Grupo sairá três vezes neste carnaval. De graça e para toda família e gerações

As tradicionais marchinhas de carnaval dos interiores do país e também do famoso carnaval de Recife (PE) ganham cores quando o grupo Lagartixa Chorosa chega com seu time de 32 músicos. É muito astral e som para ninguém ficar parado. Fundado em 2016, o bloco tipicamente brasiliense se tornou reconhecido por tocar canções clássicas que revivem a folia de antigamente.

E o timão se prepara para sair novamente no carnaval de Brasília. O Lagartixa Chorosa tocará na sexta-feira, 21 de fevereiro, na festa de carnaval dos alunos da APAE-DF da 711/911 Norte. Ainda, na segunda-feira, 24 de fevereiro, das 10h às 13h, no Setor Carnavalesco Sul (SCS – QDs 2/3). Terá ainda apresentação na Praça do Índio (703/4 sul) na terça-feira (25/02), às 10h. Tudo de graça e livre para todos os públicos.

“Zé Pereira”, “Mamãe eu Quero”, “Alalaô” e tantas outras marchinhas poderão ser revividas por quem for conferir o Lagartixa. O bloco retrô promete um retorno ao século 20 e estará ainda levantando a bandeira da inclusão social e da acessibilidade.

“Ao longo do tempo, nós fomos descobrindo que tínhamos vocação para tocar para grupos de pessoas menos favorecidas. Acabamos muito envolvidos no carnaval de pessoas com autismo e de pacientes do Instituto de Saúde Mental. As crianças também mostraram muito interesse em nosso grupo. Nosso carnaval, então, levanta a bandeira da inclusão. É para todos se divertirem, com paz, amor e respeito”, destaca, animada, a percussionista Luciana Campos.

Segundo Campos, o Lagartixa tem ainda a intenção de preservar o patrimônio cultural e de chamar todas as gerações para a folia.

Outra novidade, o Lagartixa vai convidar ainda o grupo de mulheres Entrequadras e Beijos para tocar muito samba de raiz no dia 24 de fevereiro, às 10h, no Setor Carnavalesco Sul. “Ou seja, terá marchinha e muito samba”, adianta Campos.

O bloco Lagartixa Chorosa conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-DF).

Chora Lagartixa 

O bloco surgiu quando um grupo de amigos, que se conheceu na Escola de Choro Raphael Rabello (e daí o nome Lagartixa Chorosa), resolveu levar ao carnaval de rua de Brasília o repertório dos antigos carnavais, dos interiores do Brasil. Ensaiando durante os primeiros anos na Praça do Compromisso, na 703/4 sul, o grupo percebeu que agradava às famílias moradoras da região. Um público de crianças a idosos começou a frequentar os ensaios do bloco nas tardes de sábado e, assim, o bloquinho descobriu sua vocação: promover um carnaval familiar, apresentando às gerações mais jovens uma pequena amostra dos carnavais de antigamente. Além disso, o Lagartixa Chorosa vem apoiando iniciativas de inclusão social.

Ficha Técnica – LAGARTIXA CHOROSA

Surdo: Eric Germano, Goretti Castelar, Luciana Campos, Mônica Almeida, Orlando Moreira, Roberto Nóbrega.
Caixa: Carlão, Fátima Reis, Patrícia Gebrim, Valmir Dantas.
Tamborim: Claudionora Cardoso, Elizete Tavares, Martha Oliveira, Thaís Marra, Valdete Jesus.
Agogô: Bernardo Carvalho.
Flauta transversal: Mirian Gomes.
Clarinete: William Santos.
Sax alto: Francisco Miranda, J. C. Trivelino, Joaquim Barroncas, José Nogueira, Lucila Morais,
Marcelo Barbosa, Reinaldo Maciel, Tânia Zobar.
Sax tenor: Júlio César Queiroz, Luiz Pontual, Pedro Jr.
Trompete: C. André, Luiz Carlos, Leandro Cavalcanti.

Ficha Técnica – ENTREQUADRAS E BEIJOS

Flávia Barros – violão e voz
Helena Buys – cavaquinho e voz
Fatuca Reis – caixa, cuíca, tamborim
Naluh Campos – cajón e bongô
Thaís Marra – pandeiro, ganzá, agogô
Ana Lemos – pandeiro, xequerê, caixa
Daniela Oliveira – tantan
Luciana Campos – surdo

Serviço

Lagartixa Chorosa no carnaval
Data: 24 de fevereiro (segunda-feira)
Horário: 10h
Local: Setor Carnavalesco Sul (Setor Comercial Sul, entre as Quadras 2/3).
Data: 25 de fevereiro (terça-feira)
Horário: 10h
Local: Praça do Índio (703/4 sul)
Entrada gratuita
Classificação livre
Informações na página do Facebook: Lagartixa Chorosa

Anterior Pedro Capó apresenta single e vídeo de “Buena Suerte”
Próximo Projeto Êaêaôô Axé 90 ocupa a segunda do outro Calaf