Últimas sessões de “Microutopias Cotidianas Aglutinantes do lugar”, a mais nova criação da Anti Status Quo. Entre as mais atuantes e respeitadas companhias de dança contemporânea do Centro-Oeste, a Anti Status Quo ganha especial destaque na autoria de trabalhos que saem da forma mais tradicional de se fazer um espetáculo, com forte diálogo com as artes visuais, em especial instalações, obras ’site especific’ e intervenções urbanas.

Em “Microutopias Cotidianas Aglutinantes do lugar”, obra itinerante contemplativa, a Companhia mergulha na experiência do corpo no cotidiano e no espaço urbano misturando as linguagens da dança, da fotografia e da intervenção urbana. Com plateia restrita a 24 pessoas (por sessão), cada espectador é recebido com um mapa de orientações que o leva a um passeio urbano provocativo de vivência sensível.

Segundo Luciana Lara, diretora e coreógrafa da Companhia, “nesta proposta, o público trilha um percurso mapeado nas ruas em que acontecimentos e instalações mudam a perspectiva do olhar sobre a cidade”. O trajeto, que tem início solitário e torna-se coletivo a um determinado ponto, é, por todo ele, marcado pela presença dos seis artistas do elenco.

Ficha técnica

Direção artística e conceito: Luciana Lara
Pesquisa e concepção: Luciana Lara em colaboração com bailarinos
Bailarinos: Camilla Nyarady, Déborah Alessandra, João Lima, Luciana Matias, Marcia Regina e Roberto Dagô.

Serviço

Espetáculo: Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar
Grupo: Anti Status Quo Companhia de Dança
Ponto de encontro: Centro de Dança do DF
Dias: de 18 a 23 de março de 2019 (de segunda à sábado)
Horário: sempre às 9h30 AM
Número de espectadores por sessão: 24 pessoas
Entrada franca, mediante agendamento, no e-mail microutopiasasq@gmail.com
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos

''Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar''
”Microutopias Cotidianas Aglutinantes do Lugar” | Foto: Danilo Fleury
Anterior G7 retorna com a comédia “O Melhor do Brasil é o Brasileiro”
Próximo Prenda a respiração! Já pode assistir a ''Aquaman'' no Looke