A Mostra “Mel Brooks – Banzé no Cinema” está em cartaz no Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília até o dia 31 de janeiro.

A maior retrospectiva do multitalentoso artista tem entrada franca e vai contar com um Debate online gratuito nesta quinta (14 de janeiro), às 20 horas, com as palestrantes Flávia Boggio e Letícia Sallorenzo e mediação de Eduardo Reginato.

O evento será gratuito e online. O acesso ao Debate será disponibilizado nas redes sociais do CCBB Brasília: www.facebook.com/ccbb.brasilia www.instagram.com/ccbbbrasilia e www.twitter.com/ccbb_df

Em sua longeva carreira, Mel Brooks já exerceu as funções de diretor, ator, roteirista, compositor e produtor, sendo um dos mais renomados diretores americanos de comédias de todos os tempos, considerado genial por Billy Wilder e Alfred Hitchcock e certamente um dos grandes representantes das comédias nonsense americanas. A curadoria de Eduardo Reginato e José de Aguiar apresenta uma rica programação que enaltece a peculiar fusão de surrealismo, burlesco, musical, crítica social e análise cinematográfica.

A programação traz filmes em formato digital: 11 longas-metragens com autoria de Mel Brooks, 1 episódio da série “Agente 86”, 1 curta, 4 documentários que abrangem 60 anos de seu trabalho como diretor, ator e produtor, além de 11 longas-metragens de diretores que colaboraram com Brooks, como o clássico “O Homem-Elefante”, que Mel Brooks produziu quando ninguém ainda acreditava no talento de David Lynch.

Para quem desejar se aprofundar mais sobre a vida e obra de Mel Brooks, há um curso online, ministrado pelos curadores, disponível nos links:

Dia 1: vimeo.com/495568568
Dia 2: vimeo.com/495552455
Dia 3: vimeo.com/495542222

Sobre os curadores:

Eduardo Reginato – Produtor, roteirista e crítico de cinema. É formado, mestre e doutorando em Literatura pela Universidade Federal Fluminense. Na televisão foi diretor e roteirista do programa Cinema Mundo (2006) do extinto canal Cine Brasil TV e produtor dos programas (Re)corte Cultural e Arte com Sérgio Britto da TVE (atual TV Brasil). Foi um dos curadores da Mostra Bertrand Blier e a Comédia da Provocação (2017) e produtor das mostras Aventura Antonioni (2017), Syberberg, um filme da Alemanha (2016) e O Cinema Total de David Lean (2015), entre outras.

José de Aguiar – Diretor de arte, diretor e produtor de cinema e TV há mais de 15 anos. Atua há 7 anos como curador, coordenador-geral e produtor executivo de mostras de cinema em diversos centros culturais, como as retrospectivas Scorsese, Fellini, Abel Ferrara, Oscar Micheaux, Samuel Fuller, Coppola, David Lean, Renoir, Cocteau, Antonioni, Vera Chytilová, Lumière e ainda outras temáticas como O Novo Cinema Pernambucano, Dogma 95, Surrealismo e Vanguardas, e Cinema de Hong Kong, todas elas realizadas de 2012 a 2020.

Sobre as debatedoras:

Flávia Boggio – Roteirista e colunista da Folha de S. Paulo. Escreve para programas e séries, principalmente com foco no humor. Começou a carreira na MTV Brasil, onde foi roteirista do Piores Clipes do Mundo, Furo MTV, Comédia MTV e das animações Infortúnio com a Funérea e Megaliga de VJs Paladinos, ganhadora do prêmio APCA de melhor animação.

Trabalhou como redatora publicitária, quando voltou para televisão para ser roteirista-chefe do programa The Noite com Danilo Gentili. Em seguida, foi para o Lady Night com Tatá Werneck, onde assinou a redação final das três primeiras temporadas.

Escreveu para o programa Fora de Hora e, na ficção, para as séries “Mal Me Quer” (Warner), a infanto-juvenil “Bugados” (Gloob), e “Sexy É A Mãe” (Globo). Hoje está no núcleo de dramaturgia da Rede Globo e, todas as quintas, publica uma coluna na página de humor da Ilustrada, na Folha de S. Paulo.

Letícia Sallorenzo – Jornalista formada pela ECO-UFRJ, professora de português e mestra em Linguística formada pela UnB, dissertação que resultou no livro Gramática da Manipulação, editado pela Quintal Edições. Atualmente é doutoranda em Linguística pela UnB e estuda os efeitos cognitivos das Fake News nas pessoas.

Serviço:

Debate com Flávia Boggio e Letícia Sallorenzo e mediação de Eduardo Reginato – Mostra Mel Brooks – Banzé no Cinema
Data: 14 de janeiro de 2021 (quinta) às 20 horas
O link de acesso gratuito será disponibilizado nas redes sociais do CCBB-DF:

www.facebook.com/ccbb.brasilia
www.instagram.com/ccbbbrasilia
www.twitter.com/ccbb_df

Anterior Série espanhola ARDE MADRI estreia na HBO
Próximo Virgínia Arruda lança novo single que fará parte de DVD