Miolo Cuvée festeja Bodas de Prata com selo DOVV na linha, lançamento de um Nature, caixa personalizada e um packing totalmente modernizado

O Miolo Cuvée é um dos espumantes mais tradicionais do Brasil. Suas borbulhas finas e persistentes e, principalmente, seu frescor, elegância e versatilidade conquistaram o mundo. Assim, o espumante brasileiro mais vendido em Paris também é a bebida oficial do Natal Luz de Gramado há 14 anos. Nesses 25 anos, a linha abriu portas e conquistou mercados, levando a marca Brasil para todos os continentes. Hoje, com presença em 15 países, o Miolo Cuvée conquista o reconhecimento da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), amplia sua família com o lançamento de um Nature e apresenta nova roupagem.

Nascido nos vinhedos próprios da Miolo no Vale dos Vinhedos, o Miolo Cuvée expressa o terroir de uma região com plena vocação para o espumante. “O Miolo Cuvée tem um significado muito especial para a história da vinícola. Foi com ele que entramos nesse mercado há 25 anos, e conquistar a DOVV nos coloca em outro patamar agregando mais valor à marca Miolo no segmento de espumantes”, salienta o enólogo Adriano Miolo, diretor superintendente da vinícola. Nessa trajetória, o Miolo Cuvée arrematou 47 prêmios em concursos internacionais.

As mudanças querem provocar junto ao consumidor uma nova sensação, trazendo o novo sem deixar de lado a tradição. A modernização dos rótulos, que traz ícones de comunicação e paleta de cores mais contemporâneos, chega num momento em que a marca está consolidada como detentora de produtos premium, mostrando a expertise da Miolo na elaboração de grandes espumantes. Esta repaginada deixa o produto ainda mais elegante e ao mesmo tempo delicado, com inspiração na moda e perfumaria mundial, identificando-se com um consumidor jovem, sofisticado e mais feminino. E tudo isso sem mudança de preço, ficando entre R$ 50 e R$ 70.

Mas as mudanças não foram somente na estética. O espumante também passou por uma transformação no corte do vinho base. Agora, o Miolo Cuvée tem 60% Pinot Noir e 40% Chardonnay ao invés de 50% cada variedade como foi até aqui. O resultado trouxe elegância e sofisticação para um blend clássico.

Sobre a DOVV

Única no Brasil, a DOVV traduz a expressão do vinho autêntico, com identidade do Vale dos Vinhedos. O Miolo Cuvée conquistou a distinção por comprovar que 100% de suas uvas (Pinot Noir e Chardonay) são cultivadas na região geograficamente demarcada, além de todo processo de elaboração acontecer no Vale dos Vinhedos, seguindo um rígido controle de etapas pré-estabelecidas. A linha também seguiu pré-requisitos como a condução do vinhedo em sistema de espaldeira e a elaboração pelo método tradicional (Champenoise).

Miolo Cuvée Collection

Outra novidade para comemorar o aniversário é o Miolo Cuvée Collection, uma caixa personalizada com os quatro rótulos: Miolo Cuvée Nature, Miolo Cuvée Brut, Miolo Cuvée Brut Rosé e o Miolo Cuvée Demi-Sec, todos em 750 ml. A proposta é gerar experimentação, além de ser uma excelente dica de presente com a coleção completa. Assim, o consumidor poderá degustar os quatro espumantes, que nem sempre estão disponíveis no mesmo ponto de venda, com o preço de quatro garrafas unitárias. O Miolo Cuvée Brut e o Miolo Cuvée Brut Rosé, ambos com 12 meses de envelhecimento nas caves subterrâneas da vinícola, também serão disponibilizados em garrafa Magnum com 1,5 litro. Os quatro rótulos também exibem o Selo da The Vegan Society, como 100% veganos e livres de alergênicos.

Miolo Cuvée Nature

A aposta em espumantes Nature é recente no Brasil. Tanto que a legislação brasileira passa a citar o produto somente em 2018, permitindo a elaboração com zero adição de licor de expedição, podendo conter até 3 gramas por litro de açúcar residual. ‘Puro’, este espumante é apreciado por paladares mais maduros.

Com 18 meses de envelhecimento na garrafa em contato com as leveduras, e o mesmo preço da linha, o Miolo Cuvée Nature não tem dosagem de licor de expedição. Elaborado pelo método tradicional com uvas das variedades Pinot Noir (60%) e Chardonnay (40%) cultivadas no Vale dos Vinhedos, o produto exige em sua cápsula o selo DOVV.

Límpido, de coloração amarelo palha e nuances esverdeados, possui coroa elegante e perlage fina, delicada e constante. Seus aromas são delicados e lembram frutas cítricas como abacaxi e melão, mel e destaque para notas de pão torrado. Na boca, alto frescor diante de sua acidez equilibrada. Boa persistência gustativa e retrogosto prolongado. Ideal ser apreciado com uma temperatura entre 6ºC e 8ºC. Excelente com aperitivo, harmoniza muito bem com saladas de folhas – sem vinagre -, carpaccios, ovas de peixes, frutos do mar e bolinhos de bacalhau.

Enoturismo regado a Miolo Cuvée

Para brindar os 25 anos do Miolo Cuvée, a vinícola também está preparando o roteiro especial DOVV Espumantes, que será oferecido de segunda a sábado, sempre às 14h30min, a partir de outubro. Além de ser uma experiência mais dirigida ao mundo do espumante, o grande diferencial é a degustação do Miolo Cuvée na emblemática torre da Miolo. Já no Wine Garden será montado o Lounge Miolo Cuvée com taça ao pôr do sol e welcome drink.

Anterior Pensadores para apresentar ‘ideias para o mundo’ no Curta!
Próximo Dudu Bar Asa Sul reabre as portas e conta com novidades