Produtores enriquecem o calendário cultural de Águas Claras com um democrático e inclusivo carnaval fora de época, vem aí a Micarê da Toca

Uma festa multicultural, cheia de diversidade, na rua, de graça, do jeitinho que todo mundo gosta e com o astral festivo que a folia carnavalesca deve ter.

Pensada e realizada por quem mora e conhece bem Águas Claras, a Micarê da Toca vai botar seu bloco na rua e deixar claro para todo o DF, nas tardes e noites de sábado e domingo, dias 24 e 25 de setembro, que as águas de uma boa farra também rolam por lá.

No palco, estrategicamente montado em local amplo, com 1,7 mil m², e não muito próximo às áreas residenciais, na Avenida Boulevard Norte esquina com a Avenida Parque, irão passar bandas e grupos que vêm agitando o carnaval candango há anos e prometem botar todas e todos para dançar. Além dos shows, o espaço vai abrigar praça de alimentação e feira com expositores e artistas locais.

Tudo começou com uma roda de samba na Rua 31 Sul, nos anos de 2018 e 2019, quando ganhou a simpatia dos moradores da região. Em 2020, “geral compareceu e foi assim, no boca a boca, que nasceu o maior bloco de carnaval de rua de Águas Claras com a presença de mais de 5 mil pessoas, compartilhando alegria e diversão”, recordam os organizadores.

Para a edição deste ano, com fomento do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do DF, a organização vai oferecer mais atrações, com mais segurança e melhor estrutura para todas e todos brincarem na paz. Tudo de graça! Nos dois dias, a festa começa às 16h e segue até às 23h.

Quem abre a programação da Micarê da Toca é a Banda Maria Vai Casotras, formada exclusivamente por mulheres. O grupo percussivo agita geral com seu repertório diversificado de clássicos do samba, forró e axé. Em seguida, sobe ao palco o Grupo Street Cadeirante, projeto de dança voltado para pessoas em cadeira de rodas. Encerrando a primeira noite de folia, o Bloco Eduardo e Mônica, que arrasta multidões com suas versões carnavalescas de clássicos do compositor Renato Russo e de bandas do rock nacional.

No domingo, a consagrada Banda Circulô, com 18 anos de estrada, é o abre-alas e apresenta repertório autoral, que bebe da mesma fonte do Asa de Águia, Chiclete com Banana, Banda Eva e Timbalada. E para fechar com chave de ouro, o Bloco Santo Pecado, trazendo, com suas sonoridades percussivas, levadas do Olodum, Timbalada além de versões de músicas de O Rappa, Tim Maia, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso e muitas outras.

Com a realização da Micarê da Toca, que é o primeiro carnaval fora de época de Águas Claras, “pretendemos trazer à população acesso a um produto artístico-cultural de qualidade, promovido por agentes culturais daqui e que propague valores democráticos e inclusivos e que contribua para o crescimento do setor cultural local”, comentam Alyson Soares e Paulo Souza, idealizadores e produtores da festa carnavalesca.

Serviço:

Micarê da Toca
Local: Rua do Lazer, Avenida Boulevard Norte esquina com a Avenida Parque
Dias e horário: sábado e domingo, dias 24 e 25 de setembro, das 16h às 23h
Ingressos: retirada gratuita na plataforma Sympla
Campanha: doação voluntária de 1 kg de alimento não perecível
Lema: Respeite as minas, as monas, as manas, qualquer tipo de discriminação não será tolerada.
Informações: @bloco_da_toca e @ts3produtora, no Instagram

Programação:

Sábado, 24 de setembro
Banda Maria Vai Casotras
Grupo Street Cadeirante
Bloco Eduardo e Mônica
Domingo, 25 de setembro
Banda Circulô
Bloco Santo Pecado