popular brasileira.

Portanto, o repertório inédito será costurado por canções de sua autoria que foram regravadas por outros artistas. Como por exemplo: Motor, faixa do “Vamos pra Rua” (2013), lançada originalmente pela Maglore, e que faz parte do setlist de “Matriz” (Deck/2019), disco da Pitty. A mesma composição foi recriada na voz de Gal Gosta, que gravou e lançou sua versão em 2019. Não Existe Saudade no Cosmos, composição de Teago lançada por Erasmo Carlos em “Amor é Isso” (2018), também entra no repertório da atual turnê de Boa Sorte.

O show será intercalado entre momentos solitários, em que apenas seu violão e sua guitarra acompanharão sua voz. Em outras partes, as músicas serão apresentadas com a roupagem de baixo, bateria, percussão e programações eletrônicas. Predomina no disco uma paisagem sonora antiga, com mellotron, cordas e tambores.

Em Boa Sorte, Teago apresenta uma estética percussiva e experimenta texturas que fogem da formação convencional de bandas com guitarra, baixo e bateria. Os arranjos, em sua maioria, foram nascendo no momento da gravação, sem passar por etapa de pré-produção, assim como algumas vozes guias, que acabaram entrando na versão final. Produzido por Leonardo Marques (III e Todas as Bandeiras), na Ilha do Corvo, em Belo Horizonte, Teago foi à Minas Gerais dar cor ao seu lado mais cancionista. A mixagem e masterização são de Gui Jesus (selo RISCO).

O projeto do disco “Boa Sorte” foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 e do Estado da Bahia, através do programa Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda. “Natura Musical foi criado para valorizar a diversidade e identidade da música brasileira”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “Desde 2012, o edital já ofereceu recursos para 38 projetos na Bahia, como Russo Passapusso, Lucas Santtana, OQuadro, Ederaldo Gentil e, agora, o Teago Oliveira”, completa.

Teago Oliveira lança Boa Sorte em Brasília

Data: Quinta-feira, 19 de dezembro de 2019
Horário: 20h (Abertura da casa) | 22h (Começo do show)
Local: Cervejaria Criolina – SOF SUL Qd 01 Cj B Lote 06
Ingressos: R$30 (antecipado) pelo Sympla.

Ouça o disco Boa  Sorte: TeagoOliveira.lnk.to/BoaSorte
Redes Sociais: Instagram | Facebook

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

Em 2018, o edital do programa selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos, e estabeleceu parcerias com 10 festivais independentes de Norte a Sul do país. A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com cerca de 100 shows para adultos e crianças ao longo de 2018.

Anterior Festival São Batuque celebra culturas de Matrizes Africanas
Próximo Obras de 25 gravadoras na Galeria Oto Reifschneider