O festival Porão do Rock 2018 anuncia bandas das seletivas e livro em comemoração aos 20 anos. Mais de 150 bandas inéditas do Distrito Federal se inscreveram este ano. Primeiras seletivas serão neste sábado e domingo (11 e 12 de agosto)

Em 2018, o Porão do Rock completa 20 anos e continua a incentivar a música autoral feita no Distrito Federal. Neste ano, o festival recebeu 154 inscrições de bandas inéditas e foram selecionadas 30 para tocar nas seletivas e concorrer a oito vagas no evento.

A primeira seletiva será realizada neste sábado, 11 de agosto, a partir das 20h, no Poizé (CLN 305 Bloco “E”), na Asa Norte. As 10 bandas selecionada para esta noite, em ordem alfabética, foram: A Engrenagem, Allmind, Aura Quartzo, Matamoros, Noa, Nunca é Tarde, Paradisi, River Phoenix, Ursa e Zumbido. O show de encerramento será da banda convidada Casacasta. Entrada a R$ 10 (somente no local).

No dia seguinte, 12 de agosto, as seletivas vão para a Ceilândia, a partir das 17h, no RagnaRock (ADEC Q 1 Conjunto C, Lote 21 – Subsolo, P Sul). Nesta etapa, teremos mais 10 bandas (ordem alfabética): As Pessoas em Volta da Mesa, Ellefante, Entre Ilhas, Jambalaia, Marcianita, Marimbondo, O Feliz Amor do Felino, O Plantae, Stoyca e Virada Cuca. O encerramento ficará por conta da convidada Nenhuma Ilha. Entrada também a R$ 10 (somente no local).

A terceira e última seletiva será no dia 19 de agosto, a partir das 17h, no Saloon Red Rock Alternativo (QI 616 Conjunto 2 Loja 1, Subsolo), em Samambaia Norte, local onde serão escolhidas as bandas que estarão no palco mais pesado do evento. As dez selecionadas são: Art Of Khaos, Degola, Desonra, Escolta, Infezto, Isaurian, Never Look Back, Primal Wrath, Prollogy e Threat Eleven. Show de encerramento com a banda Mofo, que tocou no Porão do Rock do ano passado. Entrada a R$ 10 (somente no local).

Nas seletivas, cada banda/artista fará uma apresentação de até 15 (quinze) minutos, onde deverá mostrar apenas composições próprias e será avaliada ao vivo por um corpo de jurados formado por músicos, produtores, jornalistas e/ou outros formadores de opinião. O público presente ao local também terá direito a voto por meio de cédulas que serão distribuídas na entrada do evento. As duas bandas melhor avaliadas na pontuação geral da análise dos jurados + voto do público em cada seletiva estarão classificadas para o Porão do Rock 2018.

LIVRO

No ano em que completa duas décadas, o festival Porão do Rock será imortalizado numa obra à sua altura com o lançamento do livro “Histórias do Porão”. Escrito por Pedro de Luna, o único jornalista de fora de Brasília a cobrir a primeira edição e autor de sete livros, a obra conta os causos de bastidores, os melhores e os piores momentos, as cenas inesquecíveis e os desafios enfrentados ao longo desses 20 anos.

O Porão do Rock começou como um agrupamento de bandas num subsolo, tornou-se um grande evento e transcendeu para uma ONG. Por suas diversas ações de sustentabilidade e responsabilidade social, o Festival recebeu prêmios importantes. “Histórias do Porão” também destaca as premiadas campanhas publicitárias do Festival, o cartão telefônico e a lata de cerveja do Porão, o outdoor em formato de case de guitarra e outras peças criativas de marketing.

Ricamente ilustrado em 228 páginas coloridas e protagonizado por cinco roqueiros ilustres de Brasília, “Histórias do Porão” contribuirá, e muito, para a (ainda) escassa bibliografia sobre cenas musicais e festivais independentes no Brasil. Pedro de Luna lembra uma coincidência: “Logo depois de lançarmos o livro do Porão, publicarei a minha biografia do Planet Hemp que, curiosamente, foi preso em Brasília há pouco mais de 20 anos, em novembro de 1997. Mas o primeiro show deles no Festival só aconteceu recentemente, no Porão de 2016”.

Ao lado dos irmãos Alf e Raul, o produtor Gustavo Sá é o único que trabalhou em todas as 20 edições do Porão. Ele garante que o livro não será chapa branca: “Nossa única preocupação foi com a verdade, expondo a visão de quem trabalha nos bastidores para que aconteça todo ano e com sucesso. O Porão do Rock revelou muitas bandas, afirmou outras e continua sendo uma vitrine importantíssima no país”.

O Festival Porão do Rock 2018 será realizado em data a ser anunciada, em área montada no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. Atrações, estruturas e outros detalhes da edição 2018 serão divulgados em breve pela organização.

Serviço

1ª SELETIVA
Dia: 11 de agosto (sábado)
Horário: 20h30 às 2h
Local: Poizé – CLN 305 Bloco “E” – Asa Norte

Artistas/bandas participantes

– A Engrenagem
– Allmind
– Aura Quartzo
– Matamoros
– Noa
– Nunca é Tarde
– Paradisi
– River Phoenix
– Ursa
– Zumbido
Banda de encerramento: Casacasta

2ª SELETIVA
Dia: 12 de agosto (domingo)
Horário: 17h às 23h
Local: RagnaRock – ADEC Q 1 Conjunto C, Lote 21 – Subsolo, P Sul – Ceilândia

Artistas/bandas participantes

– As Pessoas em Volta da Mesa
– Ellefante
– Entre Ilhas
– Jambalaia
– Marcianita
– Marimbondo
– O Feliz Amor do Felino
– O Plantae
– Stoyca
Banda de encerramento: Nenhuma Ilha

3ª SELETIVA
Dia: 19 de agosto
Horário: 17h às 23h
Local: Saloon Red Rock Alternativo – QI 616 conjunto 2 loja 1 subsolo – Samambaia Norte- DF

Artistas/bandas participantes

– Art Of Khaos
– Degola
– Desonra
– Escolta
– Infezto
– Isaurian
– Never Look Back
– Primal Wrath
– Prollogy
– Threat Eleven
Banda de encerramento: Mofo

www.poraodorock.com.br
facebook.com/festivalporaodorock

Anterior Sonhos de Uma Noite de Verão no Parque da Asa Sul
Próximo Lendas apresenta estrelas do Jazz e Blues no Venâncio