O filme “Frágil equilíbrio” narra três histórias que se desenrolam em três continentes, com personagens que vivem dramas relacionados a problemas do mundo contemporâneo.

Uma das linhas narrativas mostra pessoas fugindo de países africanos em colapso e tentando entrar ilegalmente na Europa; paralelamente, vemos a dura situação de um trabalhador espanhol desassistido pelo Estado, que gastou todas as suas economias para cuidar da mulher com câncer, e o triste cotidiano de workaholics japoneses, que dedicam todo o seu tempo ao trabalho.

Os comentários críticos de José “Pepe” Mujica, ex-presidente do Uruguai, costuram um elo entre as três narrativas, abordando temas como a crise dos refugiados e as relações trabalhistas. Conhecido por ter um estilo de vida extremamente humilde e por defender os direitos humanos, o ex-presidente diz, no documentário: “Encaramos problemas pavorosos, e os países centrais não conseguem orquestrar uma liderança para causar um impacto. Em vez disso, nos dedicamos a disputas inúteis de poder e não solucionamos os problemas da humanidade”.

O longa, do diretor espanhol Guillermo García López, foi filmado durante três anos. Entre os cenários, estão Uruguai, Japão, Marrocos, México, Espanha, Hong Kong, Qatar, Reino Unido e Chile. Na Quinta do Pensamento, dia 20, às 21h.

Série “Inhotim Arte Presente” investiga a relação entre performance, filme e escultura na obra de Matthew Barney

Intitulada “De Lama Lâmina”, a obra do artista americano Matthew Barney em Inhotim é um domo de aço e vidro no meio do cenário verde. Curiosamente, os vidros são espelhados, refletindo a natureza que cerca a estrutura. Assim, essa intervenção humana se insere harmoniosamente no meio da vegetação mineira.

Barney é conhecido por juntar performance, recursos audiovisuais e esculturas em suas obras. Uma de suas criações famosas é um ciclo de cinco filmes, raramente exibidos publicamente (e nunca lançados em DVD), chamado “Cremaster”, com esculturas e cenários oníricos feitos exclusivamente para esse fim.

A obra “De Lama Lâmina”, trechos dos filmes “Cremaster” e depoimentos reveladores do seu criador estão em episódio inédito de “Inhotim Arte Presente”, série produzida com exclusividade para o canal com financiamento pelo Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE. Estreia do episódio na Terça das Artes, dia 18, às 23h.

Segunda da Música – 17/12

22h15 – “Sotaque Elétrico” (Documentário)

Uma investigação musical sobre a natureza da guitarra brasileira, que parte da chegada da viola de machete no Recôncavo baiano, em meados do século XIX, e avança até os dias de hoje. Diretores: Caio Jobim, Pablo Francischelli. Duração: 93 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de dezembro, terça-feira, às 2h15 e às 16h15; 19 de dezembro, quarta-feira, às 10h15.

Vídeo: https://youtu.be/8SZliZDUoeg

Terça das Artes – 18/12

23h – “Inhotim Arte Presente” (Série) – Episódio “Matthew Barney”

Mostrando obras como a enorme instalação “De Lama Lâmina”, construída em Inhotim, e cenas dos filmes “Cremaster”, o programa explora a relação entre performance, filme e escultura na produção do artista norte-americano Matthew Barney. Diretor: Pedro Urano. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 19 de dezembro, quarta-feira, às 3h e às 17h; 20 de dezembro, quinta-feira, às 11h; 22 de dezembro, sábado, às 11h.

Vídeo: https://youtu.be/bVDq930hT1A

Quarta de Cinema – 19/12

20h – A faixa “A Vida é Curta!” faz uma retrospectiva e exibe três curtas-metragens de animação

O Quebra Cabeça de Tarik (Animação)

O cientista Tarik está bem velho, mas nem cogita a possibilidade de morrer. Se partes do seu corpo já não resistem ao tempo, ele adapta máquinas que as substituam. Em seu laboratório subterrâneo, Tarik se prepara para receber a peça fundamental do seu grande projeto de vida. Diretora: Maria Leite. Duração: 19 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de dezembro, quinta-feira, à 0h e às 14h; 21 de dezembro, sexta-feira, às 8h; 22 de dezembro, sábado, às 14h.

O Ex-Mágico (Animação)

Com misteriosos poderes, um homem aparentemente sem passado está em busca de se libertar das angústias que o mundo e seus dons mágicos lhe causaram. Diretores: Mauricio Nunes, Olimpio Costa e Paulo Laurindo. Duração: 11 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de dezembro, quinta-feira, à 0h25 e às 14h25; 21 de dezembro, sexta-feira, às 8h25; 22 de dezembro, sábado, às 14h25.

O céu no andar de baixo (Animação)

Desde os 12 anos, Francisco faz fotografias do céu. Um dia, algo diferente aparece em uma de suas fotos, mudando a sua rotina. Diretor: Leonardo Cata Preta Duração: 15 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de dezembro, quinta-feira, à 00h40 e às 14h40; 21 de dezembro, sexta-feira, às 8h40; 22 de dezembro, sábado, às 14h40.

23h30 – “Nós, documentaristas” (Série) – Episódio “Vladimir Carvalho”

No episódio, Vladimir Carvalho, um dos mais importantes documentaristas brasileiros e diretor de filmes como “O País de São Saruê”, “O Engenho de Zé Lins” e “Rock Brasília”, aborda diversas questões envolvidas na realização de suas obras. Diretora: Susanna Lira. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de dezembro, quinta-feira, às 3h30 e às 17h30; 21 de dezembro, sexta-feira, às 11h30; 22 de dezembro, sábado, às 22h50.

Vídeo: https://youtu.be/4C3IOVescwA

Quinta do Pensamento – 20/12

21h – “Frágil Equilíbrio” (Documentário)

Através de três histórias que abrangem três continentes, são analisadas questões delicadas do mundo contemporâneo, como as crises migratórias e a relação com o trabalho, com comentários de José Mujica, ex-presidente do Uruguai. Diretores: Guillermo Garcí­a López. Duração: 81 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de dezembro, sexta-feira, à 1h e às 15h; 22 de dezembro, sábado, às 22h25; 24 de dezembro, segunda-feira, às 9h.

Vídeo: https://youtu.be/k-6BllR6dTs

23h – “Esse Negócio de Livro” (Série) – Episódio “Passo a passo da produção editorial”

O episódio acompanha as várias etapas que um livro percorre desde a decisão de publicá-lo até chegar às livrarias. Os escritores Noemi Jaffe, Lya Luft e Eduardo Spohr dão depoimentos sobre esse processo. Diretoras: Adriana Borges e Lúcia Tupiassú. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de dezembro, sexta-feira, às 3h e às 17h; 22 de dezembro, sábado, às 21h20; 23 de dezembro, domingo, às 11h.

Vídeo: https://youtu.be/yTAZNgTbWms

Sexta da Sociedade – 21/12

21h35 – “Declínio dos Otomanos” (Série) – Episódio “As Nações Contra o Império”

A primeira parte do filme explora os anos entre a independência da Grécia, em 1830, e a guerra dos Bálcãs, entre 1912 e 1913. Diretora: Mathilde Damoisel. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 22 de dezembro, sábado, às 2h45; 23 de dezembro, domingo, às 00h; 24 de dezembro, segunda-feira, às 17h.

Vídeo: https://youtu.be/X_45OTZSgAY

Sobre o Curta!

Dedicado às artes, à cultura e às humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, o canal pauta a sua programação pelos seguintes temas: música, dança, teatro, artes visuais, arquitetura, metacinema, filosofia, literatura, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta,https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais emhttp://www.canalcurta.tv.br.

Anterior Vivi Manzur e Luiz Finotti de Brasília ganham Prêmio Sony!
Próximo “Mostra Tua Força Brasil” 10 letras mais buscadas no Google