Instrumentista finlandesa


O som é delicado. Há quem o descreva como “mais delicado que o vento quando roça os ramos das árvores”. O fato é que o Kantele, espécie de harpa celta tocada em escala pentatônica, tornou-se o instrumento nacional da Finlândia e oferece naquelas terras gélidas o ambiente sonoro propício à reflexão e ao afeto.

O instrumento, contudo, permanece quase desconhecido do público brasileiro, em parte pela distância entre Brasil e Finlândia. É com certo ar de novidade, que a Caixa Cultural recebe a virtuose Arja (lê-se Aria) Kastinen na Série Solo Música, para um recital solo de Kantele, ela que é virtuose no instrumento. Em Brasília, Arja se apresenta no dia 16 de novembro, segunda-feira, às 20 horas.

O Kantele é uma versão finlandesa de um instrumento cítara antigo, conhecido genericamente como saltério Báltico. Popular na Finlândia, há registros de diferentes tipos de saltérios no Báltico, Mar Negro e Rússia. Há diferentes tipos de instrumentos Kantele, incluindo de 5 a 15 cordas, utilizados para musicalização, como os tradicionais de 19 a 36 cordas e os de concerto, que são construídos com 39 ou 40 cordas. Arja Kastinen trará ao Brasil quatro modelos diferentes de Kantele, réplicas de modelos dos séculos dezenove e vinte. Ela utiliza modelos dos construtores finlandeses Keijo Säteri e por Rauno Nieminen, além de um kantele de 9 cordas de Karelia, usado nos anos 40 durante a guerra entre a Finlândia e a então União Soviética. Não bastasse a variedade sonora dos instrumentos, ela fará improvisações baseadas em técnicas tradicionais do instrumento, com técnicas novas desenvolvidas por ela. “Poucas vezes a música tradicional escandinava chega até nós, brasileiros, por meio de uma virtuose. Será a oportunidade do público conhecer o som do Kantele, ou de reconhecê-lo, no caso das pessoas que têm ligação com as escolas Waldorf, que utilizam o instrumento para iniciação musical de crianças”, explica Alvaro Collaço, produtor e curador da Serie Solo Música.

Será a primeira vez que Arja Kastinen vem à América do Sul. Uma das principais musicistas de música tradicional da Finlândia, Kastinen fez turnês pela Suécia, Noruega, Islândia, Estônia, Lituânia, Alemanha, Itália, Bélgica, França, Irlanda, Sérvia, EUA, Canadá, Rússia e Vietnã. Foi a primeira artista de música folclórica do seu país a ter doutorado na Academia Sibelius. O tema da tese foi “Uma investigação acústica de um Kantele 15 cordas”, inspirado em um antigo Kantele de Karelia, região a Leste da Finlândia. A instrumentista possui seis discos gravados, com destaque para “IRO”, CD solo de 1995, relançado sob o nome “Kantele Meditation” em 1996. “VITA” com Virpi Forsberg, “KAJO” com a flautista Riitta-Liisa Joutsenlahti, “ANI”, “Vaskikantele 1833” e “Lavender calma” com o flatista Peter Phippen. Ela realizou diversas publicações e métodos sobre Kantele.

A apresentação de Arja Kastinen pela Série Solo Música, em 16 de novembro, às 20 horas, patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal é uma realização de Alvaro Collaço Produções com produção local de Tatiana Carvalhedo Produções. Os ingressos começam a ser vendidos no sábado anterior.

SERVIÇO

Série Solo Música – Arja Kastinen (kantele)
Data: 16 de novembro de 2015
Local: Teatro da Caixa (SBS quadra 04- lotes ¾)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 10,00 (a inteira)/ R$ 5,00 (meia-entrada)
Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a sexta-feira e domingo, das 13h às 21h; sábado, das 9h às 21h
Ingressos a venda a partir de sábado, dia 14 de novembro
Informações: (61) 3206-6456 / 3206-9448
Classificação indicativa: 12 anos

PROGRAMAÇÃO SOLO MÚSICA 2015

• 14 de dezembro- Clarice Assad (piano e voz)

Anterior Samba de Coco e Maracatu
Próximo Rogerio Midlej