Show de homenagem a Tom Jobim


Show de homenagem a Tom Jobim terá apresentação extra no sábado (19), tributo ao mestre acontece às 18h30 e conta com participação de três dos maiores nomes da MPB

Com enorme sucesso de vendas, os fãs de um dos maiores ícones da Música Popular Brasileira já podem contar com um gostinho a mais para matar a saudade dos clássicos que marcaram a Bossa Nova no país. Apresentado pelo Ministério da Cultura e Brasal, show de homenagem ao maestro, músico e cantor Tom Jobim (1927-1994), que reúne Joyce, João Bosco e Toquinho, contará com uma apresentação extra no dia 19 de março (sábado), às 18h30, no auditório máster do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os artistas irão dividir o mesmo palco, onde farão um passeio pela obra de Tom Jobim, contemplando diversos clássicos da música popular brasileira.

Os ingressos estão a venda e podem ser adquiridos pela internet (ingressorapido.com.br), na Central de Ingressos do Brasília Shopping (Piso G2), FNAC (Park Shopping) ou através do telefone 4003-1212. Para a sessão especial, as entradas custam de R$ 40 (Poltrona Especial/meia/1º lote) e R$ 50 (Poltrona Gold/meia/1º lote).

O encontro, especialmente criado para tal homenagem, marca duas décadas da morte do grande mestre, em dezembro de 1994, e faz uma emocionante homenagem ao maestro soberano.O repertório do show inclui canções como “Retrato em branco e preto”, “A felicidade”, “O mar”, “Ela é carioca”, “Estrada do sol” e “O morro não tem vez”, interpretadas por Joyce, “Águas de março”, “Água de beber”, “Dindim”, “Desafinado”, “Ligia” e “Fotografia”, por João Bosco e, por sua vez, Toquinho interpreta “Eu não existo sem você”, “Só danço samba”, “Eu sei que vou te amar”, “Garota de Ipanema”, “Corcovado” e “Vivo sonhando”.

Em 1987, Tom Jobim definiu Joyce como “..Uma das maiores cantoras de todos os tempos!… Como se não bastasse, Joyce é grande compositora e toca todo aquele violão! Eta mulhézinha danada!”. Nascida no Rio de Janeiro, a cantora, compositora, arranjadora, instrumentista e dona de 4 indicações ao Grammy Latino, ela tem em sua bagagem uma extensa discografia e cerca de 400 gravações de músicas suas por alguns dos maiores nomes da música popular brasileira, como Elis Regina, Maria Bethânia, Monica Salmaso, Gal Costa, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Edu Lobo, Emilio Santiago, Boca Livre, Nana Caymmi, Zizi Possi, Elizeth Cardoso, Simone, Leny Andrade e muitos outros. Na área internacional, tem sido gravada por nomes de peso como Annie Lennox, Wallace Roney, Omara Portuondo, Black Eyed Peas, David Sanchez, Jon Lucien, Claus Ogerman, Gerry Mulligan, Till Brönner, Flora Purim e outros mais.

Já João Bosco, desde a sua estreia, sob a benção jobiniana, num disco compacto que tinha “Agnus sei” de um lado e “Águas de março” de outro, está completando 44 anos de carreira. Como no poema de Drummond, pode-se dizer que ele atinge a marca na seguinte situação: “Quarenta anos e nenhum problema/ resolvido”. Grande homenageado do 23º prêmio da Música Brasileira, em 2012, ele tem mais de 25 CDs gravados, o que gerou a ele grande reconhecimento nacional e internacional.

E Toquinho, músico, compositor e intérprete, sabe unir técnica e sensibilidade, o popular e o erudito na sua aquarela de sons e harmonia. Neste ano, comemora seus 50 anos de carreira, com 84 discos gravados, mais de 450 composições e cerca de 8.500 shows no Brasil e Exterior.

Sobre Tom Jobim

Cantor e compositor dos anos 60, com músicas memoráveis, entre elas, a famosa “Garota de Ipanema”, gravada em parceria com o poeta Vinícius de Moraes, Tom Jobim foi o grande nome da MPB, principalmente na Bossa Nova, movimento derivado do samba e com a influência do Jazz, abrindo o caminho para grandes nomes que seguiram o mesmo estilo, entre os quais se destaca Toquinho, Elis Regina e tantos outros.

Uma das características das músicas de Tom era dotar as suas canções de leveza e elegância, além de fazer com que as suas canções não caíssem no esquecimento, mas que fossem cantadas pelo povo. Essa linha do pensamento do artista é compartilhada pela produtora Yeda Cruz, que fala em um show o qual o público pode esperar “um deleite” para os apreciadores da Música Popular Brasileira.

Serviço

O Que: Uma Homenagem a tom Jobim – sessão extra
SHOW COM JOÃO BOSCO, JOYCE E TOQUINHO
Onde: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – Auditório Máster
Quando: 19 de março de 2016, às 18h30
*Quanto:
SETOR
VALOR MEIA ENTRADA*
POLTRONA ESPECIAL
R$ 40,00
POLTRONA GOLD
R$ 50,00
*Valores referente à meia entrada e sujeito à alteração sem prévio aviso.
Pontos de vendas:
Sem taxa de conveniência: Central de Ingressos – Brasília Shopping / piso G2
Com taxa de conveniência: FNAC (Parkshopping)
Vendas pela internet e call center: www.ingressorapido.com.br / e (61) 4003-1212 (sujeito a taxa de conveniência)
Acessibilidade: Sim
Classificação indicativa: 12 anos
Mais informações: (61) 3364-0000

Anterior Bruna Viola e convidados
Próximo Master Class de Flamenco