De olho no crescente mercado de entretenimento em áudio, plataforma sueca Storytel chega ao Brasil

Presente em 18 países, incluindo recentemente a Alemanha, a sueca Storytel, uma das maiores plataformas de entretenimento em áudio do mundo, aterrissa no Brasil, depois de México e Colômbia, para trazer ao consumidor experiências completas de conteúdo em português que incluem: audiobooks, podcasts, séries, produções originais e conteúdos informativos, de notícias a astrologia. 

Com uma carteira de assinantes formada por mais de 1 milhão usuários globalmente e 300 mil títulos para ouvir e ler, a empresa fundada em 2005 teve um crescimento de 37% na sua receita em 2018. A partir de setembro, o consumidor brasileiro terá à sua disposição histórias que poderão ser ouvidas em qualquer lugar e a qualquer momento promovendo uma experiência única de bem-estar, conhecimento e diversão. 

O bom momento do mercado de conteúdo em áudio no Brasil e no mundo, que experimenta uma grande expansão, impulsiona a chegada da Storytel por aqui. Pesquisa realizada pela Ipsos, mostra que nos Estados Unidos o consumo semanal atinge atualmente 17,2 horas em média. Localmente, vivemos também um momento bastante positivo com a audiência de podcasts, por exemplo.

Segundo a Associação Brasileira de Podcasters há mais de 2 mil programas ativos de podcasts no país, o que representa um crescimento de 330% em 2018.

“Ouvir histórias sempre foi um hábito nosso e hoje, os brasileiros estão acostumados, cada vez mais ao streaming, que já está em nosso dia a dia muito impulsionado pela penetração da internet e dos smartphones, que já chegam a grande parte da população do país. Chegamos ao Brasil como uma opção completa de entretenimento, com os mais variados gêneros de histórias adaptadas ao áudio. Trata-se de um mercado promissor e com grande potencial de consumo para este tipo de serviço”, conta André Palme, Country Manager da Storytel no país. 

Por meio de uma única assinatura mensal de R$ 27,90, todo o acervo da plataforma estará disponível para ser consumido. Para marcar oficialmente sua entrada no país, a Storytel realiza três ações durante o YouPix Summit, em São Paulo: uma meditação zazen com Monja Coen, que compõe o casting de podcasts da plataforma, um painel sobre as tendências de audioentretenimento no Brasil, com mediação de Phelipe Cruz –  no qual participam  criadores cujos conteúdos também farão parte da Storytel, são eles Fred Elboni, Madama Brona e Chico Felitti -,  e um workshop sobre criação de conteúdo em áudio, ministrado por Mariana Rolier, Publishing Manager da Storytel Brasil, incentivando criadores de conteúdo a produzirem neste formato.

“O que me encanta no áudio é a capacidade de ser inserido na nossa rotina de forma orgânica. O áudio é o tipo de conteúdo que pode ser consumido quando você está com a cabeça livre e o corpo ocupado”, completa Palme.

Entre os conteúdos exclusivos do catálogo de estreia da Storytel no Brasil estão podcasts de autores como Monja Coen, Fred Elboni e Madama Brona, futuramente haverá conteúdos exclusivos de Clara Averbuck, Thalita Rebouças e Regina Navarro Lins, entre outros.  

No mercado editorial, a Storytel inaugura o nicho Audio First, lançando em primeira mão e com exclusividade em áudio, conteúdos selecionados junto a players do mercado que se darão primeiro na plataforma. Já na estreia da plataforma no Brasil, grandes clássicos estarão disponíveis, como O Pequeno Príncipe, narrado por Marcelo Tas, e O Assassinato no Expresso Oriente, de Agatha Christie que terá sua obra disponível em áudio, exclusivamente na plataforma e narrada pela estrela da dublagem Mauro Ramos.

Sobre a Storytel

Fundada em 2005, a Storytel é líder em assinatura de streaming em áudiobook e e-book do Norte da Europa, e oferece ao consumidor conteúdos ilimitados de entretenimento para ouvir e ler. São mais de 300 mil títulos disponíveis globalmente, entre audiobooks, podcasts, séries e canais de informação. Somente em 2018, produziu 5000 títulos em 17 idiomas.

Sua missão é fazer do mundo um lugar mais agradável, trazendo histórias que possam ser consumidas, degustadas e compartilhadas por qualquer pessoa, em qualquer lugar, a qualquer momento.  O Ztory – serviço de streaming de leitura digital de jornais e revistas – faz parte da Storytel desde janeiro de 2019 – ainda não disponível no Brasil. O Brasil é o 18o país em que a companhia está presente. O conteúdo local é produzido, em português, por uma equipe especializada, com forte curadoria humana, em diversos formatos e de diferentes gêneros.

Anterior Festival de Sustentabilidade resgata sabores tradicionais
Próximo Festival Curta Brasília marca presença na França