De autoria do escritor e zen-budista Alex Castro, o encontro no Nube Hub irá reunir uma série de atividades de exercício da atenção pessoal e para com o outro

Nossa atenção é constantemente disputada por propagandas, publicidades e indústrias: tornou-se uma mercadoria. O grande fluxo de informações e de estímulos que recebemos todos os dias nos leva a um estado superficial, em que a maioria das ações pode ser feita sem zelo e cuidado. Quando então direcionamos nossa atenção para aqueles que estão à nossa volta? Como podemos nos tornar melhores para os outros? Encontrar estas respostas é a proposta da atividade “As Prisões: práticas de Atenção em Brasília”. O evento será realizado no coworking Nube Hub, no dia 28 de abril, pelo escritor e zen-budista Alex Castro.

Entre 9h e 21h, o escritor de ficção e membro da Ordem dos Pacificadores Zen irá conduzir os participantes do encontro em várias atividades coletivas, de atenção, diálogo, experimentação e discussão. As atividades serão organizadas com base no livro do autor, intitulado “Atenção.” (com ponto final mesmo), em que ele introduz conceitos novos sobre a relação com o outro e consigo mesmo.

O ponto final no título do livro, que inspirou a realização do encontro, tem um significado. Segundo Alex, a intenção é incomodar o leitor. “Achei que se colocasse só Atenção ia parecer placa de aviso. Além disso, o ponto cada vez mais virou agressivo. Falamos muito no chat e não colocamos o ponto final. Muitas vezes, quando pomos o ponto final, estamos dando ênfase ao fim do papo. É mais enfático”, explica o escritor.

Na obra, Alex descreve 20 práticas que podem ser aplicadas diariamente e que serão utilizadas durante o encontro. Algumas dessas práticas são: exercer a não opinião, manter um olhar generoso, acumular menos e aceitar a realidade, entre outras. Nas práticas, o zen-budista analisa as diferentes maneiras pelas quais podemos exercitar a atenção, não em busca do próprio autodesenvolvimento, mas para convertê-la em um instrumento de ação política.

“Não sou um mestre ensinando para as multidões como ser perfeito. Não domino essas 20 práticas. Bolei as práticas porque acho que eu, arrogante, vaidoso, narcisista, mimado e egocêntrico, acho que preciso delas. O encontro é uma instalação artística onde praticamos a atenção”, afirma Castro.

São 25 vagas disponíveis para participar das atividades. O escritor reforça que aqueles que desejam participar devem se inscrever com antecedência, já que há algumas atividades que terão de ser realizadas antes do encontro, como forma de preparação. Outra sugestão é a permanência até o fim de todas as atividades.

Serviço

Encontro “As Prisões: Práticas de Atenção em Brasília”
Quando: 28 de abril (domingo)
Onde: Nube Hub – SEPS 710/910 Conjunto C/D Edifício Via Brasil, loja 28 – Asa Sul
Horário: das 9h às 21h
Inscrições em http://alexcastro.com.br/encontros/bsb/

"As prisões: práticas de atenção em Brasília"
“As prisões: práticas de atenção em Brasília” | Foto: Alex Castro
Anterior A banda Charlie Brown Jr anuncia turnê “Tamô aí na atividade”
Próximo De pernas pro ar 3 é uma das sete estreias nos cinemas do DF