A cantora  Marisa Monte por trás dos palcos: artista se revela em ‘Infinito Ao Meu Redor’

Marisa Monte e os bastidores da turnê “Universo Particular” se revelam ao público através do documentário “Infinito Ao Meu Redor”, que acaba de chegar ao Curta!. O longa, dirigido por Vicente Kubrusly, mostra a intimidade da artista através de um relato em primeira pessoa. Enquanto reflete sobre a própria profissão, Marisa vivencia a experiência de viajar entre 17 países com seu show, visto por mais de 750 mil pessoas.

Do esplendor do palco à correria das viagens, além da calorosa reação do público e da recepção da imprensa por onde passa, Marisa se mostra múltipla: compõe, canta, administra os desafios trazidos pela fama e a própria vida pessoal. Relembra sua adolescência e retoma as origens de sua ligação com a música, ao mesmo tempo que celebra o presente enquanto comemora mais um aniversário.

Foram mais de 500 horas de trabalho filmadas entre o lançamento simultâneo de “Universo ao Meu Redor” e “Infinito Particular” — os álbuns que deram origem ao show — e a apresentação final, dois anos depois, em 2008. Ainda que foque neste espetáculo, o filme também relembra de outros momentos dos 20 anos da carreira de Marisa, recém-completados na época.

Além de ponderações sobre o show business, “Infinito ao Meu Redor” mostra a vida de uma artista completa: entre o glamour e a simplicidade, entre a multidão de fãs, os amigos e a solidão da estrada. A exibição é na Segunda da Música, 28 de junho, às 22h30.

Heitor Augusto, crítico de cinema, debate representatividade negra e LGBTQ+ na sétima arte

A experiência e as reflexões de Heitor Augusto, crítico e curador de cinema, configuram o episódio da semana de “Palavra Crítica”, em exibição no Curta!. Heitor é especializado em cinema negro e realiza trabalhos e estudos sobre o universo queer na sétima arte. Sua participação na série é centrada nas questões da representatividade nos filmes.

Com produção da Opara Filmes, e direção de Thiago Leitão, “Palavra Crítica” põe o cinema em observação através do olhar de 12 grandes nomes da crítica brasileira; cada episódio apresenta um deles. Além de Heitor Augusto, a série entrevista ainda Luiz Zanin, Ângela Prysthon, João Batista, Luiz Joaquim, Ernesto Barros, Celso Marconi, Marcelo Lyra, Marcelo Ikeda, Alexandre Figueirôa, Carol Almeida e José Geraldo Couto. A exibição do episódio é na Quarta do Cinema, 30 de junho, às 22h.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 28/06

22h30 – “Infinito ao Meu Redor” (Documentário)
“Infinito ao Meu Redor” é um documentário sobre a cantora brasileira Marisa Monte filmado durante a turnê mundial “Universo Particular”. Foi lançado como quinto álbum de vídeo da artista com um CD bônus incluindo nove músicas em novembro de 2008. Ganhou o Prêmio Multishow de Música Brasileira na categoria Melhor DVD. Direção: Vicente Kubrusly. Duração: 72 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 29 de junho, terça-feira, às 02h30 e 16h30; 30 de junho, quarta-feira, às 10h30; sábado, às 22h40; 3 de julho, domingo, às 15h35.

Terça das Artes – 29/06

20h30 – “O Legado de Merce Cunningham” (Documentário)
O documentário mostra a extraordinária carreira de Merce Cunningham, o grande coreógrafo americano, e a batalha pela preservação de sua herança. Como garantir que seu trabalho viva, apesar de sua morte e do rompimento de sua companhia de dança? Advogados, curadores, dançarinos, músicos, arquivistas e professores de dança unem forças e enfrentam o desafio de implementar um plano de trabalho elaborado pelo coreógrafo antes de sua morte. Direção: Marie-Hélène Rebois Duração: 52 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 30 de junho, quarta-feira, às 00h30 e às 14h30; 1 de julho, quinta-feira, às 8h30; 3 de julho, sábado, às 20h10.

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 30/06

22h – “Palavra Crítica” (Série) – Ep. “Heitor Augusto”
O debate sobre representatividade e acolhimento no cinema, em especial o cinema negro e LGBTQ+, as imagens e a representação do que exibimos nas telas são temas discutidos neste episódio da série “Palavra Crítica”. Diretor: Tiago Leitão. Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários Alternativos: 1 de julho, quinta-feira, às 02h e 16h; 2 de julho, sexta-feira, às 10h; 3 de julho, sábado, às 21h10;

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 1/07

21h – “Leonardo da Vinci – O Homem Universal” (Documentário)
Como foi possível um único homem pintar a “Mona Lisa”, conceber o rolamento de esferas e dar a primeira descrição clínica da aterosclerose? Por ocasião do 500º aniversário da morte de Leonardo da Vinci, este documentário responderá a essas perguntas e muito mais, reunindo pistas graças à pesquisa de campo e aos encontros com destacados especialistas. Direção: François Bertrand. Diretor: François Bertrand. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários Alternativos: 2 de julho, sexta-feira, às 1h; 5 de julho, segunda-feira, às 1h.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 2/07

20h – “Guerras do Brasil” (Série) – Episódio: “As Guerras de Palmares”
A história do Brasil colonial tem como um de seus episódios mais relevantes a escravidão. Cerca de 12 milhões de negros foram tirados de suas terras e trazidos como escravos para trabalhar no Brasil. O segundo episódio da série “Guerras do Brasil” conta como, durante o período da escravidão, negros de todas as etnias, em busca de liberdade, fugiram dos engenhos para se refugiarem em quilombos. Surgiram, então, o Quilombo dos Palmares e várias comunidades afro-indígenas, combatidos pela coroa portuguesa. Diretor: Luiz Bolognesi. Duração: 52 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 3 de julho, sábado, às 00h; 4 de julho, domingo, às 8h50;

Sábado – 3/07

22h30 – “Person” (Documentário)
Através de entrevistas com amigos, familiares e pessoas que trabalharam com o cineasta paulista Luiz Sérgio Person, sua filha, Marina, busca descobrir algo mais do que datas e dados biográficos. Diretor: Marina Person. Duração: 76 min. Classificação: Livre.

Domingo – 4/07

19h15 – “Uruguai na Vanguarda” (Documentário)
História de como os movimentos sociais no Uruguai colocaram na agenda do presidente José Mujica reivindicações como a legalização da maconha, o matrimônio igualitário, o aborto e a lei de cotas para afrodescendentes, assuntos que posicionam o país na vanguarda da luta pela justiça social no século XXI. Diretor: Marco Antonio Pereira. Duração: 71 min. Classificação: 12 anos. Duração: 71 min. Classificação: Livre.

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal CURTA!), de plataformas de streaming de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: já foram mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET / Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra, além de em operadoras associadas à NeoTV;

O Curta!On, o novo clube de documentários do Curta!, no NOW da Claro/NET, conta com mais de 450 filmes e episódios de séries documentais, organizadas por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensamento. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço.

A Tamanduá TV, plataforma marketplace aberta para qualquer internauta, já reúne mais de quatro mil conteúdos. O usuário pode alugar filmes e séries específicos ou assinar de forma econômica um dos pacotes que contêm conteúdos segmentados por área de interesse: CineBR, CineDocs, CineEuro, CurtaEducação (para professores e estudantes do Ensino Médio e Enem), MetaCinema (para aficcionados e estudantes de Cinema), entre outros. Os pacotes CineBR, CineDocs e CineEuro são disponibilizados desde 2018 como serviço de valor agregado (SVA) para perto de oito milhões de assinantes de banda larga fixa (ISP) da operadora Claro, sem custo adicional.

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. O pacotes Cines da Tamandua TV e do Curta!ON estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.

💬
ACESSE E DIVULGUE NOSSA PÁGINA DE FINANCIAMENTO COLETIVO DA REVISTA E SITE AQUI TEM DIVERSÃO 👇
BOTÃO DE APOIO 👇

Anterior Saint Sister lança novo 🎶 álbum Where I Should End
Próximo Unknown Mortal Orchestra compartilha novo single