Improvável, inusitado, inacreditável. Música. Com ela, nada é impossível e tudo significa e ressignifica. Em tempos de #fiqueemcasa, o Sextas Musicais viaja na onda da live streaming e chega ao público onde ele está.

No dia 5 de junho, o palco do Casa Thomas Jefferson Hall recebe o Duo Pedro Vaz e Jefferson Amorim, a partir das 20h. Os artistas ecoam os acordes e arranjos instrumentais que a viola caipira e o contrabaixo elétrico produzem juntos e em perfeita harmonia.

A apresentação, produzida com o esmero técnico dos shows do CTJ Hall, é um presente da Casa Thomas Jefferson, em parceria com a Embaixada dos EUA, para homenagear Brasília no ano em que a capital completa seis décadas. No repertório, Vaz e Amorim trazem composições do álbum autoral Dê Espaço ao Tempo, de Pedro Vaz, e também releituras de The Beatles, Tião Carreiro, David Brubeck, Dominguinhos, Clube da Esquina, Led Zeppelin, Hermeto Pascoal e Jacob do Bandolim.

Os dois músicos se conheceram em 2012, na Universidade de Brasília, antes de partirem para a Suécia para um intercâmbio em educação musical com a Örebro University. Desde então, se apresentaram na Europa e no Brasil em prestigiadas salas de espetáculo e importantes festivais internacionais. O duo colaborou com Nelson Faria, Fátima Guedes, a violonista e violeira francesa Fabienne Magnant, dentre outros renomados e prestigiados artistas.

Pedro Vaz descobriu a viola caipira depois de viver o mundo da guitarra e da percussão. Ao longo de seus dezessete anos de carreira, o instrumentista explora universos musicais diversos, colecionando grupos de referência como Cega Machado, Caboclo Roxo, Judas, Encontro Violado e Orquestra Roda de Viola, com os quais gravou CDs e realizou importantes apresentações e workshops no Brasil e exterior. Os estudos de Pedro também tiveram duas referências de peso da viola caipira: Roberto Corrêa e Marcos Mesquita.

O artista graduou-se em Música pela UnB, trabalhou como professor na Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello – ICEM (Clube do Choro de Brasília). Atualmente, é professor no CEP/EMB – Escola de Música de Brasília e diretor musical da Orquestra Roda de Viola. Em 2018, celebrou dez anos de viola caipira quando lançou seu primeiro álbum autoral, Dê Espaço ao Tempo, instrumental, produzido pelo grande produtor e violeiro Ricardo Vignini (Bojo Elétrico-SP). Dê Espaço ao Tempo tem doze faixas e nos convida à imersão em densas paisagens, tempos e espaços distintos.

Jefferson Amorim iniciou os seus estudos musicais aos sete anos de idade com a flauta doce. Durante a adolescência estudou piano, canto e violão até se apaixonar pelo baixo elétrico. Em 2009, se formou no curso técnico em baixo elétrico pela Escola de Música de Brasília com o professor e contrabaixista Oswaldo Amorim. Em 2013, se formou em Licenciatura em Música pela Universidade de Brasília, com passagem pela Örebro University, na Suécia.

Atualmente, trabalha como professor na BsB Musical, compõe o duo de viola caipira e contrabaixo elétrico com Pedro Vaz. Também integra a Jazzmine, grupo de música instrumental autoral como compositor e baixista, e colabora com trabalhos de artistas de prestígio. Do repertório desta apresentação musical constarão ainda peças de Ramón Sixto Rios, Roberto Corrêa, Milton Nascimento e Lô e Márcio Borges, Heitor Villa-Lobos, Gilberto Gil, George Harrison, Dave Brubeck e Almir Sater.

PROGRAME-SE

LIVE STREAMING SEXTAS MUSICAIS – DUO PEDRO VAZ E JEFFERSON AMORIM
Live streaming poderá ser acessada no YouTube da Casa Thomas Jefferson: https://www.youtube.com/user/ctjonline
Data: Sexta-feira, 5 de junho, 20h
Classificação indicativa: Livre

Anterior NSConvida fala com Marília Gallmeister sobre o Teatro Oficina
Próximo O Olhar Na Dança entrevista 30 grupos de dança