Destaque da atual produção artística do Distrito Federal, o pintor Taigo Meireles apresenta Imago no CCBB Brasília, entre 29 de junho e 19 de setembro, exposição com suas recentes investigações sobre a imagem

O CCBB Brasília adotou regras sanitárias e a visitação, controlada, requer agendamento prévio pelo aplicativo Eventim ou www.eventim.com.br

A palavra imago, em latim, significa imagem. Nas ciências naturais, o termo também é utilizado para se referir ao estágio posterior ao da metamorfose, no caso de insetos. Na psicologia, por sua vez, imago pode representar tanto algo entre o inconsciente e a consciência, quanto uma imagem idealizada, carregada de valor afetivo. De alguma forma, todos esses significados estão em diálogo com as intenções estéticas do artista plástico Taigo Meireles em sua nova exposição. Imago – Pinturas de Taigo Meireles ocupa a Galeria 4, no CCBB Brasília, entre 29 de junho e 19 de setembro, com 34 telas produzidas pelo pintor.

Para o artista brasiliense, o nome da exposição é uma alusão ao mecanismo de criação de imagens nas telas. “Sempre me interessaram os aspectos, até de abstração, que a imagem pode adquirir quando é vertida de uma mídia para a outra: uma pintura inspirada em uma foto, a foto de uma pintura, o filme em película sendo exibido na tela do cinema, a reimpressão de uma foto… É o que eu chamo de trânsito das imagens pelas mídias”, resume Taigo. Nesse trânsito, ele explica, as imagens podem adquirir aspectos pitorescos. “E é a partir disso que eu parti para compor a estética e os elementos formais dessas pinturas”.

Em um mundo de excesso de imagens, conta Taigo, aquelas que o inspiram permanecem de forma virtual em seu imaginário e exercem espécie de convocação à expressão artística pela pintura. Imago – Pinturas de Taigo Meireles é a continuidade de uma pesquisa que, inclusive, rendeu a exposição anterior do artista (Ecrã – As origens da palavra trama), na qual o pintor apresentou um apanhado de imagens que circundam a história da arte e do cinema, numa revisão de referenciais que o acompanharam durante sua formação.

Para Agnaldo Farias, curador de Imago – Pinturas de Taigo Meireles, a obra do artista demonstra o vigor atual da linguagem pictórica e como ela consegue reinventar-se a partir de contextos diferentes, com a disseminação de imagens provenientes desde fontes cultas, como a história da arte, até as mídias mais variadas e populares. “Taigo presta atenção a tudo, de uma tela de Rembrandt a uma toalha de praia com um tigre estampado, sempre com respeito e estudo cuidadoso”, ressalta. “Sua obra acolhe o mundo, sem discriminar nenhum de seus setores”, complementa o curador.

A temática das obras, detalha Taigo, é variada. “Trata-se de um movimento de identificação: às vezes mais imediato, às vezes mais profundo, com maior permanência e significado – e que eu trago para a pintura”, ele explica. “Tendo reunido essas imagens que fazem parte do meu repertório, da minha formação, dos meus referenciais, eu vejo esse conjunto de pinturas como um testemunho particular da minha cultura visual e do tempo no qual eu estou inserido. Uma espécie de registro da minha contemplação do que é a cultura visual do mundo contemporâneo”, afirma Taigo.

A exposição segue uma série de protocolos sanitários adotados pelo CCBB Brasília frente à pandemia da Covid-19 – informe-se aqui. A visitação é gratuita, com necessidade de agendamento pelo aplicativo Eventim ou pelo site www.eventim.com.br.

Serviço

Imago – Pinturas de Taigo Meireles
De 29 de junho a 19 de setembro de 2021
Centro Cultural Banco do Brasil Brasília
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Lote 22 – Asa Sul, Brasília
De terça a domingo, das 9h15 às 20h30
Entrada gratuita, mediante agendamento pelo app Eventim ou site www.eventim.com.br
Classificação indicativa livre
Informações: (61) 3108-7600

Imago
SÃO SEBASTIÃO (óleo sobre tela, 2019), pintura de Taigo Meireles
💬
ACESSE E DIVULGUE NOSSA PÁGINA DE FINANCIAMENTO COLETIVO DA REVISTA E SITE AQUI TEM DIVERSÃO 👇
Anterior Elegidos, autora fala 👁️‍🗨️ sobre diversidade na literatura
Próximo Galinha Preta, 🎤 se apresenta para ajudar o Barkowski