Artista plástico Glenio Lima


Museu Nacional recebe lançamento de livro do artista plástico Glenio Lima. Em “Códice”, o artista narra em texto e fotos a experiência de produzir uma exposição que ocupou casas de famílias na cidade mexicana de Oaxaca

Glenio Lima nasceu em Tocantins e mora em Brasília desde 1960. E foi daqui que o artista partiu rumo ao México, para desenvolver um trabalho de residência artística de quatro meses, junto a outros 39 artistas ibero-americanos de 16 países. A vivência foi parte da terceira edição do Programa de Residências Artísticas para Criadores da Iberoamérica e do Haiti no México, em 2010, e seus resultados podem ser conferidos no livro “Códice”, cujo lançamento acontece dia 15 de fevereiro de 2017, quarta-feira, às 19h, no Anexo do Museu Nacional de Brasília.

Na cidade mexicana de Oaxaca, capital do Estado de mesmo nome, o artista plástico mergulhou na cultura e sociedade locais para desenvolver um projeto de pintura de grandes formatos que tinha como temática a arte dos contemporâneos Yanomami do Brasil e os pré-hispânicos Mixteca do México. A cidade onde o artista se instalou é também o lugar onde ainda habitam algumas comunidades de povos pré–hispânicos, que ainda preservam suas antigas culturas, aprofundando e enriquecendo ainda mais o trabalho de Glenio.

Nos meses que passou criando em Oaxaca, o artista trabalhou com têmperas com pigmentos minerais, tintas industriais acrílicas e terras encontradas na região para produzir, entre outras obras, quatro painéis de pintura sobre telas de 200 x 200cm.

Um diferencial do trabalho de Glenio foi usar a casa dos moradores como galeria de exibição das peças que desenvolveu. Assim, foi possível imergir ainda mais naquele contexto cultural e amarrar o conceito do projeto: “A ideia era aproveitar o ambiente natural das moradias e criar um cenário para compor, com cada pintura, um retrato de família.” – diz o artista.

O livro “Códice” é o resultado de uma série de fotografias (de pessoas, lugares e das obras produzidas) e relatos do artista, onde ele conta sua história e sua trajetória em terras mexicanas. Com sensibilidade e técnicas impecáveis, os registros expõem a magia e também os desafios de sua vivência e de seu trabalho no país.

O livro, que tem apresentação do Fundo de Apoio à Cultura do Governo de Brasília, tem lançamento a ser realizado na Cidade do México, ainda em 2017.

Sobre Glenio Lima
Glenio Lima nasceu em Babaçulândia, Tocantins, em 1951 e vive em Brasília desde 1960. Na capital, formou-se em Licenciatura em Artes Visuais, na Faculdade Dulcina de Moraes. Desde os anos 1990, desenvolve trabalhos que têm como particularidade a pesquisa alternativa de materiais como pigmentos naturais, velhos artefatos de madeira, metal e brinquedos populares, na produção de pinturas, objetos e instalações. Participou de cerca de 200 exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior, incluindo diversos salões de arte contemporânea.

Ficha técnica

Autor: Glenio Lima
Editora do autor
Em cores, capa dura, 140 páginas
Formato: 28 x 23 cm
Três idiomas: Português, Espanhol e Inglês
Preço: R$ 90

Serviço

Lançamento do livro “Códice”, de Glenio Lima
Data: 15 de fevereiro de 2017 (quarta-feira), às 19h
Local: Anexo do Museu Nacional de Brasília
Entrada Franca
Livros à venda no Mercado Livre e na Banca da Conceição (308 Sul)

Anterior Brownie e muito creme de avel
Próximo Você é o chef no Santé 13