Panorama Vera Sabino


Exposição plástica que apresenta, numa interseção entre a pintura e a poesia, o mundo imaginário e fantástico da artista Vera Sabino. De forma afetiva e particular, a mostra exibe obras inéditas e também de seu acervo, num apanhado representativo dos 50 anos de atividade da artista.

Entre os dias 29 de junho e 4 de setembro, as Galerias Picola I e II, da CAIXA Cultural Brasília, serão ocupadas por 40 obras da artista Vera Sabino, entre elas estão quadros do acervo da artista, de colecionadores particulares e de instituições públicas, e algumas inéditas, sendo algumas delas inspirados na flora do cerrado. A mostra será apresentada dividida em quatro mundos do universo mítico-mágico da artista, na busca de exprimir as matizes folclóricas, de religiosidade e da natureza da obra de Vera, que são: “A Mulher”, “Os Santos”, “As Flores” e “O Bruxólico”, que estarão divididas por ambientações num convite ao visitante a embarcar nas cores e nas histórias da obra de Vera.

Sobre os “quatro mundos” de Vera Sabino, que permeiam suas pinturas, em Os Santos a artista traz telas envolvendo sua religiosidade e devoção ao divino e ao espiritual; já no O Bruxólico observa-se uma viagem ao mundo da magia e da inspiração nos folclores de Santa Catarina; em O Feminino, Vera retrata a mulher sob seu olhar particular; e em As Flores, estão alguns dos quadros feitos especialmente para esta mostra e que retratam a natureza de Brasília, onde Vera morou quando jovem.

Tendo poemas como ponto de referência, porém, sem se comportar como ilustradora, Vera transcende a linguagem da narração enquanto tal e reinventa mitos com humanidade e humildade. Ciente de que, no plástico processo das metamorfoses, a artista prefigura enigmas indecifráveis para os não iniciados nos temas do universo oculto. Este íntimo diálogo com a literatura se fará representado na exposição por meio de poemas de Semy Braga, marido da artista, e dos textos da escritora Michelline Barros, que assina, ao lado de Antonio Fasanaro, a curadoria da exposição. Para imergir ainda mais no universo de Vera Sabino, o visitante poderá assistir a um vídeo documentário sobre sua trajetória, intitulado “A ilha em mim”, da cineasta Suélen Ramos Vieira Vale.

De temática figurativa e bastante colorida, Vera exibe técnica e traço inconfundíveis que transitam entre conteúdos em menção à cultura de sua cidade natal – Florianópolis. Com peças em acrílico sobre Eucatex e cores vivas em uma paleta singular, a artista retrata raízes da ilha de Florianópolis: sua colonização, fé, folclore, magia e a natureza do local, onde santos, mulheres, flores e as lendas da ilha compõem uma bela viagem.

Na intimidade de seu quarto/atelier, de janelas amplas e rodeado pela Mata Atlântica, Vera produz suas obras sob o colorismo vívido que aflora ao seu redor e faz reverberar os fervores da Ilha de Florianópolis em seus quadros. Quarto, porque é sobre uma grande e confortável cama que a artista trabalha, ambiente acolhedor que será retratado na exposição.

O projeto conta com ação educativa sob a coordenação e orientação da artista plástica brasiliense Sayuri Kudo. Um encontro aberto ao público em geral, no qual Sayuri vai abordar a arte em encadernação sanfonada feitas com as temáticas trabalhadas por Vera. Sayuri Kudo é responsável pelo projeto expográfico da exposição.

Serviço

Exposição: Panorama Vera Sabino
Local: CAIXA Cultural Brasília, Galerias Picola I e Picola II
Endereço: SBS Quadra 4 – Edifício anexo à Matriz da Caixa.
Abertura: 28 de junho, às 19h
Visitação: De 29 de junho a 04 de setembro
Dias e horários: De terça a domingo, das 9 às 21 horas
Entrada Franca
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: 3206-6456.
Realização: Villa-Lobos Produções
Curadoria: Michelline Barros e Antonio Fasanaro

Anterior Fim de semana romântico
Próximo Dia especial no CRU Balcão Criativo