Single faz parte do projeto do artista de fragmentar em vídeos curtos sua live

O cantor e compositor sertanejo brasiliense Lukão lança o clipe da música “Bela Trocada”, single do projeto “Butecão do Lukão”, lançado em junho deste ano. O clipe da canção marca a estreia do primeiro projeto autoral do artista, que conta com mais de sete anos de trajetória.

“Bela Trocada” tem sons inspirados no sertanejo universitário, num ritmo que convida o ouvinte a se envolver numa pegada mais alternativa, e uma letra que fala sobre escolher o homem de verdade, ao invés de perder tempo com saudades.

Já o cenário do clipe, gravado no clube Recanto das Águas, em Brasília, remete a uma cachoeira. Por ter sido gravado na capital, o projeto tenta valorizar as belezas naturais do “quadradinho” em um dos pontos de lazer dos brasilienses.

O clipe, produzido na live “Butecão do Lukão”, contou com a direção e a produção de Yuri Alves, irmão do artista. A banda ficou por conta de Thiago Rodrigues no violão, Helcio Konrado no acordeon, Marcelo Borges no baixo, Josuel Júnior no violão e Ge Torres na bateria. Quem assina a composição é o próprio cantor.

Quem é Lukão

Nascido no Gama, no Distrito Federal, Lucas Santos viu na música uma chance de mostrar seu talento. O artista conta que começou seus primeiros passos na música ainda com 13 anos, onde aprendeu a tocar violão e teclado. com o intuito de deixar sua marca no cenário da música sertaneja brasileira. “Desde muito novo a música está no sangue, e esse projeto surge no momento que nunca imaginei, algo que vem para marcar”, comenta o artista.

Lukão mostra seu trabalho tocando em barzinhos pela cidade. Em meio à pandemia do novo coronavírus, o cantor teve que se reinventar para seguir trabalhando. Foi então que surgiu a ideia de fazer uma live e, depois, fragmentá-la. “Foi numa conversa entre amigos que a ideia surgiu. Pensei que fazer uma live seria algo muito difícil, por isso, no começo eu fiquei receoso. Mas quando a live estava prestes a começar. eu me vi realizando um grande sonho. Esse projeto chegou pra mostrar que em Brasília também tem sertanejo de muita qualidade”, acredita Likão.

Anterior #EmCasaComSesc estreia quatro filmes e bate-papo
Próximo Funarte e UFRJ lançam o Sistema Nacional de Orquestras Sociais