O rapper e dançarino Israel Paixão é o vencedor da 10ª edição do Brasília Independente, o concurso de música autoral da TV Globo, pelo júri técnico.

O 2º e o 3º lugares no juri técnico foram, respectivamente, o cantor e compositor Artur Sant’Ana e o rapper Lejow.

Os resultados foram anunciados no dia 2 de agosto, às 19h, durante a cerimônia de encerramento do concurso no Clube do Choro – como parte da programação do Festival CoMA.

Veja o pronunciamento de Israel Paixão sobre a vitória:

Israel Paixão

“É a oportunidade da minha música chegar onde eu não conseguiria sozinho. O Brasil tinha que fazer mais isso, porque fazer música independente é muito difícil, em Brasília mais ainda. Isso aqui é uma vitrine monstra. O feedback do público foi muito positivo. “

Na música “Rolé”, vencedora pelo júri técnico, Israel Paixão conta com a participação de Jezrrel Zy e Nenzin.

Confira a letra abaixo

Rolé

Israel Paixão

Vamo que vam vamo, pro rolé
Vamo que vam vamo, pro rolé
Vamo que vam vamo, pro rolé
Vamo que vam vamo, pro rolé
Vamo que vam vamo, pro rolé
Vamo que vam vamo, pro rolé

Peço ao meu guia que guie esse meu dia
Que traga paz, alegria
Saúde, conquistas, ideias e vibe positiva

Muita força pra subida
Companhia pra descida
Os melhores amigos do lado, risada a reveria

Por lembrarmos coisas boas e celebrarmos conquistas
E no rolé aproveitar cada minuto do dia

Tanque cheio, reserva, juntar, fazer vaquinha
Não tamo ostentando grana
Mas ostentamos alegria

Da vida, que muitas vezes sofrida,mas não dá nada, se liga
Malandro que é malandro sabe dar a volta por cima

Rolé na área, fim de semana, liga os das antigas
E do meu lado sempre a melhor companhia

Vento fresco,ar puro,tudo certo sem apuros
Blusa no ombro bermuda e chinelo
Vamo com tudo
Vento fresco,ar puro,tudo certo sem apuros
Blusa no ombro bermuda e chinelo

Pro rolé
Vamo q vamo q vamo na fé
Pro rolé
Vamo q vamo pois assim que é
De skate, de nave, de bike ou a pé
Reunir os amigos

Anterior Vasco x Flamengo no Mané Garrincha, sábado dia 17 de agosto
Próximo Livro produzido no Distrito Federal exalta a força feminina