Trio brasiliense lança a quarta faixa de “Expressões e Emoções dos Animais Terrestres”, álbum de estreia em fase de produção. Música e videoclipe já estão disponíveis no Youtube e em várias plataformas digitais.

“Gravidade” é o quarto single e videoclipe de “Expressões e Emoções dos Animais Terrestres”, álbum de estreia (ainda em fase de produção) do trio brasiliense Laika – Gustavo Leles (voz), Guilherme Costa (baixo) e Rafael Lago (guitarra e efeitos) -, cujo estilo musical é auto denominado “rock progressivo astro-cósmico-espacial”. Trata-se de uma canção que fala sobre a inevitabilidade dos caminhos cruzados e suas consequências. A música já está disponível no canal oficial youtube.com/channel/UCQQL1doBlA6EUJ5DEV3bfrg e em várias plataformas digitais.

“Gravidade” traz mais um lindo videoclipe de animação criado pelo guitarrista Rafael Lago, dando sequência a “Revolução Pangaré”, “Pálido Ponto Azul” e “Nonada”, lançados desde julho deste ano. A masterização do novo single ficou novamente por conta de Fernando Jatobá (Móveis Coloniais de Acaju e Remobília) no Estúdio Jatobeats, em Brasília. Em 2019, a Laika já havia lançado o primeiro videoclipe e single avulso “Pombomorfose”.

Outro videoclipes:

“Nonada”www.youtube.com/watch?v=87y1bLOQm2M
“Pálido Ponto Azul”www.youtube.com/watch?v=Ipli5m-3Iig
“Revolução Pangaré”www.youtube.com/watch?v=UXVhu3IqUBg
“Pombomorfose”www.youtube.com/watch?v=7g7EamW1XxU

“Gravidade”

Composição e arranjo: Laika
Vozes e guitarra acústica: Gustavo Leles
Guitarras e efeitos: Rafael Lago
Baixo e produção: Guilherme “Bill” Costa
Pré-produção: Laika
Mixagem: Guilherme “Bill” Costa
Masterização: Fernando Jatobá (Jatobeats Estúdio – Brasília)
Lyric video: Rafael Lago

CONTATOS
bandalaikabrasil@gmail.com

REDES SOCIAIS
www.facebook.com/bandalaika
www.instagram.com/banda_laika
www.youtube.com/channel/UCQQL1doBlA6EUJ5DEV3bfrg
open.spotify.com/artist/4eNVJp0FApfwz3pqsGXnsb?si=KT-uXiWEScaoZry06BVLMg

Anterior Os Melhores do Mundo celebram 25 anos
Próximo Chico Simões lança livro sobre a história do Mamulengo