Sexta Sonora de setembro


O Sexta Sonora de setembro homenageia a chegada da primavera com shows de cantoras, musicistas e compositoras da cidade.

A programação homenageia o feminino em alusão a estação que representa renovação. No palco, mulheres de gerações diferentes, bem como estilos distintos, acompanhadas por músicos consagrados. Desde agosto de 2015, o projeto abre espaço para a produção autoral de Brasília. Os shows são sempre nas sextas-feiras, às 19h30, no C’est la Vie Bistrô & Creperia, na 408 Sul.

A cantora e compositora Sandra Duailibe abre a programação, dia 2 de setembro, com o show “É primavera, te amo”, referência à canção Primavera, de Cassiano e Silvio Rochael, gravada recentemente por ela em seu DVD “Celebrizar”. Com seu disco de estreia, “Do princípio ao sem-fim”, Sandra foi indicada para concorrer ao Grammy Latino, em 2007. Ao lado do violonista Paulo André Tavares, Duailibe dá boas vindas à estação considerada por ela significativa pelo poder de “renovar o espírito, assim como as flores renascem”.

No dia 9 de setembro, Gisele Meira sobe ao palco e retoma sua parceria com o músico Marcus Moraes, cantando composições de Paulo César Pinheiro. No show, o duo relembra composições gravadas em 2009 no CD “E um Verso Vem Vindo – As Canções de Paulo Cesar Pinheiro”. No repertório, grandes sucessos como Menino Deus , Lapinha e​ Poder da Criação, além de outras, resultado de uma pesquisa constante que a intérprete faz sobre a obra deste que é o maior letrista e poeta da nossa MPB.

No dia 16, a cantora Jô Alencar apresenta o show “Brasilidades”. Acompanhada pelo grande arranjador Luiz Duarte e o percussionista Johnny Rodergas , o show traz um repertório que vai de canções do eterno Baden Powell, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, além de composições gravadas no CD homônimo ao show. “Será uma apresentação repleta de movimentos e emoção”, define Jô.

Já no dia 23 de Setembro, o palco do Sexta Sonora recebe o show instrumental da flautista e arranjadora Thanise Silva que se apresenta junto ao violonista Dudu 7 cordas. No repertório, o chorinho, cujo o duo ressalta a sutileza da interpretação dos dois instrumentos e os arranjos criados para envolver as composições já gravadas em uma nova roupagem.

E para fechar o mês de setembro, no dia 30, a cantora e compositora amapaense Emília Monteiro, acompanhada do violão de Cairo Vitor, leva ao público um show com músicas da sua turnê “Cheia de Graça”, iniciada em fevereiro deste ano para divulgar o CD homônimo, resultado de estudos rítmicos dos sons amazônicos, sobretudo os do Amapá e Pará, como o Marabaixo, Batuque, Lundu, Carimbó , Carimbó Chamegado, Cúmbia e Zouk Love. A cantora é consagrada no cenário musical do Norte e Nordeste. No carnaval de Recife deste ano, foi convidada pelo Maestro Spok para cantar ao lado dele no Galo da Madrugada, o maior bloco carnavalesco do mundo.

Programação do Sexta Sonora de setembro

02/09 – Sandra Duailibe e Paulo André Tavares
09/09 – Gisele Meira e Marcus Moraes
16/09 – Jô Alencar e Luiz Duarte
23/09 – Thanise Silva e Dudu 7 Cordas
30/09 – Emília Monteiro e Cairo Vitor

Anterior Revista Aqui Tem Diversão
Próximo Simone & Simaria no Villa Mix