Mestre Zé do Pife e as Juvelinas


Mestre Zé do Pife e as Juvelinas são os convidados do Som de Papel no Arraiá do Beco. Apresentação integra a Circulação Sonoridades Orgânicas, levando a mistura entre música brasileira, artesanato e sustentabilidade ambiental pelo DF

Na quinta edição da circulação Sonoridades Orgânicas, a banda Som de Papel se apresenta ao lado de Mestre Zé do Pife e as Juvelinas durante o tradicional Arraiá do Beco, em Taguatinga. No dia 30 de julho, a partir das 19h, com entrada franca. Além desse sonoro encontro, o Arraiá soma outras atrações que vão esquentar a festa agostina do conhecido Beco da Cultura: Coco a Dois, Dj Caju Clash, Caco de Cuia, Jongo do Cerrado, Forró Susuarana e Mamulengo Presepada.

Som de Papel é um projeto nascido no Mercado Sul de Taguatinga, a partir do encontro entre o percussionista e artesão Juraci Moura com o violonista e compositor Cesar de Paula. A circulação Sonoridades Orgânicas apresenta o resultado dessa união, realizando shows em Ceilândia, Taguatinga e Recanto das Emas, sempre com convidados especiais.

Tocando em casa, Som de Papel vai misturar ainda mais as sonoridades orgânicas da banda, que dão vida a batuques, afoxés e sambas. Durante o VI Arraiá do Beco, é o forró que dará o ritmo do show, fortalecido pela tradição das bandas de pífano nordestinas consagradas em Brasília a partir do trabalho de Mestre Zé do Pife e as Juvelinas.

Som de Papel

Som de Papel apresenta dinâmicas sonoras inovadoras, envolvendo música, artesanato e consciência ambiental. O encontro entre Juraci MOura e César de Paula cria caminhos múltiplos, onde composições autorais e o violão rítmico de César de Paula se complementam com a sonoridade dos inovadores instrumentos percussivos criados por Juraci Moura, a partir da reutilização de resíduos sólidos.

O trabalho reelabora composições autorais dos álbuns “Sambeat” e “Labirinto Líquido”, de Cesar de Paula, inspirando novas canções a partir da proposta percussiva e orgânica, percorrendo as heranças culturais afro-brasileiras. São batuques, afoxés, sambas, fortalecidos com a formação da banda que conta com Betão Nascimento, no baixo; Nega Layza, na percussão; e Raildo Ratho, na flauta, efeitos e sax.

Percussão consciente

Como artesão/luthier, Juraci Moura utiliza sacos de cimento, papelão, barricas e tampinhas de garrafa para criar pandeiros, zabumbas, baterias, alfaias e caixas de timbal. Esses instrumentos, utilizados pela banda, possuem sonoridade orgânica de qualidade e ainda carregam o compromisso pela vida, onde peles de animais – tradicionalmente utilizados para instrumentos percussivos – são substituídas por sacos de cimento tratados em um processo inovador.

Arraiá do Beco

O Arraiá do Beco é uma festa realizada há 8 anos e chega em 2016 à sua sexta edição. A festa é sempre produzida de forma coletiva pela comunidade que mora, ocupa, trabalha e frequenta o Mercado Sul de Taguatinga. De forma também colaborativa, a Eco Feira do Mercado Sul reúne artesãos e artistas que trabalham com o princípio da economia solidária, sustentabilidade e reutilização de resíduos sólidos. Além das músicas e apresentações, teremos espaço de convívio, diálogo, oficinas, comunicação livre e manifestações culturais.

Serviço

Som de Papel convida Mestre Zé do Pife e as Juvelinas
Arraiá do Beco – Mercado Sul de Taguatinga (QSB 12/13)
Data: 06 de agosto de 2016
Hora: 19h
Entrada: Franca

Anterior Clientes ganham a famosa caneca
Próximo Capital na Tela no gramado do CCBB