Novo episódio de Filosofia Pop discute a multiplicidade do tempo e suas relações com o movimento e a distância. O assunto é abordado por Marcia Tiburi, Anna Muyaert e Christine Greiner no dia 9/12, segunda, às 23h, no SescTV

O SescTV exibe pela primeira vez o episódio Tempo, Movimento e Distância, da série Filosofia Pop, dirigida por Esmir Filho e apresentada pela filósofa e escritora Marcia Tiburi. Para debater o tema, a produção recebe a cineasta Anna Muylaert e a professora de artes do corpo Christine Greiner, que analisam, junto com Marcia, o tempo sob o ponto de vista da cronologia e de uma ordem fictícia e imaginária. A atração vai ao ar no dia 9/12, segunda, às 23h, e pode ser assistida também em sesctv.org.br/aovivo.

Christine Greiner se apoia no livro Os Sonhos de Einstein, do escritor estadunidense Ian Lightman, e fala que a extensão do tempo vai depender da situação que se vive em determinado momento. De acordo com ela, quem está em uma sala de espera de um hospital, porque seu filho está doente, tem a sensação de duração daquele instante maior do que uma outra pessoa que está feliz. “O que sempre me interessou com relação ao tempo é que é uma multiplicidade, que o tempo não é uma coisa só”, expõe a professora.

Anna Muylaert aborda o tempo trabalhado na música, provocando emoções em quem a ouve, e o período histórico atual, inédito e veloz, com o uso da internet. “Não só digital, mas falando da distância, do acesso à viagem por avião e do modo como a gente experimenta o planeta é tudo muito novo também”, afirma, e comenta, ainda, sobre o tempo psicológico, visto, segundo ela, pelo filósofo indiano Jiddu Krishnamurti como uma criação humana e explica: “O tempo real da experiência só pode ser aqui, agora. O passado é memória, o futuro é projeção e, portanto, é imaginação”. A cineasta articula sobre oportunidades que se perde na vida por deixar de viver o real, gerando a infelicidade.

Dentre outros assuntos, o episódio também discute a meditação, prática pouco realizada nos dias de hoje devido às diversas atividades que o ser humano ocupa em sua rotina, mas que, cada vez mais, está sendo aderida por artistas e outras pessoas; debate o lidar com as subjetividades lúdicas das crianças em uma sociedade hiperprodutiva e de consumo, quando muitas destas têm suas agendas lotadas, na maioria das vezes, por influências de adultos; e o quanto a população mundial é dependente das tecnologias. “Hoje para você ter silêncio, você tem que se desconectar”, assegura Marcia.

A filósofa também questiona sobre as artes e práticas corporais como formas de se construir, criar e inventar a vida, e cita a dança, qualquer que seja ela, como uma atividade que faz com que as pessoas vivam uma relação diferente com seus corpos. Christine pensa que expressões culturais em geral levam os seres humanos a se conectarem através do diferente e, partir daí, abrem um campo de criação e percepção junto ao outro.

Elas falam ainda sobre a contemplação da arte, que envolve tempo, atenção e silêncio, como assistir à um filme em um cinema. Anna Muylaert conversa sobre a produção do cinema narrativo, o que é feito por ela, que mistura dramaturgia e literatura com uma determinada duração.

Em sua primeira temporada, composta igualmente por 13 episódios de uma hora, que já estão disponíveis para serem assistidos sob demanda no site do canal, em sesctv.org.br, Filosofia Pop tratou de assuntos como Deus; ética; pedofilia, drogas; mulher, poder e biopoder. Já esta nova, traz temas como prazer e trabalho; arte e política; morte e finitude; sexo e gênero; mercado e dinheiro; natureza; loucura; e riso contemporâneo.

Filosofia Pop foi gravada em diferentes unidades do Sesc em São Paulo, e o episódio Tempo, Movimento e Distância teve a unidade Santo Amaro como cenário. A série convida pensadores contemporâneos, de áreas diversas, para debaterem, entre si e com o público, temas distintos que dialogam com a filosofia e a vida cotidiana. Além dos convidados, cada episódio tem participação da plateia com perguntas.

Sobre a série

Realizada pelo SescTV, Filosofia Pop é uma idealização de Marcia Tiburi e Esmir Filho e estreou no canal em 2015, com 13 episódios de uma hora cada, tratando de assuntos como Deus; ética; pedofilia, drogas; mulher, poder e biopoder. Em 30 de setembro deste ano, a série ganhou outros 13, que abordam os temas prazer e trabalho; riso contemporâneo; morte e finitude; sexo e gênero; arte e política, natureza; velhice; loucura; dispositivos e vida; liberdade e encarceramento, dentre outros. Todos os 26 episódios já estão disponíveis para serem assistidos on demand, em alta definição e na íntegra, gratuitamente, em sesctv.org.br.

Todos os participantes dos novos episódios

Ailton Krenak, líder indígena e escritor; Anna Muylaert, cineasta; Ladislau Dowbor, economista e professor; Christine Greiner, professora de artes do corpo; Gorete Milagres e Mariano Mattos Martins, atores; Linn da Quebrada, atriz, cantora e ativista; Gaudêncio Fidelis, historiador e curador de arte; Débora Diniz, antropóloga; Manoel Ricardo de Lima, escritor; Benjamin Seroussi, curador e gestor cultural; Vagner Marques, historiador e mestre em ciências da religião; Roberta Estrela D’Alva, atriz e cantora; Jerá Guarani, professora e líder indígena; Marcelo Pelizzolli, filósofo; Daniel Kupermann, psicanalista; Tatá Oliveira, palhaça; Joice Berth, arquiteta e urbanista; Amara Moira; escritora e doutora em literatura; Dríade Aguiar, mídia ativista; Rosana Hermanne, escritora, roteirista e apresentadora de TV; Ricardo Antunes e Najara Lima Costa, sociólogos; Denilson Lopes, professor e pesquisador; Dina Alves e Márcia Rocha, advogadas.

Sobre o SescTV

SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

Serviço

Série: Filosofia Pop
Episódio: Tempo, Movimento e Distância
Estreia: 9/12, segunda, às 23h
Reapresentações: 10/12, terça, às 11h; 11/12, quarta, às 21h; 12/12, quinta, às 10h; 13/12, sexta, às 19h30; 14/12, sábado, às 21h; e 15/12, domingo, às 19h.
Classificação indicativa: Livre
Apresentação: Marcia Tiburi
Direção: Esmir Filho
Idealização: Marcia Tiburi e Esmir Filho
Produtora: Claraluz Filmes e Saliva Shots
Realização: SescTV

On Demand
Todos os 26 episódios estão disponíveis em sesctv.org.br

Para sintonizar o SescTV
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Anterior Gusttavo Lima apresenta DVD "O Embaixador in Cariri"
Próximo Rami Malek é Lashana Lynch são destaque em trailer de 007