Lançamento de O Que o Sofrimento Ensina de Caio Fábio


O Que o Sofrimento Ensina
Capa do livro O Que o Sofrimento Ensina

O psicanalista Caio Fábio lança o livro “O Que o Sofrimento Ensina” em Brasília, no dia 9 de junho, às 16 horas, na Livraria Leitura do Shopping Pier 21.

No livro, o autor aborda sobre de que forma o sofrimento contribui com o crescimento das pessoas e quais são os produtores que impulsionam esse sentimento.

No evento, Caio Fábio fará um bate-papo com os leitores e autografará os livros.

Serviço

Lançamento e bate-papo – O Que o Sofrimento Ensina
Data: 9 de junho
Horário: 16 horas
Local: Livraria Leitura – Shopping Pier 21
Endereço: St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 32 – Asa Sul, Brasília – DF
Entrada: Franca

Release do livro

Para aprender exatamente o porque o sofrimento está presente em nossa vida, precisamos saber o que gera esse sentimento e o psicanalista Caio Fábio, elenca alguns deles em sua obra O Que O Sofrimento Ensina, publicada pelo selo Academia, da Editora Planeta.

Uns dos mais nocivos produtores de sofrimento é o medo e a culpa. O ser humano se culpa de tudo o tempo todo, ou, por vezes, culpa outro por suas mazelas. Assim, são diversos sentimentos maléficos que geram questionamentos sobre o porquê de ter nascido, sobre amar sem reciprocidade, um término doloroso, por possuir muito ou não possuir nada, por ser feliz ou infeliz, são muitos os fatores. Isso tudo gera o medo de viver, sentir e ter atitudes.

O que Caio Fábio explica é que “O medroso sempre é atacado!”. Por isso deve-se controlar seus instintos e focar naquilo que é de desejo, para que possa fazer dar certo, sem o medo e a culpa.

A ansiedade é um fator bastante relevante e produz um ciclo vicioso de sofrimento, gera neurose e ajuda a deixar a mente paranoica. Geralmente, o que resulta a ansiedade é a nossa capacidade de prever o futuro, “necessidade humana de pensar no dia de amanhã”.

O estado que a pessoa alcança é de uma desconfiança eterna, e acaba por viver com o medo instalado em todos os relacionamentos e ações, vivendo amedrontada em relação ao que possui e que pode lhe ser tirado, tanto por homens, como por doenças ou pragas invisíveis.

A vitimização também pode ser um fator que contribuir muito com sofrimento. Esse sentimento acarreta a pena por si mesmo, a pessoa sente que o mundo está contra ela, sente-se infeliz onde está e acredita que os fatores externos não a deixa evoluir.

E o sentimento acima, acaba entrelaçando com o autoboicote, em que a pessoa não se permite ser feliz. Nesse turbilhão de sentimentos, ocorre o boicote da própria felicidade e alegria de viver.

Esses são alguns dos fatores que acarretam o sofrimento, e percebê-los é essencial para aprender tudo o que é necessário para crescer emocionalmente.

Anterior Arte sem fronteiras – dos muros para a Galeria no TBV
Próximo Tex Quarteto Instrumental no Projeto Palco Música e Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *