O evento Palco Aberto promove a cultura popular de rua ocorre neste sábado (22) em Taguatinga

O projeto Palco Aberto, que recebe artistas de circo, teatro, música, poesia entre outros segmentos da cultura popular vai circular pelo Distrito Federal. O evento que se apresenta desde 2012 na Torre de TV, iniciará a turnê no Espaço Cultural Mercado Sul em Taguatinga, neste sábado (22).

A programação começa a partir das 14 horas na QSB 12/13, de Taguatinga Sul, com a programação da tradicional Ecofeira. O Palco Aberto que começará às 18:30 terá números de palhaço, acrobacia e malabarismo. Todas as edições dessa turnê vão contar com uma atração musical. Em Taguatinga, a apresentação será da banda Som de Papel que com instrumentos de percussão, feitos de materiais reciclados, toca músicas regionais da cultura brasileira.

Com patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Cultura do DF, o projeto segue com a circulação para outras Regiões Administrativas. No mês de outubro estará no Guará, novembro em Águas Claras e dezembro em Vicente Pires.

Todas as apresentações serão acessíveis para comunidade surda, pois contarão com intérprete de libras que fará a tradução para a Língua Brasileira de Sinais.

A iniciativa é do Coletivo Ambidestro que conta com 17 artistas circenses e produtores culturais que trabalham há mais de 10 anos com o objetivo de difundir e valorizar a arte circense, perpetuando a cultura popular.

O Palco Aberto funciona também como uma incubadora de novos números, onde o artista pode testar sua apresentação com a presença do público, explica um dos organizadores do evento, Leandro LTM. “O espaço serve como uma vitrine para quem quer se apresentar, nós abrimos a roda e damos um suporte com assistência técnica de som, luz e registro audiovisual, para que o artista possa se aperfeiçoar. ”, completa.

Para Leandro, esse projeto fomenta a produção circense da cidade, além de contribuir para a formação de público, pois leva um evento gratuito de fácil acesso para a comunidade.
Quem tiver interesse em se apresentar no picadeiro do Palco Aberto pode entrar em contato com a produção. De acordo com os organizadores, os números espontâneos são bem-vindos e sempre aparecem no decorrer do evento.

Nesses seis anos o projeto já serviu de palco para centenas de novos artistas e para nomes consagrados da palhaçaria e arte circense de Brasília como: Circo Teatro Udi Grudi, Trupe de Argonautas, Instrumento de Ver, Circênicos, Palhaço Mandioca Frita e família, Circo Rebote, Circa Brasilina, entre muitos outros.
Coletivo Ambidestro

O grupo promove dois eventos contínuos em Brasília, o Encontro Brasiliense de Malabarismo e Circo, realizado semanalmente na Biblioteca Nacional, e o Palco Aberto, que acontece mensalmente na Torre de TV. Além desses projetos, os membros do Coletivo atuam em diversos eventos no DF e fora, como o Encontro de Palhaços e Circo de Anápolis, o Encontro Goiano de Malabares e Circo, e a Convenção Brasileira de Malabarismo e Circo.

Projeto circense Palco Aberto
Projeto circense Palco Aberto | Foto: Divulgação

Serviço

Palco Aberto Itinerante
22 de setembro (Sábado)
Espaço Cultural Mercado Sul (QSB 12/13, Bloco A, Taguatinga Sul)
Entrada Gratuita
Às 14 horas Ecofeira
Às 18:30 Apresentações circenses. Mestre de Cerimônias: Willy Costa – Palhaço Balofo. Artistas convidados: Vini Martins (Acrobata- Instrumento de ver), Paloma Menino (malabarista-Coletivo Ambidestro), João Aguiar (palhaço, malabarista, equilibrista – Coletivo Ambidestro) e Gabriel Melo (Palhaço Biruleibe – Coletivo Ambidestro)
Às 20 horas show com a banda Som de Papel

Anterior CasaPark recebe 1ª Casa Orgânica no dia 22 de setembro
Próximo Abbraccio oferece Entrada + Prato principal por apenas R$ 38