O cantor e compositor Stênio Neves lança seu segundo CD, “Pérola do sal”, no dia 19 de novembro, às 21h, no Clube do Choro de Brasília. O show será uma viagem pelas faixas presentes no novo álbum e também por músicas de seu primeiro CD, “Lapidando”, com novas roupagens trazidas pela banda, além de grandes sucessos da música brasileira que fazem parte das influências do artista. O artista divide o palco com os instrumentistas Filipe da Hora (Guitarra), Patrick Rerison (Baixo), Fernando Ramil (Bateria), Juca Junior (Percussão) e Marcelo Lima (Teclados).

O novo trabalho de Stênio Neves traz som de pegada marcante, voz suave e letras poéticas e verdadeiras, uma mistura para balançar o corpo e a mente. “Pérola do sal” vem comunicar e transmitir pensamentos e formas de enxergar as questões do mundo atual por meio do olhar da beleza e da positividade. “Um disco que irradia energia e leveza, vestido por um som moderno e vibrante. Rico de influências e referências das mais diversas dentro da cultura e da musicalidade brasileira e do mundo”, comenta o artista.

Com 8 faixas, o álbum conta com a participação de grandes músicos da cena brasiliense e nacional: os instrumentistas Célio Maciel (Bateria), Sandro Jadão (Baixo Elétrico), Filipe da Hora (Guitarra), Caetano Bartholo (Teclados) e Larissa Umaytá (Percussão), além do próprio Stênio Neves (Voz, Violão e vocal de apoio). O CD tem produção de Alan Pinho (Refinaria Estúdio).

O disco contou com duas participações especiais. A primeira foi de João Ferreira, violonista, professor da escola de música de Brasília e integrante da Banda Natiruts, que gravou a guitarra baiana na 5ª faixa do disco (Encantos da sereia). A segunda participação foi do mestre de capoeira, Luiz Renato (Grupo Beribazu), grupo de relevância mundial na capoeiragem e do qual Stênio é integrante desde 2011. O mestre participou gravando berimbau na 7ª faixa do disco (Tranquilize o coração).

A produção apresenta composições como “Abre a janela”, que abre o disco, um sambasoul carregado de swing e leveza dos vocais, um convite a se entregar e se abrir para as possibilidades que a vida nos trás. Na sequência, um dance orgânico ensolarado e cheio de energia pra ninguém ficar parado, “Bloco na rua”, propõe uma reflexão sobre a necessidade de se levantar, de ter fé, seguir em frente e “botar o bloco na rua”.

A terceira faixa do disco é “Aquele balanço”, um soul quente, verdadeiro convite black à celebração da vida. Do soul para o reggae, “Inspiração” é a quarta faixa do disco, um reggae pura vibe em que o compositor brinca com a relação musa e inspiração, pois a musa da canção também pode ser o próprio “momento em si” de inspiração. Uma canção do mar no melhor estilo nordestino, com a pegada das guitarradas do norte e o timbre da maravilhosa guitarra baiana, esse é o caldeirão da quinta faixa do disco “Encantos da sereia”.

A sexta faixa do disco “Voltas do mundo” é um passeio pelo estilo que está presente desde a infância na vida do compositor, um forró gostoso com letra que remete aos encontros apaixonantes que só o forró pode proporcionar numa dança a dois. “Tranquilize o coração”, sétima faixa, um mantra negro com a mistura sonora mais singular do disco, canção de afirmação e consciência, para lembrar a negritude, a necessidade de afirmação, do orgulho e da beleza negra, e a necessidade de amor, respeito e união, como diz em seus versos “os laços não são correntes”, “você não está sozinho, creia nisso”. Fechando o disco, uma canção para falar de um dos sentimentos mais presentes no cancioneiro brasileiro, a saudade, “Voltei pra casa” fala de um prazer que mora dentro do sentimento de saudade, o prazer de vivenciar o fato de estar longe de onde ou de quem se gosta, com a firmeza de saber e ter pra onde voltar e sentir o prazer de poder viver o voltar, tudo isso no frescor dos rif`s de guitarra naquela pegada leve que toda boa balada pop merece.

O CD de Pérola do sal tem realização da Beco da Coruja Produções, com recursos do Fundo de Apoio a Cultura do Distrito Federal (FAC/DF). O disco estará à venda no Clube do Choro, no dia do show, ao preço de R$20,00. Depois, em todas as plataformas digitais.

Sobre Stênio Neves

Um artesão de canções se lapidando no teatro da vida. Stênio Neves, cantor e compositor nascido no Cerrado de Brasília/DF, que uni em suas canções a riqueza da música brasileira, mesclando diversos estilos como samba, reggae, forró, pop e soul, ele engrossa o caldo que ferve no caldeirão de influências de sua musicalidade.

Stênio é formado em Direito, estudou Canto Popular na Escola de Música de Brasília e Elementos Técnicos de Palco (Iluminação/Sonorização).

Como compositor foi vencedor do festival de música da Rádio Popular FM de Samambaia de 2007 (Melhor letra e 2º colocado melhor música geral); Finalista do Festival Caça Bandas da Rádio Nacional e UK Brasil Pub de 2011 (Banda Ebó), entre outros.

Em 2015 realizou seu primeiro projeto autoral chamado “Lapidando” – CD/DVD – gravado ao vivo no Anfiteatro 9 (UnB) em Brasília/DF. Projeto de formato voz e dois violões, no qual foi acompanhado pelo violonista Moisés Bezerra (Unb/Brasília).

Atualmente é integrante do grupo de cultura popular “Porta do Mundo”, grupo criado em 2017 e com relevante presença na cena de cultura popular do DF, também do Projeto “Parceria” com o músico Filipe Braga (Samba, Choro e Forró).

Setlist do álbum

1. Abre a janela

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

2. Bloco na rua

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

3. Aquele balanço

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

4. Inspiração

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

5. Encantos da sereia

Músicos: João Ferreira – Guitarra baiana/ Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

6. Voltas do mundo

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados, Acordeon/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

7. Tranquilize o coração

Músicos: Mestre Luiz Renato – Berimbau/ Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

8. Voltei pra casa

Músicos: Célio Maciel – Bateria/Larissa Umaytá – Percussão/ Sandro Jadão – Baixo Elétrico/ Filipe da Hora – Guitarra/Caetano Bartholo – Teclados/ Stênio Neves – Voz, Violão, Vocal de apoio.

Shows de Lançamento – Pérola do sal (Stênio Neves)

Data: 19 de novembro
Local: Clube do Choro
Horário: 21h
R$ 20 meia-entrada
Classificação Livre

Anterior Confira três opções de pratos rápidos e saborosos
Próximo Motörhead lança box comemorativo para 40 anos de clássicos