O “Salão de Humor da Cidadania” mobilizou mais de 100 cartunistas profissionais e amadores do Brasil e do mundo, que inscreveram cerca de 500 trabalhos com o tema “Preconceito não tem graça”. São, ao todo, 504 desenhos de humor, sendo 338 internacionais, 106 do Brasil e 59 trabalhos de Brasília. Foram 155 cartunistas participantes, sendo 105 do exterior, 29 cartunistas do Brasil e 22 de Brasília. O primeiro lugar na categoria Distrito Federal ficou com Juarez Leite, do Gama. Já na Nacional, a obra selecionada é do artista Elcio Danilo Russo Amorim, de Caratinga (MG). O artista Kazanevsky Vladimir, da Ucrânia, foi quem levou o primeiro lugar na categoria internacional.

Os trabalhos foram inscritos em modalidades que compreendem: 1) atitudes preconceituosas 2) convivência e respeito às diferenças e 3) defesa dos direitos humanos, nas categorias charge, cartum, caricaturas e tiras de humor.

Também foram selecionados 90 trabalhos que serão expostos no Shopping Conjunto Nacional de Brasília, nos dias 23 a 27 de agosto deste ano, e constarão também no catálogo do evento. A premiação será entregue durante a exposição. Durante a exposição haverá, também, premiação por voto popular para as modalidades: 1 – Atitudes preconceituosas ; 2 – Convivência e Respeito às Diferenças e 3 – Defesa dos Direitos Humanos.

O projeto Salão de Humor da Cidadania – “Preconceito Não Tem Graça” é realizado pela Cooperativa Central Base de Apoio do Sistema ECOSOL no Distrito Federal Base Brasília Ltda com fomento do Fundo de Apoio à Cultura – FAC da Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Distrito Federal conforme Termo de Ajuste n° 300/2017, nos termos do Decreto n° 34.785/2013, com o apoio cultural do Shopping Conjunto Nacional de Brasília e produção da Carcará Editora Produção e Saber.

O projeto pretende ampliar a integração da sociedade à agenda cultural no combat

e ao preconceito e na defesa de direitos humanos por meio do humor gráfico e criar oportunidade de participação dos artistas do traço no cenário cultural. A proposta é discutir assuntos como combate ao preconceito, fortalecimento da cidadania e promoção dos direitos humanos por meio de charge, cartum, caricatura e tiras de humor.

PREMIADOS NO SALÃO DA CIDADANIA

“PRECONCEITO NÃO TEM GRAÇA”

Internacional – Kazanevsky Vladimir – Ucrânia – prêmio de R$ 2.500
Nacional: Elcio Danilo Russo Amorim (EDRA) – Caratinga/MG – prêmio de R$ 2.500

1º Lugar – Juarez Leite – Gama/DF- prêmio de R$ 2.000
2º lugar – Joaquim Rodrigues Dos Santos (KIM) – Águas Claras/DF – prêmio de R$ 1.500
3 º lugar – Ricardo Borges Oliveira – Brasília/DF – prêmio de R$ 1.000

MELHOR DESENHO NAS MODALIDADES

Modalidade 1 – Atitudes preconceituosas – Luis Fernando Pimentel Mendes (OSCAR) – Brasília/DF – prêmio de R$ 800
Modalidade 2 – Convivência e Respeito às Diferenças – Kleber Marques – Brasília/DF – prêmio de R$ 8000
Modalidade 3 – Defesa dos Direitos Humanos – André Cerino – Brasilia/DF- prêmio de R$ 800

INFORMAÇÕES NO SITE : www.humordebrasilia.com.br

 

Anterior Sabores parrilleiros na edição do Brasília Restaurant Week
Próximo TBV recebe 10ª Mostra de Arte Nikkei de Brasília