Projeto “Reconto cada qual no seu Recanto” realiza segunda edição especial de Dia das Bruxas. Mostra internacional traz histórias de feiticeiras, cucas, sacis e outras lendas do folclore

O dia 31 de outubro, mais conhecido como o Dia das Bruxas, serviu de inspiração para a segunda edição do projeto “Reconto”. Serão três horas de transmissão, começando às 15h até às 18h. Cada convidado contará três histórias intercaladas entre canções, parlendas e poemas. Ao final, acontece um bate-papo com o público.

Com a intenção de fazer a economia criativa girar e promover encontros antes impossíveis presencialmente, a mostra internacional de contadores de histórias é destinada para crianças de todas as idades e acontece 100% online e ao vivo. As rodas de histórias temáticas recebem três convidados nacionais de estados diferentes e um convidado internacional, e, como diz o título, “cada qual no seu recanto”.

A idealização e direção artística são de José Mauro Brant, premiado ator, autor teatral, com quase trinta anos dedicados ao ofício de narrar histórias, que divide a curadoria com Benita Prieto, experiente contadora de histórias e produtora de eventos na área da leitura e literatura.

Os convidados da segunda edição:

PAVÍS PAVÓS, contadores de histórias – Espanha

Direto da Espanha, o grupo de contadores de história foca o seu trabalho na recuperação da oralidade e na forma tradicional de contar histórias. Desde 1999, coordenam o projeto de animação de leitura “A hora do conto”, atividade promovida pela Câmara Municipal do município de Pontevedra, dirigida a crianças dos 4 aos 12 anos. O grupo também realiza sessões de histórias em escolas para todos os níveis de ensino, em bibliotecas, casas de cultura, casas paroquiais e feiras do livro em toda a região da Galiza, na Espanha.

Rosana Mont’Alverne – Belo Horizonte – MG

Contadora de histórias profissional desde 1995, Rosana é criadora e coordenadora dos projetos Conto Sete em Ponto – espetáculos mensais de narração de histórias (desde 1998); Feira de Histórias – espetáculos semanais de narração de histórias em praças públicas (desde 2007) e Encantadores de Histórias – oficinas literárias em presídios (desde 2004). É membro da Arcádia Academia de Letras com assento na cadeira nº 11, cujo patrono é o escritor João Guimarães Rosa. A escritora também é cidadã honorária do município de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Tâmara Bezerra – Fortaleza – CE

Há mais 25 anos dedica-se à narração oral de histórias, traçando sua trajetória e repertório sob forte influência da poética do sertão brasileiro. Além de ser professora do ensino superior, Tâmara também atua como consultora educacional, formadora de educadores e de narradores orais. É membro do grupo de estudos, pesquisas e partilhas com narrativas: Costureiras de Histórias e da Rede de Contadores de Histórias do Ceará, no Brasil; e associada da Ações & Conexões Associação Cultural, em Portugal. Entre suas obras publicadas estão títulos de literatura para crianças e jovens, além de textos teóricos sobre narração oral de histórias e mediação de leitura literária.

José Bocca – Votorantim – SP

Além de contador de histórias e, agora, escritor, José também é ator. Em 2007, foi vencedor do Festival de Humor de Sorocaba, na categoria Causos e Mentiras. E, de 2002 a 2012, coordenou e apresentou o projeto Violas, Causos e Crendices em sua cidade Natal.

José Mauro Brant – Rio de Janeiro – RJ

Ator, cantor, autor e diretor de teatral com mais de 80 espetáculos no currículo, José Mauro Brant se define com uma só expressão: “Sou um contador de Histórias”. Atuando no teatro profissional desde 1988, José Mauro trabalhou como ator com diretores como: Gerald Thomas, Ítalo Rossi, Werner Herzog, Aderbal Freire Filho, Naum Alves de Souza. Desde 1989, trabalha ininterruptamente em criações dedicadas à infância e juventude. Seu primeiro livro pela ed. Rocco foi duas vezes selecionado pelo PNBE e distribuído para escolas públicas de todo o país. Hoje, Brant concilia seus espetáculos de narração com a criação e direção de espetáculos musicais: “Era uma vez… Grimm” e “O Pequeno Zacarias – uma ópera irresponsável”, parcerias com o maestro Tim Rescala. Ambos ganharam o prêmio APTR de melhor música. Em 2018, “Makuru um Musical de Ninar”, também lançado em CD em todas as plataformas digitais, ganhou 15 prêmios e 30 indicações nas principais premiações do teatro carioca, incluindo melhor texto e melhor espetáculo infantojuvenil.

Benita Prieto – Alhandra – PT

Nascida no Rio de Janeiro, filha de galegos, é curadora, consultora, produtora e mediadora de projetos de leitura. Escritora e Contadora de Histórias do Grupo Morandubetá, criou o Simpósio Internacional de Contadores de Histórias do Rio de Janeiro. Desde 2012, pesquisa e ministra cursos sobre promoção de Leitura e Literatura Digital. É Coordenadora da Red Internacional de Cuentacuentos e integra a Ações & Conexões Associação Cultural de Portugal. Atualmente, reside em Portugal, onde tem participado em ações de promoção de leitura e narração de histórias no Caminhos de Leitura, Palavras Andarilhas, Folio, Rio de Contos, Rede de Bibliotecas Escolares e diversos eventos e espaços culturais. Benita completa 28 anos de narração oral, tendo atuado em 22 estados do Brasil e mais de 10 países, realizando conferências, palestras, oficinas, cursos, eventos, apresentações e espetáculos.

Para adquirir os ingressos, acesse o site Go Free .

Mais informações e descontos para professores, grupos e alunos da rede pública, mande um e-mail para: recontocadaqualnoseurecanto@gmail.com

Anterior O gaúcho Gabrre estreia com tocar em flores pelado
Próximo Festival gratuito reúne bandas de reggae em Brasília