A Mostra Mel Brooks – Banzé no Cinema está em cartaz no Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília até o dia 31 de janeiro. A mais abrangente retrospectiva do multitalentoso artista já vista na América Latina.

A entrada é franca e os ingressos são disponibilizados no dia da sessão, a partir das 9 horas da manhã, no link: www.eventim.com.br/artist/mel-brooks/ No dia 28 de janeiro (quinta), às 17 horas, o clássico “Banzé no Oeste” ganha uma sessão inclusiva para deficientes visuais e auditivos.

Em sua longeva carreira, Mel Brooks já exerceu as funções de diretor, ator, roteirista, compositor e produtor, sendo um dos mais renomados diretores americanos de comédias de todos os tempos, considerado genial por Billy Wilder e Alfred Hitchcock e certamente um dos grandes representantes das comédias nonsense americanas. A curadoria de Eduardo Reginato e José de Aguiar apresenta uma rica programação que enaltece a peculiar fusão de surrealismo, burlesco, musical, crítica social e análise cinematográfica.

“A obra de Mel Brooks é ímpar por diversos fatores, não apenas na compreensão perfeita do timing do humor e da imensa capacidade perceptiva de replicar os gêneros que homenageia pelo viés da paródia. Um desses fatores primordiais é o grupo seleto de atores que se repetem em seus filmes – sejam como protagonistas, sejam em participações especiais – em um entrosamento, dedicação e entrega pouco vistos no cinema: os geniais Gene Wilder, Dom DeLuise e Madeline Kahn, por exemplo. Essas estrelas de extraordinária verve cômica e teatralidade transformam os filmes em eventos que fazem os olhos não só brilharem, mas também gargalharem”, afirma José de Aguiar.

Mel Brooks não apenas dirigiu e roteirizou seus filmes, mas também atuou e compôs os temas musicais. Em filmes de outros diretores, também contribuiu com roteiro e protagonizou vários deles. Além de toda sua diversidade artística, também é um bem-sucedido produtor cinematográfico. Brooks ficou conhecido por lutar para que projetos não convencionais fossem filmados.

“Os filmes de Mel Brooks não são apenas paródias, também são uma profunda análise sobre o cinema. A visão de Brooks esmiúça em cada fotograma seu profundo amor pelos mais diversos gêneros cinematográficos. Onde muitos podem ver piadas grosseiras, há, como dizia Orson Welles, um fluxo constante de sonho. E os sonhos que Mel Brooks proporciona são hilários. Desta forma, a mostra proporcionará ao público brasileiro o privilégio único de experimentar em doses cavalares o alívio da boa risada, a sensação de sentir o mundo externo desaparecer e preencher o espírito de alegria, além de apreciar a imensa aula de cinema que cada filme de Brooks proporciona”, celebra Eduardo Reginato.

Serviço: Mostra “Mel Brooks – Banzé no Cinema”

Local: Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília (Setor de Clubes Sul – Trecho 2 – Lote 22)
Data: Até 31 de janeiro de 2021
Ingressos: Os ingressos gratuitos serão disponibilizados no app ou site da Eventim no dia da sessão, a partir das 9 horas do dia da sessão, no link: www.eventim.com.br/artist/mel-brooks/ Até 2 (dois) ingressos por CPF.
Lotação: 30 lugares.
Classificação indicativa: Ver programação

Programação:

Terça – 26/01:

17h00 – GI Jews: Jewish Americans In World War II (2017/84min/Bluray) class:12 anos
19h30 – Mel and his movies (2013/100min/Bluray) class:12 anos

Quarta – 27/01:

17h00 – GI Jews: Jewish Americans In World War II (2017/84min/Bluray) class:12 anos
20h00 – Sou ou não sou (To Be or Not to Be/1983/107min/Bluray) class:12 anos

Quinta – 28/01:

17h00 – Banzé no Oeste (Blazing Saddles/1974/93min/Bluray) class:14 anos – sessão inclusiva: libras, audiodescrição e closed caption (filme dublado)
20h00 – Mel Brooks: Make a Noise (2013/52min/Bluray) class:12 anos

Sexta 29/01:

17h00 – Hail Sid Caesar! The Golden Age of Comedy (2001/85min/Bluray) class:12 anos
20h00 – Cliente Morto não Paga (Dead Men Don’t Wear Plaid/1982/78 min/Bluray) class:12 anos

Sábado – 30/01:

14h30 – Banzé na Rússia (The Twelve Chairs/1970/94min/Bluray) class:14 anos
17h15 – O Crítico (The Critic/1963/4min/Bluray) class:12 anos + Primavera para Hitler (The Producers/1967/88min/Bluray) class:14 anos
19h45 – O Homem elefante (The Elephant Man/1980/124min/Bluray) class:14 anos

Domingo – 31/01:

17h00 – O Dorminhoco (Sleeper/1973/89 min/Bluray) class:14 anos
20h00 – O Jovem Frankenstein (Young Frankenstein/1974/106min/Bluray) class:12 anos

👇
ACESSE + CONTEÚDO SOBRE FILMES NO AQUI TEM DIVERSÃO
👉 https://aquitemdiversao.com.br/category/filmes/

Anterior Dolce Far Niente, agenda cultural de 26 a 31 de janeiro
Próximo Italo Azevedo lança “Antes do Início”, clipe do disco solo