O artista Lázaro Ramos lança Viagens da Caixa Mágica, projeto multimedia infantil que inclui álbum, clipes animados e em realidade virtual exclusivo para o Youtube.

Com seus dois parceiros Jarbas Bittencourt e Heloísa Jorge, projeto criado a partir dos livros infantis de Lázaro Ramos foi lançado nas plataformas digitais.

O projeto Viagens da Caixa Mágica é a novidade infantil de Lázaro Ramos que, ao lado de Jarbas Bittencourt e Heloísa Jorge, lança um álbum infantil composto por nove músicas inspiradas em seus dois livros Caderno de Rimas do João e Caderno Sem Rimas da Maria (Ed. Pallas) – estes homenagens do autor aos filhos João Vicente e Maria Antônia. “É um projeto feito para dar vazão ao desejo que tenho de estimular uma infância saudável para as crianças. São músicas divertidas baseadas em meus livros e que pude concluir graças aos talento de Jarbas e Heloísa. Este é um projeto que tem um lugar muito especial em meu coração”, conta Lázaro. Viagens da Caixa Mágica aborda temas como liberdade, educação, identidade e afeto. Entre as músicas estão Uêpabê Mamá, uma homenagem ao cantor e compositor Gilberto Gil além das participações das cantoras Lellê e Jéssica Ellen.

O lançamento nas plataformas digitais será no dia 14 de junho. No dia seguinte, os clipes com o trio e animados de todas as faixas poderão ser conferidos já no Youtube – ocasião que o álbum ganha também lançamento no Shopping Frei Caneca, em São Paulo, com exibição dos clipes seguido de bate-papo com o trio e mediação da jornalista Ana Paula Pontes, editora-chefe da Crescer, media partner do lançamento.

Multimedia, o projeto não para por aí, estão previstas novidades semanais para a garotada quando duas novas versões visuais de uma das faixas ficarão disponíveis no Youtube: primeiro um lyric video com realidade virtual – tecnologia que permite ao internauta mover o celular e descobrir novos detalhes do vídeo – e, dias depois, o vídeo correspondente cantado ao vivo pelo trio, em show gravado em Salvador, na Bahia.

Viagens da Caixa Mágica nasceu timidamente, no lançamento do livro Caderno Sem Rimas da Maria, em maio de 2018, quando, ao lado de Jarbas Bittencourt, o artista começou a compor canções para serem apresentadas em seus lançamentos. “Foi muito divertido e desafiador compor a partir dos livros de Lázaro. Algumas letras praticamente são trechos escritos por ele sem tirar nem pôr, outras eu escrevi a partir de palavras e suas ideias dos livros”, explica Jarbas.

Apenas dois meses depois, nove músicas foram compostas e apresentadas em formato de show na ocasião da inauguração da Nova Sala do Coro do Teatro Castro Alves, em Salvador, e já com a presença da atriz e cantora angolana Heloísa Jorge, voz feminina fundamental para a narrativa de tantas histórias. “É um presente fazer parte desse projeto delicado, alegre, colorido, importante e necessário. Eu desejo que as crianças cantem, se sintam lindas, confiantes, questionadoras e que os adultos se encantem, se emocionem, mas que também reflitam sobre suas mensagens”, ressalta Heloísa.

Excetuando-se Caixa Mágica, de autoria de Lázaro com com Rico Vianna e Elísio Lopes Junior e Dois Irmãos, escrita exclusivamente por Jarbas, todas as demais canções são compostas por Lázaro e Jarbas Bittencourt, que também assina a direção musical, produção e vocais.

Músicas comentadas

1- A Caixa Mágica – com participação de Jéssica Ellen

A canção que abre o repertório apresenta o espaço do teatro como “um lugar onde a fantasia manda”. Convida a todos a ingressar num mundo repleto de aventuras e personagens mágicos que se abre feito brincadeira de faz de conta. Foi originalmente composta para o espetáculo A Menina Edith e a Velha Sentada.

2- Denguindacho – com participação de Lellê

Identidade, afeto e auto-estima são o fio condutor deste blues cujo nome nasce da mistura das palavras Denguinho e Cacho.

3- O Que é uma Rima?

Como falar sobre linguagem poética com crianças? Por meio de exemplos divertidos esta canção feita a partir do Caderno de Rimas do João aborda a construção de rimas em língua portuguesa.

4- Atrapalhante

Implicância entre irmãos é o tema desta canção. “Atrapalhante” é uma expressão criada para falar da disputa por espaço entre o irmão mais velho e a irmã mais nova – mas no fim do contas uma solução por meio do afeto aparece para resolver este conflito.

5- A Dança do João

De maneira lúdica, a canção convida as crianças a se expressarem livre e espontaneamente por meio da dança ao descobrir o próprio corpo e suas possibilidades.

6- Explectoroso

Cheiros, sabores, cores, sons e texturas nos lançam desde a mais tenra idade no mundo da sinestesia. Explectoroso é mais uma palavra inventada da “Maria” e se refere a tradução verbal das sensações

7- Dois Irmãos

Composta como um acalanto, é uma canção que fala sobre o nascimento dos filhos e do amor que envolve a toda a família nesta ocasião. É uma canção de boas vindas aos que nascem.

8- Uêpabê Mamá

É uma homenagem ao cantor e compositor Gilberto Gil. No Caderno de Rimas do João surge o poema depois musicado e transformado nessa canção que celebra a transmissão de pai para filho do gosto e admiração pela inventividade musical e poética deste grande nome da música popular brasileira.

9- Ponto de Partida

Música que fecha o repertório, Ponto de Partida nos diz sobre a importância de viver e aprender coisas novas a cada dia. A idéia de começo, fim e recomeço é apresentada ao final desta primeira Viagem da Caixa Mágica pelos olhos dos personagens João e Maria.

Sobre o trio

Lázaro Ramos

Em 2018, o ator, apresentador e diretor Lázaro Ramos lançou Caderno Sem Rimas da Maria, que aborda em verbetes palavras inventadas pela personagem, esta uma menina curiosa em busca de significados para conceitos como liberdade, direito e sororidade, entre outros. O livro chegou às livrarias após o sucesso de Caderno de Rimas de João, lançado em 2015. Ambos as livros inspiraram o projeto Viagens da Caixa Mágica. Em 2019, junto com o Mundo Bita acaba de lançar sua quarto obra literária exclusiva para crianças, Sinto o que Sinto e a Incrível História de Asta e Jase – o livro infantil de estreia de Lázaro Ramos foi A Velha Sentada, de 2010. Os lançamentos o consagram também como um dos autores mais plurais de sua geração incluindo o best-seller adulto Na Minha Pele, de 2017

Jarbas Bittencourt

Cantor, compositor, arranjador, produtor musical e diretor artístico, assinou mais de 100 espetáculos de teatro e de dança nos últimos 20 anos, além de assinar a direção musical do Bando de Teatro Olodum, na Bahia, da Cia dos Comuns (RJ), e da Cia dos Arteiros (RJ). Com dezenas de prêmios, este ano dirigiu o espetáculo Camaleão 40 anos, com o cantor Bell Marques. Além de Viagens da Caixa Mágica, assina atualmente Amor Barato e D.Ivone Lara – Um Sorriso Negro.

Heloísa Jorge

A atriz e cantora nasceu em Angola e veio para o Brasil após o conflito civil de seu país natal. É graduada na Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, de Salvador, cidade em que se formou como atriz e integrou o elenco de peças como O Dia 14. Passou por musicais como O Fino no Samba e pelas obras globais Gabriela e A Lei do Amor, além da montagem teatral O Jornal, dirigida por Lázaro Ramos. É ainda protagonista da novela angolana Jikulumessu e interpreta Gilda em A Dona do Pedaço, nova novela das nove da Rede Globo.

Anterior Sinestesia é o novo single de trabalho da banda Elucubro
Próximo FILME VENEZUELANO VENCE A 8ª MOSTRA ECOFALANTE