Projeto Cinefórum do Cervantes


Cinefórum destaca a obra venezuelana Azul y no tan rosa, dia 7 de junho, às 19h, no Instituto Cervantes com entrada franca

O Instituto Cervantes segue com o projeto Cinefórum no mês de junho promovendo debate sobre questões de sexualidade e diversidade no mundo contemporâneo. Para incentivar o debate sobre os temas, foi escolhido o filme Azul y no tan rosa (2012), filme venezuelano, com co-produção espanhola.

Obra-prima do ator e diretor Miguel Ferrari, conquistou o primeiro Prêmio Goya de melhor filme hispanoamericano para o país, em 2013. A produção relata a trajetória de Diego, um fotógrafo requisitado que decide formalizar a sua relação com Fabricio, indo morar com ele. Porém, de forma inesperada, acaba sendo obrigado a se responsabilizar pelo seu filho, Armando, que mora na Espanha e quem não vê há anos. O rapaz carrega uma mala carregada de reprovações, de forma que não será fácil para Diego restabelecer a relação afetiva com ele.

Após a sessão, o jornalista e especialista em audiovisual, Ulisses de Freitas, e Victor Stoinenoff, antropólogo e mestre em comunicação pela UnB , iniciam um bate-papo com o público sobre o tema e as linguagens destacadas na obra.

Azul y no tan rosa

Miguel Ferrari, Venezuela/Espanha, 2012, 114 minutos.
Legendas em espanhol

Serviço

Cinefórum – Azul y no tan rosa
Espaço Cultural Instituto Cervantes
SEPS 707/907 Lote D Asa Sul
Data: Terça-feira, 07/06
Horário: 19h
Valor: Entrada franca
C.I: 14 anos
http://brasilia.cervantes.es

Anterior Para celebrar o Dia dos Namorados
Próximo Tempo de sobra para namorar