Movimento pela Viola


Você conhece o Movimento pela Viola como Patrimônio Imaterial?

É simples, e particularmente, sugiro que participes. Lendo abaixo a divulgação do movimento e dos envolvidos, você se sensibilizará para multiplicar.

O QUE É?

Movimento nacional com objetivo de alcançar o reconhecimento oficial da Manifestação Musical Viola Brasileira como forma de expressão válida para Registro nos Livros de Patrimônio Imaterial Brasileiro pelo IPHAN. Como “Viola Brasileira” procura-se englobar todas as modalidades, formatos, estilos e nomenclaturas como “viola caipira”, “viola de arame”, “viola de 10 cordas”, “viola de fandango”, “viola de cabaça”, “viola machete”, “viola nordestina”, “viola de cocho”, “viola de buriti” e todas as demais existentes no país, em todos os tempos.

A idéia nasceu com o músico, produtor e gestor cultural mineiro João Araújo (Viola Urbana Produções), que com a supervisão do IPHAN MG, durante cerca de hum ano e meio, elaboraram o Requerimento assinado pelo Secretário de Cultura de Belo Horizonte (Sr. Leônidas José de Oliveira) e que foi protocolado no IPHAN Nacional em 04 de janeiro de 2017.

EMBAIXADORES REGIONAIS:

ALMIR PESSOA – Goiânia / GO – (62) 99997-4879 – violeirodobrasil@hotmail.com – FB: violeirodobrasil?fref=ts
ANGELIM – Brasília / DF (61) 99102-7070 – angelim.violeiro@gmail.com – FB: angelim.sitiodoangelim
BENTO FERREIRA- Lima Duarte / MG (32) 98863-0883 – repatriationtime@gmail.com – FB: 100007772020112
BETO MOSCHKOVICH – Brasília / DF (61) 98161-0999 – beto.moschkovich@gmail.com – FB: beto.moschkovich.5?fref=ts
CLEBER TOMAS VIANNA – Salvador / BA (71) 99986-0772 – clebertvianna@gmail.com – FB: CleberTomasViannna
HENRIQUE BONNA – Rio de Janeiro / RJ (21) 974205115 – henrique.bonna@yahoo.com.br – FB: henrique.bonna?fref=ts
JULIO BICALHO – Contagem / MG (31) 99336-5037 – julio@jbcinformatica.com.br – FB: julio.bicalho.7?fref=ufi
JUNIOR DA VIOLLA – São Paulo / SP (11) 99181-2928 – e-mail@juniordaviolla.com.br – FB: jviolla?fref=ts
LEANDRO DE ABREU – Santo André / SP (11) 97303-6651 – leandrodeabreu1@gmail.com – FB: leandro.deabreu.7
LENIR BOLDRIN – Campinas / SP (11) – 99819-5750 – lenirboldrin@yahoo.com.br – FB: lenir.boldrin?fref=ts
LUCIANO QUEIROZ – Assis / SP (18) 99621-2727 – luthier@lucianoqueiroz.com – FB: queirozluthier
MAINHO COELHO – Leme / SP (19) 99759-2606 – mainhocoelho@yahoo.com.br – https://www.FB: mainho.coelho
MAIKEL MONTEIRO – Curitiba / PR maikel@speedsistemas.com.br – FB: maikel.monteiro1
MILTON PRIMO – São Francisco do Conde / BA (71) 99912-1092 – miltonprimo@msn.com – FB: milton.primo.7?fref=ts
OSNI RIBEIRO – Botucatu / SP (14) 99762-7654 – osniribeiro@abacateiro.com – FB: osni.ribeiro.64
RODRIGO NALI – Paulínia / SP (19) 99642-8948 – rodrigo_nali@yahoo.com.br – FB: rodrigo.nali1
SANDRA PERIPATO – São Paulo / SP (11) 97080-1454 – sandracristina17@gmail.com – FB: sandracristina.peripato
VALDIR VERONA – Caxias do Sul / RS (54) 99979-1524 – valdirverona@gmail.com – FB: valdirverona?fref=ts
ZÉ TERRA – Mauá / SP (11) 99801-3999 – joseapbernardino@gmail.com – FB: zeterralivre
ZÉ BRASIL – Jandira / SP (11) 96360-3945 – josecarlosbrasil1@hotmail.com – FB: josecarlosbrasil.oliveira1?fref=ts

AÇÕES:

1 – Pequenos vídeos de adesão formal da comunidade formadora do bem serão publicados no Youtube ( https://www.youtube.com/user/JoaoAraujoViolaUrban ) e em grupos de 10 serão encaminhados periodicamente para anexação ao processo junto ao IPHAN.
Obs.1: se você está envolvido com qualquer tipo de viola em qualquer lugar do Brasil, não precisa esperar convite: faça seu vídeo de cerca de 15 segundos dizendo seu nome, cidade, Estado e o seu tipo de ligação com a viola, SEM ESQUECER DA FRASE: “eu apoio o movimento da viola brasileira como Patrimônio Imaterial do Brasil”. (Estar com a viola nos braços e tocar pequenos trechos no vídeo é desejável, mas não obrigatório). ENVIAR PELO WHATSAP (31) 99952-1197 ou pelo inbox ( https://www.facebook.com/joao.araujo.viola )

2 – Serão catalogados no banco de dados disponibilizado no site www.violaurbana.com
( http://www.violaurbana.com/cadeiaprodutiva ) perfis editáveis de pessoas ligadas à cadeia produtiva da viola com foto, release e amostras em áudio e vídeo – consultáveis por nome, tipo de atuação, cidade e Estado de nascimento e de radicação. O avanço dessas adesões também será anexado periodicamente ao processo durante a campanha e no final o banco de dados será disponibilizado ao IPHAN para registro, salvaguarda e manutenção da divulgação dos perfis.
Obs.2: se você atua em qualquer área da cadeia produtiva da viola, não deixe de fazer e/ou de manter atualizado seu perfil: é bom para o movimento e também é mais um espaço na internet para divulgar seus trabalhos!

3 – Todo o histórico do movimento será registrado periodicamente no “Grupo Viola: Nosso Patrimônio” ( https://www.facebook.com/groups/ViolaNossoPatrimonio/?ref=ts&fref=ts )
onde os apoios de todos serão registrados (pela adesão ao grupo) e onde documentos referentes à viola e ao movimento serão disponibilizados para salvaguarda e para fortalecimento do movimento. Neste grupo serão solicitadas à comunidade avaliações e complementações aos textos inicialmente apresentado na candidatura (“Linha do Tempo da Viola Brasileira”, “Tipos de Viola em atividade no Brasil” e outros). Após editadas e confirmadas as referências das complementações, os novos textos também serão protocolados periodicamente junto ao IPHAN, naturalmente com o crédito ao nome dos colaboradores.
Obs.3: se você é pesquisador e/ou tem acesso a algum conhecimento complementar aos textos, não deixe de participar sugerindo alterações e/ou complementações. Também não deixe de enviar cópias digitalizadas de artigos, teses, dissertações, livros, vídeos e outros materiais – que serão disponibilizados no Grupo e também serão protocolados no IPHAN para fortalecimento do movimento.

EM NENHUM MOMENTO DE TODO O PROCESSO OS MATERIAIS SERÃO UTILIZADOS PARA ANGARIAR RETORNOS FINANCEIROS! TODO O MATERIAL CAPTADO SERÁ DISPONIBILIZADO GRATUITAMENTE PARA FINS DE SALVAGUARDA E REGISTRO TANTO PELO MOVIMENTO QUANTO PELO IPHAN.

O benefício é de todos os envolvidos com o instrumento em todo o Brasil, nas mais variadas modalidades, estilos, formatos, ritmos, credos, tipos de envolvimento, etc.

Junte-se a essa empreitada: é necessário o empenho de toda a classe para fundamentar a solicitação e conseguir o reconhecimento!

A PARADA DA MÚSICA  |  GUSTAVO VASCONCELLOS  |  GRV@GRV.ART.BR 

Anterior Construtores de Brasília
Próximo Espetáculo Desesperados