Ora Bolas! Cadê a luz?, do Coletivo Coletivo de Brasília, estreia em janeiro no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília

Comédia dirigida pelo diretor Fernando Guimarães traz para o palco uma noite que se transforma em sucessão de trapalhadas e enganos quando as luzes se apagam.

Ora Bolas! Cadê a luz? é um espetáculo sobre Encontros e desencontros de diversos personagens, onde os atores e atrizes estão vendados em cena, experimentando uma situação real de total escuridão.

De 12 a 29 de janeiro, de quinta-feira a sábado, às 20h; e domingo, às 19h, no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, o novo projeto do diretor Fernando Guimarães com o Coletivo Coletivo, cria um “jogo” em que as situações e os personagens vão se desenrolando com muitas peripécias e confusões.

Os ingressos custam R$ 30,00 e R$ 15,00 meia-entrada, e podem ser adquiridos na bilheteria CCBB Brasília ou no site bb.com.br/cultura, a partir das 9h do dia de cada apresentação. A classificação indicativa é 14 anos.

A comédia se passa no apartamento de Carlos, um artista plástico iniciante, em busca de sucesso que tem a oportunidade de apresentar numa noite as suas obras a um importante curador e crítico de arte. Então, ele e sua namorada Joana resolvem tomar “emprestados” do vizinho Rodolfo, colecionador de antiguidades e arte contemporânea, alguns móveis e objetos de arte para redecorar seu apartamento. Com isso, dá a Carlos um status nobre para impressionar o famoso curador.

No entanto, Anita, ex-namorada de Carlos, aparece de surpresa horas antes do evento a fim de reatar o relacionamento. Inesperadamente, acontece um apagão e o apartamento fica completamente no breu. A partir de então, o quiproquó está formado e é incrementado com a chegada de vários personagens: Maria Filipa, vizinha do andar de cima; os pais de Joana, Coronel Peçanha e sua esposa Glória e Rodolfo, o dono dos objetos de arte que retorna da viagem antes do prazo previsto e um personagem misterioso.

Para simular a escuridão total que os personagens experimentam em cena, atores e atrizes estarão vendados no palco, tendo que contracenar, mover e guiarem-se somente pelos outros sentidos, sem contar com a visão. Por outro lado, dá a oportunidade de explorar outros sentidos como o tátil e o auditivo.

O projeto foi desenvolvido a partir de uma situação real vivenciada pelo elenco em uma viagem e acabou indo ao encontro de uma ideia original do famoso dramaturgo britânico Peter Shaffer. Sem perder a acidez, a ironia e o deboche, Guimarães busca produzir com esta dinâmica um espetáculo com diversão, leveza e estranhamento. “Nossa existência não é mais que um curto-circuito”, como disse Vladmir Nabokov.

Ora Bolas
Ora Bolas! Cadê a luz? | Foto: Divulgação

Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil Brasília
Localização | SCES, Trecho 2, Lote 22, Brasília, DF
Ora Bolas! Cadê a luz?
Temporada | De 12 a 29 de janeiro
Sessões | Quinta-feira à Sábado, às 20h; Domingo, às 19h
Duração | 1h10
Onde | Teatro do CCBB Brasília
Classificação indicativa | 14 anos
Ingressos | Bilheteria do CCBB Brasília ou pelo site bb.com.br/cultura
R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)

Informações:

Facebook/ccbb.brasilia
Twitter/ @ccbb_df
Instagram/ccbbbrasilia

Ficha técnica

Dramaturgia | Dire̤̣o e elenco Рa partir de uma ideia original de Peter Shaffer
Concepção, Direção e Cenografia| Fernando Guimarães
Elenco | Adair Oliveira, Alex Ribeiro, Bete Virgens, Eduardo Jayme, Logan Dias, Luana Coelho, Márcia Nardelli, Sérgio Tavares, Suéllem Araújo, Yara De Cunto.
Participação especial (voz em off) | Vera Holtz
Coordenação administrativa | Guilherme Angelim (Guinada Produções)
Iluminação, figurinos e sonoplastia | Direção e Elenco
Design gráfico | Alex Ribeiro
Assessoria de Imprensa | Agência KB (Luiz Alberto Osório)
Fotografia e Filmagens | Marcos Lopes e Pedro dos Anjos
Mídias Sociais | Alex Ribeiro e Luana Coelho
Direção Corporal | Yara De Cunto
Direção Vocal | Adair Oliveira e Bete Virgens
Visagismo | Red Hair Makeup, Otávio Salas, Suéllem Araújo
Produção Executiva | Adair Oliveira, Bete Virgens, Luana Coelho, Márcia Nardelli
Gestão Administrativa e Financeira | Márcia Nardelli e Sérgio Tavares
Direção de Palco | Eduardo Jayme e Logan Dias
Direção Técnica | Josenildo Sousa