Names of North End Women, próximo disco da dupla, estará disponível em fevereiro

Lee Ranaldo e Raül Refree lançaram uma nova faixa de seu próximo álbum, Names of North End Women, disponível via Mute dia 21 de fevereiro de 2020 em vinil, CD e digital.

A nova faixa, “Light Years Out”, segue o lançamento da faixa-título do álbum e mostra o lado experimental do novo álbum de Ranaldo e Refree, incorporando palavras faladas e cantadas, fitas cassete antigas e aparelhos digitais de última geração. Assista ao vídeo, filmado em São Paulo e Nova York por Anna Bogaciovas e Fred Riedel, descrito por Ranaldo como “uma aventura no mundo do antigo processamento de vídeo analógico!” – aqui.

O lançamento de Names of North End Women será seguido por uma turnê européia que inclui uma apresentação no Milton Court Concert Hall dia 7 de abril, como parte do programa de música do Barbican.

Ranaldo e Refree trabalharam juntos no último álbum solo de Ranaldo, Electric Trim (Mute, 2017), e logo após a dupla voltar ao estúdio para gravar o acompanhamento, perceberam que Names of North End Women se tornaria o que Ranaldo descreve como “o começo de uma nova parceria, uma nova configuração”.

Para um dos maiores guitarristas, classificado pela Rolling Stone e Spin, de sua geração (Ranaldo co-fundou o Sonic Youth em 1981) e um artista reinventando o violão flamenco tradicional (o álbum do Refree com Rosalía continua a crescer internacionalmente), este é um álbum que apresenta faixas com pouca ou nenhuma guitarra. Em vez disso, a dupla usa marimba e vibrafone, samplers, um gravador Studer vintage de 2 polegadas e uma máquina de cassetes modificada que Ranaldo já havia usado anteriormente em performances 25 anos antes.

“Estávamos misturando todos esses estranhos sons analógicos das fitas cassete antigas, lidando com o assobio da fita; usando tecnologia muito nova e tecnologia muito antiga e misturando-as”, lembra Ranaldo. Elementos de uma misteriosa fita antiga que Ranaldo encontrou enrolada no Studer quando o comprou anos antes – sons de bateria, portas batendo, pessoas conversando – formaram a espinha dorsal das faixas. A música, ao que parecia, poderia vir literalmente de qualquer lugar.

“Este disco começou tocando com samplers e toca-fitas”, diz Refree, “como música experimental, concreto musical, polirritmos.” Enquanto o processo avançava, no entanto, suas abstrações se materializaram em canções, ritmos elementares e sons ambiente, revelando melodias e padrões ocultos ao ouvir profundamente. Ranaldo e Refree trocaram ideias melódicas e adicionaram vocais às faixas, cantando além das palavras faladas que eles sempre planejaram que apresentassem. As palavras vieram em um processo semelhante à música, prevalecendo uma filosofia colagista, quando Ranaldo recompôs poemas de seus arquivos, escreveu novas peças e incorporou letras enviadas por Jonathan Lethem – que ajudou a compor as músicas do Electric Trim.

O resultado é um álbum vivo com experimentalismo, mas satisfatório como uma coleção de músicas.

NAMES OF NORTH END WOMEN TRACKLIST

Alice, Etc.
Words out of the Haze
New Brain Trajectory
Humps (Espiru Mix)
Names of North End Women
Light Years Out
The Art of Losing, featuring Hayley Fohr (Circuit des Yeux)
At The Forks

Pré-venda Names of North End Women – https://mute.ffm.to/nonew 

http://www.leeranaldo.com/
http://www.sonicyouth.com/
https://www.raulrefree.com
www.mute.com

Anterior Mulheres comandam Roda de Choro no Terraço
Próximo O Prestigitador na Temporada de verão do Espaço Cena