Heitor Werneck afirma que esse ano será um marco na história do evento por conseguir retratar toda a trajetória das conquistas LGBT+

No dia 23 de junho acontece a 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada uma das maiores do mundo. Neste ano, o evento vai homenagear o 50º aniversário da revolta de Stonewall, uma das maiores rebeliões de membros da comunidade LGBT contra a polícia de Nova York. E as novidades não param por ai, o diretor artístico do evento, Heitor Werneck, contou mais alguns detalhes que com certeza tornarão o este dia memorável.

Com parceiros e patrocinadores novos, a parada também ganhará uma super comissão de frente que se concentrará na Av. Paulista a partir das 10h. Além disso, outra novidade é que a 19º feira cultural LGBT, evento que acompanha a parada, passa a ser na Praça da República, proporcionando mais comodidade e espaço para todos.

Neste ano, também será contado toda a trajetória do evento e todas as grandes vitórias que foram conquistadas com o tempo: “A gente vai contar toda a história da parada, todos os avanços, registro não civil, teste de HIV, casamento entre iguais, a lei da homofobia e todos os avanços que a parada conseguiu”, contou Heitor.

A parada está cada vez maior e esse ano vem para reforçar que pessoas LGBT+ devem possuir representação social, política, cultural e jamais se render ao autoritarismo e ao conservadorismo.

Anterior FILME VENEZUELANO VENCE A 8ª MOSTRA ECOFALANTE
Próximo Maxi Priest convida Shaggy para o single “I’m Alright”