A Menina que Colecionava Sonhos é um recorte de experimentos artísticos da oficina Mosaico do Amor, voltada para alunos com síndrome de Down e seus familiares. Projeto reúne diferentes propostas artísticas de renomados profissionais do Distrito Federal

“O cromossomo do amor e sua potencialidade poética”. Foi a partir dessa ideia que o idealizador e diretor Rômulo Mendes, do Poetizar – Coletivo Teatral, deu início à oficina “Mosaico do Amor”, voltada para alunos com síndrome de Down, seus familiares e a comunidade. Com o objetivo de trazer uma oportunidade diferenciada para os alunos, a oficina também surgiu para colocar esses profissionais sob uma nova perspectiva e a experiência de trabalhar com o tempo, o amor e as diferenças da trissomia 21.

Durante cinco meses, os alunos tiveram contato tipos variados de trabalhos artísticos e profissionais renomados da cena artística do Distrito Federal: Silvia Paes e o Teatro do Oprimido; Luana Proença e a Improvisação; Túllio Guimarães e a Construção da Personagem; José Regino e a Palhaçaria; Rodrigo Mena Barreto e a Dança Contemporânea; Michelle Fiuza e a Introdução à Música.

As aulas e as criações também foram conduzidas pelos profissionais Rômulo Mendes, Camila Meskell e Bárbara Albuquerque, e acompanhadas pela fotógrafa Fernanda Resende e os cinegrafistas Fabricio Timm e Bauti Godoy.

Para Rômulo Mendes, a oficina foi de extrema importância para os alunos, que superaram suas diferenças, venceram os desafios e foram agentes transformados e transformadores. “Essa experiência me ensinou a ter um olhar mais generoso com o mundo. Com os detalhes. Com o abraço. Com o sorriso. E, principalmente, com o tempo. Às vezes, precisamos deixar de lado a ansiedade e entender o tempo que cada coisa tem. Só assim podemos ver a poesia que existe nas pequenas coisas e, assim, usá-la para compor a nossa obra de arte. A delicadeza, os olhares e os sonhos dos alunos estão presentes em cada pecinha desse mosaico do amor”, afirma.

A finalização do projeto, financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF), será realizada no Teatro Goldoni, com a dramaturgia criada a partir de experimentações cênicas e do tema provocador: Qual é o seu sonho?

A oficina já é realizada há três anos por Rômulo Mendes dentro do Poetizar – Coletivo Teatral, grupo de pesquisa que reúne artistas da capital e que tem como filosofia a utilização de casos reais de pessoas que foram silenciadas durante a história. Em 2016, o grupo montou e apresentou a peça teatral “Meu Precioso Cabaré”, que falava sobre Bela, uma jovem com síndrome de Down, na década de 50. O trabalho ganhou quatro prêmios e foi indicado a mais três no 2o Festival Nacional de Teatro de Barbacena (MG).

Serviço

A Menina que Colecionava Sonhos – Projeto Mosaico Amor
Poetizar – Coletivo Teatral
Dias 10 e 11 de novembro de 2018.
Horário: Sábado, às 21 horas e Domingo, às 20 horas.
Local: Teatro Goldoni (Casa D’Itália: EQS 208/9, It. A – Asa Sul – Brasília – DF).
Entrada gratuita (Os ingressos serão distribuídos 1h antes do espetáculo).
Duração: 40 minutos.
Classificação indicativa: Livre
Informações: (61) 9 9641-4169 ou (11) 9 9738-8117
Patrocínio: Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF).

Anterior Fashion Day Kids promove segunda edição no dia 09/11
Próximo McDonald’s inova o cardápio e lança o esperado McVeggie