Henri Cartier-Bresson: Fotografar é ‘Colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração’

Celebre o Dia do Fotógrafo com a indicação de leitura da SESI-SP Editora e saiba mais sobre um dos grandes mestres desta arte.

“Fotografar é, num mesmo instante e numa fração de segundo, reconhecer um fato e organizar com rigor as formas percebidas visualmente, que exprimem esse fato e o significam. É colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração”. É com a frase de um dos grandes mestres da fotografia, Henri Cartier-Bresson, que a SESI-SP Editora celebra o Dia do Fotógrafo (8 de janeiro) e homenageia todos os profissionais desta área.

Considerada uma das maiores invenções, a fotografia é capaz de transformar, ainda, a literatura e a comunicação. Por isso, com o livro Henri Cartier-Bresson – Fotógrafo (SESI-SP Editora), conheça a carreira deste importante fotógrafo que possibilitou uma nova estética e prática para a fotografia, iniciou o fotojornalismo moderno e exerceu grande influência.

Aliás, a fotografia é, realmente, fantástica: por meio dela, é possível captar uma imagem em uma fração de segundo e eternizá-la: assim como aconteceu com Cartier-Bresson. Para tanto e com a ajuda de seu editor Robert Delpire, ele selecionou, para compor a obra publicada pela SESI-SP Editora, as imagens que considerava mais emblemáticas de sua produção e formou uma coletânea definitiva.

O livro Henri Cartier-Bresson

Fotógrafo conta com mais de 150 fotos tiradas ao longo de cerca de 50 anos de trajetória, incluindo as realizadas por ele muito depois que deixou de fotografar profissionalmente. Pioneiro na revelação do cotidiano na União Soviética, Cartier-Bresson ressaltava que a câmera traduzia o mundo real em imagens e era contrário as fotos artificiais ou editadas.

Cartier-Bresson nasceu em 1908, na França, foi fotojornalista e desenhista. Aos 22 anos viajou para África, onde começou a se interessar pela arte da fotografia. No entanto, adoeceu e retornou à França, onde anos mais tarde serviria o exército francês na Segunda Guerra Mundial. Reestabelecida a paz, Bresson fundou a agência fotográfica Magnum em parceria com alguns colegas. Desde então, viajou para os Estados Unidos, Europa, Índia e China, fotografando seus povos com um olhar especial. Trabalhou para diversas revistas como Life, Vogue, Harper’s Bazar, publicou livros e participou de exposições.

Serviço

Título: Henri Cartier-Bresson – Fotógrafo
Autor: Henri Cartier-Bresson
Editora: SESI-SP Editora
Ano: 2017
Páginas: 344

SOBRE A SESI-SP EDITORA

A SESI-SP Editora tem como ação principal organizar conhecimento nas áreas de cultura, educação, esporte, nutrição e saúde, cumprindo sua missão de apoiar a Entidade em seus mais diversos campos de atuação.

Com mais de mil títulos em seu catálogo, em diferentes formatos (e-bookaudiobook e impresso), tornou-se referência na edição de livros educacionais, infantojuvenis, de alimentação, de HQs nacionais e europeias, e de obras de interesse geral. Conheça nossas publicações: www.sesispeditora.com.br.

Anterior Mistura Fina volta em 2021, edição em formato virtual
Próximo Disney XD exibe novos episódios de operação Big Hero