Projeto idealizado pelo grupo brasiliense Baratas de Chernobyl, Rock Cei encerra edição em show gratuito

O momento será de muito rock and roll. A Casa do Cantador (Quadra 32 – Ceilândia Sul) se prepara para receber a última edição do projeto Rock Cei, que ocupa o local há 4 meses com bandas de rock da capital federal e de fora. O encerramento promete e acontece no sábado (11/08), a partir das 17h, e contará com shows das bandas Moonstone, Dínamo Z, Dog Savanna, RC2 e Baratas de Chernobyl, que encerrará o evento com uma verdadeira homenagem ao rock de Brasília.

Idealizado pelo grupo brasiliense Baratas de Chernobyl, o Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador – busca otimizar o espaço da Casa do Cantador, incluindo o rock no cardápio local que privilegia a música nordestina – e valorizar a música autoral do Distrito Federal. A proposta pretende, ainda, promover uma interação maior da comunidade com mais opções para este espaço maravilhoso que é a Casa do Cantador.

“Queremos levar muito rock and roll para Ceilândia. E nesta última edição, preparamos um evento especial.”, garante o baterista do grupo Baratas de Chernobyl, Ney Corrêa.

A banda Baratas de Chernobyl surgiu a partir da junção de músicos dos grupos Nove Milímetros e Satélite Sonoro. A união aconteceu em agosto de 2014. Os componentes possuem uma vasta experiência musical e buscam suas influências em bandas da década de 80 como Joy Division, Echo and the Bunnymen, The Cure, The Smiths, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Hojerizah, dentre outros.

A proposta do grupo, que toca apenas músicas autorais e canta em português, é oferecer ao público reflexões a partir do ritmo e das letras que falam do cotidiano das pessoas. Os arranjos musicais estabelecem uma sonoridade dançante e envolvente.

Baratas de Chernobyl se destaca, ainda, por ter conquistado o 1º Festival de Música de Ceilândia para Brasília, realizado pela empresa Telrex Eletrônica. No show, os integrantes Maurício Andrade (guitarra), Márcio Vilas Boas (contrabaixo), Ney Corrêa (bateria) e Elvis Rutherford (vocal), tocarão as 11 faixas do álbum autoral intitulado Baratas de Chernobyl, dentre outras músicas.

Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador tem o patrocínio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

Conheça as bandas do Rock Cei 

Dínamo Z

A banda Dínamo Z nasceu em 2004 em Taguatinga (DF). O grupo se encaixa nos padrões do indie rock nacional e é formado por Bruno Z (voz e guitarra), Jesus Junior (guitarra solo), Robson Z (baixo) e Maikon Reis (bateria).

Atuante no cenário do rock autoral, a Dínamo Z já se apresentou em todas as cidades do Distrito Federal e entorno. Atuante de importantes eventos da cidade, a banda também produz festivais, como o Rock na Rua, RockCriança (festival beneficente), Vinil Solidário (beneficente), dentre outros.

Com letras em português que abordam o cotidiano do roqueiro brasiliense e as façanhas do amor e desamor, o grupo conquistou muitos admiradores ao longo do tempo. A irreverência e a poesia ácida também estão presentes nas músicas e performances ao vivo.

A Dínamo Z tem originalidade marcante e suas influências vem das várias gerações do rock. O grupo tem como ponto de referência bandas como The Beatles, The Smiths, Pixies, Radiohead entre outros nomes do rock alternativo. No rock nacional, eles banham-se nas bandas dos anos oitenta.

O nome “Dínamo” surgiu da ideia de produzir energia através do rock and roll. A letra “Z” é uma singela homenagem ao “louco da música”, Frank Zappa.

Rock Capital Club – RC2

Rock Capital Club – RC2 é uma banda de rock alternativo de Ceilândia (DF) que nasceu influenciada por bandas dos anos 90. O grupo busca a integração com um trabalho autoral, mas tem a liberdade de tocar covers de bandas com o espirito RC2 de uma maneira diferenciada. O projeto existe desde 2007, inicialmente chamado de Dukontra. Somente em 2009, eles se transformaram em RC2. Atualmente, o grupo conta com Rodrigo Ribeiro (vocal), Alexandre Santos e Eduardo dos Santos (guitarras), Alysson Barbosa (baixo e voz) e Carlos Pança (bateria). Com visão direcionada à cena rock alternativa suburbana, a banda faz um som autoral que pretende mudar a visão sobre o rock underground.

Dog Savanna

Com originalidade e dois CDs gravados, -SAGA e INC. -, a Dog Savanna constrói um som intenso e melódico, com composições que buscam unir elementos do autêntico rock à arranjos marcantes de guitarra grave e solos singulares. A voz alterna-se entre a forma agressiva e melódica. O baixo denso apresenta-se em harmonia com a bateria vibrante e marcante. Com posicionamento crítico em suas letras, a Dog Savanna expressa experiências vividas e uma inquietude frente às mudanças de um mundo cada vez mais complexo e dinâmico.

Ao longo de mais de 7 anos de estrada, a banda compôs o line up de vários festivais, eventos e projetos culturais marcantes como PORÃO DO ROCK – DF, CAMPING ROCK – MG, GÁS – RJ,COLATINA – ES, SP MUSIC – SP, FERROCK – DF, BRASÍLIA CAPITAL MOTO WEEK – DF, dentre outros.

MoonStone

MoonStone é uma banda de hard rock da cidade de Riacho Fundo (DF). A banda foi criada em 2007 pelos atuais integrantes: André Vaz (vocalista e guitarrista) e Rik Rodrigues (vocalista e guitarrista).

O grupo inspirou-se em bandas como Guns N' Roses, Bon Jovi, KISS, dentre outras. Hoje, a banda tem ao seu favor a experiência adquirida em diversos festivais e shows pelo Centro- Oeste, apresentando melhor suas características com letras em português e a pegada hard rock.

A banda conta atualmente com Alisson Gomes (baixo), Fernando Ramil (bateria), Biral (teclados e piano), Rik Rodrigues e André Vaz (vocal e guitarras).

MoonStone é a arte das ruas, de quem se expressa de forma poética em meio ao caos urbano. MoonStone é rock brasileiro e honesto com a pureza dos bons e velhos tempos de rock and roll clássico.

Serviço

Rock Cei – Ocupação da Casa do Cantador
Data: 11 /08/2018
Local: Casa do Cantador (Quadra 32 – Área Especial G- Ceilândia Sul)
Horário: A partir das 17h
Informações: 3378-5067
Entrada franca.
Classificação livre.

Anterior Festival Quarta Dimensão no Setor de Diversões Sul dia 15
Próximo Peça O Auto da Camisinha fica em cartaz na Torre de TV